• Bernardo Schmitberger

Como será a relação entre Lance e Garoppolo nos 49ers?

Em março deste ano, o San Francisco 49ers anunciou que obteve a escolha geral de número 3 do Draft 2021, em uma troca bombástica com o Miami Dolphins. Desde então, muito se especulou sobre o que a franquia californiana faria com a escolha e quais os impactos que ela teria no futuro da equipe. Fato é que, embora alguns acreditassem que um jogador de outra posição pudesse ser escolhido pelos 49ers na escolha 3, foi selecionado um quarterback: Trey Lance, de North Dakota State.


Trey Lance


Lance chega na NFL com o status de QB calouro top 5, ou até top 3. No futebol americano universitário, Lance lançou para um total de 2947 jardas, em um aproveitamento de aproximadamente 65% de passes completos. Ele ainda anotou 30 touchdowns lançados e incríveis 18 corridos, o que mostra sua versatilidade e potencial atlético. O novo quarterback de San Francisco ainda se mostrou maduro e inteligente em campo, tendo sofrido apenas uma interceptação em sua carreira universitária. Certamente, Lance chega aos 49ers com grande destaque.




Situação de Jimmy


“Jimmy é, com certeza, nosso titular no momento, e no momento não há nenhuma competição porque não acredito que Trey esteja em uma posição de competir [pela vaga de titular]. Jimmy é um jogador muito bom, ele tem um domínio muito bom sobre nosso ataque. Ele vai começar os treinamentos na frente, como já fez antes, e ele será o quarterback titular”– Kyle Shanahan, HC dos 49ers, em entrevista à NBC Sports.

A escolha de Lance colocou em xeque o futuro do QB titular do time, Jimmy Garoppolo. Mas, após algumas declarações, sobretudo da comissão técnica, ficou claro que a intenção dos Niners é manter Garoppolo no elenco – pelo menos por enquanto. Mas como vai ser a relação entre os dois principais quarterbacks da equipe?


No que depender dos protagonistas da história, parece que a relação será boa. Em entrevista ao NFL.com, Lance disse que Garoppolo foi um dos primeiros colegas a lhe dar as boas-vindas a San Francisco. O calouro ainda afirmou que adorou receber a mensagem do colega de posição, e que está empolgado para aprender o que Garoppolo tem para lhe ensinar.



Dentro de campo, a indicativa é que os Niners começam a temporada com Garoppolo como titular – o HC Kyle Shanahan já deu declarações, em várias ocasiões diferentes, em que afirma que o veterano está nos planos da equipe. Mas a expectativa é que Lance receba alguns snaps na temporada, ou mesmo que receba a vaga de titular em algum momento, visto que ele foi selecionado para ser o franchise quarterback que falta a San Francisco desde a saída de Colin Kaepernick. O histórico de lesões de Garoppolo corrobora com essa narrativa – na temporada passada, ele participou de apenas 6 jogos. E, por mais que a comissão técnica dos 49ers insista em dizer que, não fossem as repetidas contusões de Garoppolo, ele seria o franchise quarterback do time, todos sabem que o potencial de Lance é imensamente superior ao do veterano.


Consideração final


Com todas essas cartas na mesa, podemos esperar que, a depender da evolução de Lance nos treinamentos, do desempenho dos 49ers ao longo da temporada, e, principalmente, da condição física de Garoppolo, o calouro pode assumir a vaga de titular mais cedo ou mais tarde. A Garoppolo, provavelmente restará o banco de reservas – lugar de onde ele saiu, em New England, para ser titular em San Francisco – e, eventualmente, virar uma moeda de troca para os Niners, que podem acumular algumas boas escolhas de draft com uma eventual negociação do quarterback.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png