• Pedro Zaniol

Como uma troca de Aaron Rodgers impactaria nos números do Fantasy

O dia era 29 de abril de 2021. Uma quinta-feira feira, mas não era uma quinta-feira normal, não para o mundo da NFL. Nesse dia teria início o Draft de 2021. Evento muito importante para todos 32 times. Dia que enche os torcedores de todas as franquias de esperança e sonhos. Porém, nesse dia 29, uma torcida teve as suas esperanças despedaçadas.


No dia do Draft, diversos insiders muito respeitados da liga reportam uma bomba: Aaron Rodgers pediu para ser trocado de Green Bay.


A notícia acabou tirando todo o foco do Draft, e a repercussão foi absurda. Uma troca do atual MVP da liga, jogando em um time que chegou nas duas últimas finais da conferência nacional pode reverberar em quase todos os times.


Depois da entrevista que ele concedeu ao SportCenter americano no dia 24 de maio. Ficou quase irreversível a situação, na entrevista Rodgers pareceu bem decidido a sair do clube.


O craque também já deixou claro que quer ir para um time na costa oeste dos Estados Unidos, para viver mais próximo de sua esposa e estrela de Hollywood Shailene Woodley.


Em uma primeira lista de destinos preferidos estavam o San Francisco 49ers, o Las Vegas Raiders e o Denver Broncos.


Podemos excluir o 49ers, que acabou de fazer uma super troca para subir no draft e selecionar Trey Lance. Sobra Las Vegas e Denver.


Os outros times da costa oeste, Seahawks, Rams, Chargers e Cardinals todos já tem seus QBs.


Fazendo um exercício de suposição, vou escrever o que uma troca de Rodgers para o Broncos ou o Raiders poderia significar para os principais jogadores de Fantasy dessas equipes, bem como o impacto que isso traria para os jogadores do time que pode perder os seus serviços, o Green Bay Packers.


GREEN BAY PACKERS


theplayoffs

RB AARON JONES: Por mais incrível que possa parecer, Jones é um jogador que pode se beneficiar com essa troca de Aaron Rodgers. Jones hoje já é um dos melhores RBs de fantasy, tanto nos formatos Standard quanto no PPR. Mas isso se dá por dois grandes motivos. O primeiro deles é a sua eficiência correndo. O RB dos Packers ganha 5,5 jardas por corrida tentada. Um número espetacular e o 3º melhor da liga, só ficando atrás de Nick Chubb do Browns e J.K. Dobbins dos Ravens (tendo muito menos corridas tentadas). O segundo são os touchdowns, desde 2018, Jones é o 4º RB com mais touchdowns, com 39, atrás apenas de Derrick Henry, Alvin Kamara e Todd Gurley.


Sem Rodgers, seus números recebendo a bola iriam piorar, enfraquecendo o seu valor em ligas PPR. O Packers também irá fazer menos viagens para a red zone, diminuindo as chances de Jones pontuar.


Em contrapartida, Jones vai correr mais com a bola, e no Fantasy volume é Rei. Jones será mais utilizado em situações de red zone, hoje Green Bay se apoia muito no seu QB nas últimas 20 jardas.


E mesmo o fato de que sem Aaron Rodgers as defesas podem botar mais um jogador no box pois o ataque aéreo traz menos perigo. Jones ainda vai jogar por trás de uma das melhores linhas ofensivas da NFL, e com um treinador que veio da árvore de Kyle Shanaham. Que sempre tem grandes ataques terrestres.


packers

WR DAVANTE ADAMS: Esse vai sofrer. Hoje é um dos principais receivers no fantasy. Davante e Rodgers tem uma química absurda, se entendem como ninguém. Adams é o jogador que o QB mais conta, a bola quase sempre vai em sua direção, não importa a posição de campo. Sem A-Rod, Davante vai continuar sendo a principal arma do Packers, e o volume alto também será mantido. Mas a qualidade dos passes é muito inferior, e o recebedor perde todos os anos de experiência jogando ao lado do mesmo QB, e vai ter que criar uma conexão nova com Jordan Love.


LAS VEGAS RAIDERS


nepatriotas

RB JOSH JACOBS: Com a chegada de Rodgers na cidade da luz. Um dos mais beneficiados vai ser o running back. O jogador já teve uma evolução perceptível recebendo bolas no seu segundo ano, com o novo QB, essa evolução será ainda maior. Josh também vai ter muito mais oportunidades para pontuar, com mais viagens para a red zone. Jacobs é um dos RBs com mais volume na liga, porém tem uma média de 3,9 jardas por corrida, média considerada ruim. Com Rodgers comandando o ataque, a defesa vai se preocupar com o ataque aéreo, dando muito mais espaço para as suas corridas. O volume provavelmente vai diminuir, mas todas as outras estatísticas vão melhorar.


ktnv

TE DARREN WALLER: Rodgers e Waller podem formar a mais nova dupla dinâmica de QB e TE na NFL e rivalizar com Mahomes e Kelce. Waller já é um dos melhores TEs recebendo a bola. Com A-Rod passando a bola para ele no lugar de Derek Carr, o céu é o limite, o jogador pode chegar em um nível ainda maior.


DENVER BRONCOS


denverpost

RB MELVIN GORDON III: Desde os tempos de Chargers, Gordon sempre foi um ótimo running back recebendo a bola. Com um novo QB do calibre do atual MVP ele será utilizado ainda mais recebendo passes. O corredor não tem um volume muito grande, e isso não deve mudar, porém terá muito mais espaço na hora de correr com menos defensores no box. As oportunidades para pontuar também aumentarão, e como ele recebe e corre com a bola, Rodgers vai aproveitar bastante.


broncoswire

TE NOAH FANT: Em Green Gay Aaron teve grandes wide receivers como Greg Jennings, Jordy Nelson e Davante Adams, porém na posição de Tight End, o craque nunca teve um grande companheiro. Noah Fant tem tudo para ser a melhor arma que Rodgers já teve na posição. Ainda muito jovem, com só 23 anos e indo para a sua terceira temporada, Fant é muito veloz, correu as 40 jardas em 4,5s. O QB tem braço para usar toda essa velocidade e precisão para aproveitar a altura do jogador, que vai se beneficiar demais com essa melhora na posição de QB.



WRS JERRY JEUDY E COURTLAND SUTTON: O sonho de Rodgers nesses últimos anos era ter mais opções além do ótimo Davante Adams. Em Denver esse sonho será realidade. Com 22 e 25 anos, Jeudy e Sutton é uma das melhores duplas de jovens na posição de WR na NFL. Ambos iam aproveitar demais a chegada dele. Drew Lock é um dos piores QBs titulares da liga, e mesmo assim Jeudy teve um grande primeiro ano e Sutton teve mais de 1000 jardas em 2019. Com Rodgers lançando bola para eles os dois vão melhorar e muito. O receiver segundo-anista vindo de Alabama pode se tornar um dos melhores WRs da liga toda.



AARON RODGERS


businessinsider

Já para o grande personagem de todo esse exercício. A troca de ares não vai fazer bem para o seu valor no fantasy. Depois de uma temporada espetacular, em que foi líder em TDs, MVP e levou o Green Bay Packers até a final de conferência. Qualquer um desses dois times em que ele é especulado para ser trocado são piores do que o seu time atual, tanto em jogadores como em comissão técnica. Ambos têm linhas ofensivas mais fracas. Junta-se a isso o tempo de adaptação. Mesmo Rodgers sendo um veterano e um dos jogadores mais inteligentes da história da liga, até aprender o novo playbook e se entender com os novos técnicos e companheiros não vai conseguir ser tão efetivo como era no seu antigo clube.


No fantasy os QBs que correm com a bola acabam sendo os melhores pontuadores, A-Rod ano passado conseguiu ser o 3º maior pontuador na posição mesmo não correndo tanto com a bola. Em um time novo com uma linha ofensiva pior as chances de isso se repetir são praticamente nulas.


...


Aaron Rodgers trocando de time iria abalar as estruturas do fantasy, com jogadores despencando dos rankings e jogadores subindo de forma meteórica. Até jogadores de equipes não envolvidas na troca poderiam senti-la, principalmente os rivais de divisão, já que Green Bay perderia muita força e tanto Las Vegas quanto Denver ganhariam demais. No momento isso é apenas uma grande especulação, nada foi concretizado. Mas uma troca do tamanho dessa ia com certeza mudar muita coisa.


GOSTOU DO TEXTO? ESCREVA O QUE ACHOU NOS COMENTÁRIOS QUE VAMOS LER TODOS ELES.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png