• Gustavo Silva

Como será a disputa entre Vikings e Bengals

Finalmente a NFL está de volta, e já na primeira semana da temporada, teremos o confronto entre os Vikings, que acabaram tendo uma temporada decepcionante em 2020, não conseguindo chegar nos playoffs, e os Bengals, que terão a reedição da dupla Joe Burrow e Ja’marr Chase.



Os Vikings vão para Cincinnati para tentar começar a temporada com o pé direito, e conseguir voltar aos playoffs. A franquia conta com os importantes retornos do DE Danielle Hunter, que desfalcou a equipe por conta de uma cirurgia no pescoço na temporada passada e do DT Michael Peterson que também desfalcou os Vikings durante toda a temporada. Além dos defensores, Minnesota conta com um ataque bem potente, com os bons recebedores Adam Thielen e Justin Jefferson, que foi muito bem na sua temporada de estreia na liga, e é esperado que o jogador consiga manter o bom desempenho. Além dos dois, Kirk Cousins também conta com a ajuda de Dalvin Cook, um dos melhores RBs da liga, e que vem de duas temporadas de Pro Bowl, além de ter passado das 1550 jardas terrestres em 2020, e ter anotado 16 touchdowns.


créditos Cary Edmondson/USA Today

A franquia também reforçou sua linha ofensiva e sua defesa, setores que deixaram a desejar na temporada passada, o que parece ter tornado o time mais competitivo e com expectativa de que alcancem os playoffs nessa temporada.


Já pelo lado dos Bengals, a expectativa é grande para ver Joe Burrow e Ja’marr Chase juntos novamente, dupla campeã universitária por LSU. Além de Chase, a franquia ainda conta com o WR Tee Higgins, que mostrou ter se entendido bem com Burrow, tornando o ataque aéreo da franquia bem poderoso. Porém, a grande preocupação com relação aos Bengals, é sua linha ofensiva. Burrow sofreu muito com sacks temporada passada, foi sackado 32 vezes em 10 jogos, até sofrer uma lesão que o tirou do restante da temporada. A franquia apesar de não ter investido na linha ofensiva na primeira rodada do Draft, gastou sua escolha de segunda rodada no LT Jackson Carman e trouxe o veterano OT Riley Reiff via Free Agency para reforçar o setor e tentar proteger mais seu quarterback.


créditos Don Wright / AP Photo

Os Vikings chegam como favoritos para vencer a partida nas casas de apostas. O ataque da franquia tem tudo para ser dominante principalmente com Dalvin Cook correndo contra a defesa dos Bengals, que foi a 4° pior da liga em jardas terrestres cedidas, com 2368 jardas, e uma média de 148 por patida. Além disso, os Vikings têm plenas condições de pressionar o Joe Burrow caso a linha ofensiva dos Bengals não apresente uma melhora imediata em relação à temporada de 2020.


Por outro lado, apesar dos desfalques na defesa na temporada passada, os Vikings também sofreram com o jogo terrestre e foram a 6° pior defesa no quesito na liga, cedendo 134.4 jardas por partida, e Joe Mixon pode aproveitar muito bem disso. E caso Burrow consiga ser protegido, os recebedores dos Bengals podem fazer a diferença na partida.


BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png