• Gabriel de Campos

Com atuação ruim de Herbert, Patriots vencem Chargers

A partida entre Patriots e Chargers pode ser bem animadora para alguns e muito preocupante para outros, tudo depende de qual desses times você torce. New England cumpriu seu papel, conseguiu dominar o relógio e ditar o ritmo do jogo. Já os Chargers sofreram com turnovers, a pressão em Mac Jones não foi efetiva e a secundária perdeu força durante a partida.



Patriots com defesa forte e ataque que queima cronômetro


Os Patriots conseguiram estabelecer o ritmo do jogo com o controle do relógio e muita qualidade defensiva. O trabalho em corridas foi essencial para a equipe ter a vitória. Não foram ganhos que somam muitas jardas, porém, tirar o ataque dos Chargers de campo e deixar a defesa cansar foi a estratégia de New England (prevista aqui no pré-jogo). Mac Jones não passou para nenhum touchdown, contudo, o quarterback não cometeu turnovers, isso equilibra a balança mas deixa um viés positivo devido às circunstâncias e situações em que foram submetidos. O argumento de que Jones não jogou bem porque não conseguiu ser produtivo na red zone é válido, mas não acho justo tirar o mérito da defesa dos Chargers que soube preencher bem o campo e não permitir jardas após a recepção.


A defesa dos Pats conseguiu segurar o ataque dos Chargers e forçar muitas terceiras descidas. Mike Williams é o alvo mais acionado em profundidade, assim como na partida contra os Ravens, o recebedor foi anulado e Herbert se limitou aos passes curtos para Jared Cook e Keenan Allen. A pressão com Matt Judon teve êxito e dificultou bastante o trabalho de Justin Herbert, mesmo com a linha ofensiva tendo um bom jogo. Herbert precisou de muito tempo de pocket e as pressões e sacks vieram quando a única forma de segurar por mais tempo seria com faltas.


MassLive.com

A “Herbert dependência” custou outra vitória


Herbert não teve uma partida de MVP e isso foi crucial para a vitória dos Pats. Gosto muito do quarterback, mas não dá para tirar a culpa dele. Com 51% de aproveitamento nos passes, 2 touchdowns, 2 interceptações e 73.6 de passer rating, não é o Justin Herbert que conhecemos. A primeira interceptação foi resultado de um erro do recebedor que deixou a bola passar de suas mãos, contudo, o segundo turnover não tem nem como defender. O passe tentou conectar com Jared Cook, o problema é que foi no contrapé do tight end e diretamente nas mãos de Adrian Phillips, que correu diretamente para a endzone. Este tipo de erro custa caro e não pode ser recorrente.


Já no lado defensivo da bola, a pressão dos Chargers sobre Mac Jones foi inefetiva. Joey Bosa teve um jogo apagado e silencioso, não ouvi falar no defensive end. A marcação contra a corrida não foi de todo mal, já vimos jogos bem piores do setor. E na secundária, a saída dos cornerbacks Michael Davis e Asante Samuel Jr por lesão permitiu que os Patriots tivessem mais liberdade para trabalhar com passes mais ousados.



YahooSports.com

Na semana 9, o Los Angeles enfrentará o Philadelphia Eagles. Este jogo não pode ser um problema, se houver muita dificuldade para vencer a equipe, é válido acionar um alerta pois indicará que algo não está fluindo como deveria.


Já os Patriots, enfrentarão os Panthers. Os times estão em situações parecidas, mas New England aparenta ser superior e pode vencer o jogo.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png