• Luiz Pedro Ramalho

Com poucos titulares em campo, Browns derrotam Giants em casa

Na Semana 2 da pré-temporada, os Browns receberam o New York Giants no FirstEnergy Stadium, em Cleveland. Ambas as equipes optaram por poupar a maioria de seus titulares, mas os donos da casa levaram a melhor e venceram a partida por 17 a 13.



Sem Baker Mayfield, o Cleveland Browns começou o jogo com Case Keenum na posição de quarterback. Logo na primeira campanha do time, o RB D’Ernest Johnson fez boas corridas e o ataque chegou até a red zone. Nas últimas 20 jardas do campo, a defesa dos Giants conseguiu segurar o ataque, porém, em uma quarta para o gol, os Browns escolheram não chutar o field goal e Keenum lançou uma bola espetacular para o WR KhaDarel Hodge anotar o touchdown.


Ken Blaze – USA TODAY Sports

O time de Nova York também estava sem seu QB principal, Daniel Jones, e por isso foi com Mike Glennon no comando do ataque. Com a desvantagem no placar, os Giants contra-atacaram e empataram a partida em 7 a 7 com um TD corrido de Devontae Booker.


Ken Blaze – USA TODAY Sports

O segundo quarto começou e o ataque dos Browns estava avançando no campo com Keenum indo bem. Mas tudo deu errado quando, em um passe desastroso, o quarterback lançou a bola no colo do defensor, que resultou na primeira interceptação do jogo.


Após o intervalo, as equipes voltaram com QBs diferentes dos que iniciaram o primeiro quarto. Pelo lado dos Browns, Kyle Lauletta entrou no lugar de Keenum, mas o grande destaque do time no segundo tempo foi o RB John Kelly, que marcou um touchdown e fez boas corridas quebrando vários tackles.


David Dermer – AP Photo

Já nos Giants, Brian Lewerke foi quem substituiu Glennon e até lançou um touchdown para o WR David Sills, mas no momento de empatar a partida com o chute do extra point, Nova York decidiu arriscar a conversão de dois pontos, que foi desperdiçada, e o time permaneceu atrás no placar.


No final do jogo, os Giants até tentaram uma virada, mas seria improvável que Lewerke tivesse sucesso em uma Hail Mary miraculosa com o cronômetro quase zerado. Dito e feito: a jogada não deu certo e o passe acabou virando uma interceptação.


A partida em si, assim como muitos outros jogos da pré-temporada, não foi um grande espetáculo do futebol americano, até porque poucos titulares entraram em campo. No entanto, foi interessante ver as disputas por vagas no elenco entre jogadores que procuram mais espaço em suas equipes e que podem aparecer durante a temporada regular.


Por fim, os Browns se mostraram um time melhor e mereceram vencer, pois estabeleceram um bom jogo terrestre e a defesa foi bastante sólida em momentos decisivos. Já os Giants se arriscaram demais na tentativa de converter os dois pontos (o que é até plausível, visto que o time também precisa treinar situações como essa) e acabaram deixando uma possível vitória escapar.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png