• Aloisio Junior

Com domínio da defesa, Dallas derruba New York fora de casa

A máquina de forçar erros do adversário continua a todo vapor. Em New York, a defesa dos Cowboys forçou mais 3 interceptações e o primeiro fumble da carreira de Saquon Barkley, abrindo caminho para a vitória por 21 a 6 sobre os Giants.



Com o triunfo, Dallas está muito próximo de garantir o título da divisão ainda nesta semana. Caso Philadelphia ganhe ou empate com Washington na terça-feira, o time texano já estará garantido nos playoffs.


Os Giants, agora eliminados para a pós-temporada, já estão de olho em 2022. Determinar as peças que permanecem e as que serão cortadas será a motivação do time para as próximas semanas.


Máquina de roubos de bola


O novo coordenador defensivo Dan Quinn conseguiu dar uma incrível reviravolta com o elenco dos Cowboys. A frágil defesa do ano passado, hoje, é uma das mais temidas da NFL. Contando com o confronto contra New York, Dallas conseguiu roubar quatro vezes a bola do ataque adversário nos últimos três jogos. A ótima performance defensiva nessas partidas garantiu a sequência de vitórias atual, apesar da queda de rendimento do ataque.


O primeiro touchdown de Dallas surgiu após uma interceptação da defesa. Demarcus Lawrence escapou do right guard dos Giants e colocou uma bela pancada em Mike Glennon. O lançamento do quarterback saiu totalmente sem direção e caiu nas mãos de Jourdan Lewis. Com o ótimo posicionamento de campo, os Cowboys inauguraram o placar após duas jogadas.



No final do segundo quarto, a defesa de Dallas forçaria mais um turnover do adversário que terminaria em pontos para os visitantes. Desta vez, Demarcus Lawrence, ao invés de atacar o quarterback, conseguiu forçar um fumble de Saquon Barkley, o primeiro perdido da carreira do running back. Apesar do campo mais curto, o ataque conseguiu apenas um field goal antes do intervalo.


Na segunda metade do jogo, a defesa ainda forçou mais duas interceptações de Mike Glennon, o que fez com que o veterano fosse colocado no banco. A última jogada do quarterback foi a 10ª interceptação de Trevon Diggs na temporada, o líder da liga nesse quesito. Com as contribuições do jovem cornerback, os Cowboys também são a equipe com mais interceptações da NFL.



Ataque dos Cowboys continua com dificuldades


Depois de um bom começo de ano, o ataque de Dallas colocou o pé no freio. Nas últimas semanas, o time vem mostrando dificuldade para avançar em campo e pontuar, mesmo com o apoio da defesa. Dos 21 pontos conquistados contra os Giants, 15 vieram após roubos de bola que deram boa posição de campo para o ataque.


Além da dificuldade de avançar em campo, Dallas também não conseguiu finalizar as suas campanhas com touchdowns. Das 5 visitas à redzone adversária, somente 2 terminaram em seis pontos. É certo que a defesa dos Giants está entre as dez melhores nessa região do campo, mas, se os Cowboys pretendem ir longe, precisam melhorar o aproveitamento.


Dak Prescott teve mais uma partida apagada comparado ao que estamos acostumados: foram 217 jardas para 1 TD em 37 tentativas. O trio de wide receivers foi contido muito bem pela defesa adversária, com nenhum deles com mais de 50 jardas. O destaque do jogo aéreo foi Dalton Schultz com 67 jardas em 8 recepções.



No jogo terrestre, a dupla de running back funcionou bem novamente. Tony Pollard teve 74 jardas, enquanto Ezekiel Elliott acumulou 52 jardas e 1 TD. Não foi uma performance convincente do ataque, mas foi suficiente para superar o frágil time de New York.


Luz no fim do túnel?


Essa é mais uma temporada perdida em New York. No segundo ano sob o comando do Head Coach Joe Judge, o time ainda não mostrou a evolução esperada e necessária para virar um candidato aos playoffs.


É difícil encontrar algo de positivo nos Giants, especialmente no ataque. Não se sabe ainda se, para a próxima temporada, haverão mudanças mais drásticas nos cargos da comissão técnica, mas o baixo rendimento do time é notável.


Sem Daniel Jones, Mike Glennon teve apenas 99 jardas e 3 interceptações em apenas 24 tentativas. No último quarto, Jake Fromm, quarterback draftado em 2020 pelos Bills, teve sua primeira participação na NFL ao substituir o veterano: foram 6 passes completos em 12 tentativas para 82 jardas em um jogo completamente decidido.


Os running back Davontae Booker e Saquon Barkley somaram, pela segunda partida seguida, mais de 100 jardas. Apesar de animador, os números são reflexo do maior número de corridas chamadas por Freddie Kitchens do que de melhora de desempenho.


Com apenas 6 pontos no placar e 4 turnovers, não parece haver luz no fim do túnel.


Próximos confrontos


Na próxima semana, os Giants (4-10) visitam os Eagles (6-7) sem chances de ir para os playoffs. Embora o confronto não tenha consequências para a temporada atual, alguns jogadores e, até mesmo, a comissão técnica devem querer garantir a permanência para o próximo ano.


Dallas (10-4) recebe Washington (6-7) em uma partida que, dependendo do resultado dos visitantes contra os Eagles na semana 15, pode decidir o título da NFC East. De qualquer forma, é um jogo com grandes implicações aos playoffs.


BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png