• João Vitor Zotini

Com Josh Allen em ritmo de MVP, Bills recebem os Dolphins em crise

Com realidades muito distintas na temporada, Buffalo Bills e Miami Dolphins se enfrentarão no próximo domingo (31/10) às 14 horas pelo horário de Brasília. A equipe de Buffalo vê neste confronto divisional uma oportunidade não só para de afirmar como força dominante na AFC Leste, como também mostrar à liga inteira que deve ser levada a sério na caminhada pelo Super Bowl. Já os Dolphins esperam quebrar um jejum de vitórias que perdura desde a primeira semana da temporada. São seis jogos sem vencer.



E como se não bastasse toda sua incompetência, o Miami Dolphins terá pela frente um Buffalo Bills descansado, já que acaba de sair do bye week, e completamente motivado e enfurecido por sua última derrota, na semana 6, para o Tennessee Titans num jogo em que claramente deveria ter saído vitorioso.



Josh Allen/ Getty Images


Os Dolphins vêm de uma derrota dura, na qual as estatísticas sugerem que o resultado poderia, tranquilamente, ser outro. Com mais tempo de posse, mais jardas totais e maior eficiência em terceiras descidas do que os Falcons, Miami teve tudo para vencer e não o fez. Tua Tagovailoa acertou 80% dos passes que tentou e lançou para 4 TDs. É o famoso ditado no esporte: jogaram como nunca e perderam como sempre.


Para piorar, os Dolphins são os favoritos para trocarem pelo QB Deshaun Watson, dos Texans. É claro que Watson é um excelente jogador e poderia ajudar a franquia, mas a que custo? O QB enfrenta acusações judiciais de 23 mulheres, que alegam má conduta e assédio sexual por parte do atleta. Seu futuro na liga é incerto até o momento. E como deve se sentir Tua com todos esses rumores? Aquele que podia ser o futuro do Miami Dolphins está cada vez mais descredibilizado e desacreditado.



Tua Tagovailoa/ Jasen Vinlove - USA TODAY


Mesmo com uma derrota em sua última jornada, vejo os Bills confiantes para este duelo e motivados ainda por sua vitória sobre o Kansas City Chiefs de Patrick Mahomes na semana 5. Josh Allen parece melhorar a cada jogo e mostra que pode destruir seus adversários não só com os braços, mas também com as pernas. Seu atleticismo é notório e poderá ser útil caso a razoável secundária dos Dolphins dificulte o jogo aéreo.


Palpites


As casas de apostas favorecem os Bills por 14 pontos e, neste caso, estou de acordo. Prevejo uma vitória tranquila para a franquia de Buffalo: 37 a 10.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png