• Aloisio Junior

Com ótima atuação de Bridgewater, Broncos derrubam os Giants em New York

A decisão do HC Vic Fangio de dar a titularidade a Bridgewater foi recompensada com uma belíssima atuação do QB que ajudou Denver a vencer os Giants por 27 a 13 em pleno MetLife Stadium. O jogo ficou amarrado até a metade do terceiro quarto quando Denver tomou controle da partida e deslanchou após um touchdown em uma conversão de quarta descida dentro da redzone.



As chamadas agressivas do técnico também chamaram atenção na partida. Denver converteu todas as suas três tentativas em quartas descidas, prolongando campanhas que seriam cruciais para aumentar a vantagem do placar. Duas dessas conversões foram em campanhas que resultaram em touchdown, enquanto uma terminou em field goal, ou seja, fizeram parte de 17 pontos dos Broncos.


Teddy Bridgewater brilha


Créditos: RJ Sangosti / The Denver Post

A discussão da pré-temporada em Denver foi a disputa pela titularidade na posição de quarterback entre Drew Lock e Bridgewater. Houveram até mesmo discussões sobre uma possível chegada de Aaron Rodgers, o que instalou ainda mais desconfiança dentro do grupo. Com bons jogos, Teddy conquistou a vaga, mas ainda sofria muitos questionamentos. Após o jogo contra os Giants, essas dúvidas devem diminuir.


A atuação de Teddy Bridgewater foi fundamental para o sucesso do time. O veterano comandou o time de forma metódica, como todos já esperavam, entregando a bola para jogadores livres sem correr muitos riscos, mas, quando era exigido em terceiras e quartas descidas, foi capaz de encontrar ótimos passes contra a cobertura individual da defesa dos Giants. Em várias dessas situações, Bridgewater teve que sair do pocket e ganhar tempo para que seus recebedores ficassem livres.



O QB dos Broncos terminou o jogo com 28 passes completos de suas 36 tentativas para 264 jardas aéreas e 2 TD’s, além de 19 jardas terrestres contra a boa defesa dos Giants. A pontuação mais impactante aconteceu no terceiro quarto em uma conversão de quarta descida. Novamente, Bridgewater foi obrigado a sair do pocket e encontrar um jogador livre enquanto escapava de um defensor. O TE Okwuegbunam ainda teve que quebrar um tackle antes de entrar na endzone, aumentando a diferença para dez pontos.



A nota negativa ficou, infelizmente, por conta de uma contusão no principal recebedor dos Broncos, Jerry Jeudy. Após uma recepção no terceiro quarto, o jogador saiu de campo com uma lesão no tornozelo que pode tirá-lo de campo por algumas semanas. Mesmo assim, o wide receiver liderou a equipe em jardas recebidas, com 72 , seguido do TE Noah Fant com 62. No jogo terrestre, Melvin Gordon voltou à boa fase com uma partida de mais de 100 jardas corridas e o TD que selou a vitória para os Broncos.



Os problemas no ataque dos Giants continuam


A offseason dos Giants foi um momento de reformulação do corpo de recebedores da equipe com a chegada de diversos jogadores, porém, o ataque continua abaixo da média. A linha ofensiva, que não teve nenhum reforço, teve muitas dificuldades de abrir espaço para Saquon Barkley, além de falhar em momentos cruciais na proteção de Daniel Jones.


Créditos: Andrew Mills-NJ Advance Media for NJ.com

O RB de New York teve apenas 26 jardas em 10 tentativas, com uma péssima média de 2,6 jardas por corrida. É claro que a sua produção foi reduzida também pelo bom front-7 dos Broncos e pelo fato de que a equipe se encontrava atrás no placar, mas, sem uma linha ofensiva robusta, Barkley deve sofrer durante o resto do ano.


Os melhores momentos do ataque dos Giants ocorreram em conexões entre Daniel Jones e Sterling Shepard. O veterano recebedor teve um bom jogo, conquistando 113 jardas e agarrando o único touchdown aéreo da equipe.



Já os outros recebedores foram ofuscados pela nova secundária dos Broncos que conseguiu contê-los a pequenos ganhos. O CB Kyle Fuller, por exemplo, teve dois passes defendidos e seis tackles em uma performance animadora para Denver.


Von Miller está de volta


Sem conseguir avançar consistentemente, os Giants se encontraram em situações de longas conversões de terceiras descidas. Em algumas ocasiões, a linha defensiva dos Broncos brilhou com ótima atuação de Von Miller. O veterano que perdeu toda a última temporada por conta de lesão teve dois sacks e mais um tackle para perda de jardas no seu primeiro jogo desde 2019.



Próximos confrontos


O jogo foi uma bela demonstração de força da equipe do Colorado. É certo que enfrentaram uma equipe cheia ainda em reformulação, mas o placar expressivo fora de casa mostra que esse é um forte time. Já os Giants ainda tem muito trabalho a fazer, em especial na fraca linha ofensiva.


Para a semana 2, Denver viaja a Jacksonville para pegar o Jaguars. Se Teddy Bridgewater tiver mais uma performance como a da estreia, dificilmente o time de Urban Meyer será capaz de pará-lo.


Os Giants visitam o Washington Football Team na quinta-feira à noite. O importante confronto de divisão pode ter grandes implicações para os playoffs, já que começar com duas derrotas coloca qualquer um dos times em péssimas condições de classificação.


BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png