• Lucas Rocha

Cole Beasley volta a se posicionar contra as vacinas

Depois de um ano com diversas restrições por conta do Covid-19, a NFL está preparando mudanças para a próxima temporada. Entre elas, jogadores que tomarem a vacina contra o Covid-19 poderão participar de eventos de alto risco, como bares e restaurantes. Quem não se vacinar, porém, não está liberado para ir (e ainda poderá tomar uma multa de cerca de $50.000 dólares). No entanto, as medidas estão causando diversas discussões fora de campo, e jogadores contrários à vacina levantaram voz sobre o assunto.


Criador: Christian Petersen. Créditos: Getty Images

Cole Beasley, WR do Buffalo Bills, é um desses. O recebedor de 32 anos é uma voz ativa e presente contra a vacinação e as medidas de segurança da NFL. “Isso é uma loucura”, disse Beasley em seu Twitter pessoal.

“Nós votamos nisso? Eu fico no hotel. Nós ainda temos reuniões. Nós ainda estaremos todos juntos. Jogadores vacinados podem ir para fora do hotel e trazer Covid para onde eu estou. Então de que adianta eu continuar no hotel? 100% imunes com a vacinação? Não”.

“A Associação dos Jogadores é uma piada. Chame de algo diferente. Não é pelos jogadores”, Beasley continuou. “Todos me dizem que 98% das pessoas que se vacinaram não contraem Covid novamente. As chances de eu entrar na NFL e jogar por 10 anos é menor que essa e aqui estou eu”.

Na sexta-feira passada (18/06), Cole Beasley publicou um outro texto em suas redes sociais explicando seu posicionamento.


“Olá a todos, eu sou Cole Beasley e eu não irei me vacinar! Eu estarei fazendo o que eu faço. Eu estarei lá fora em público. Se você tem medo de mim, então se oriente, ou se vacine. Ponto. Eu posso morrer de Covid, mas prefiro morrer vivendo de verdade. Tenho familiares com os dias contados. Se eles quiserem vir me ver e ficar na minha casa, então eles virão, não importam os protocolos. Eu não jogo mais por dinheiro. Minha família cuida disso para mim. Me demita se quiserem. Meus valores e meu jeito de viver são mais importantes que qualquer dinheiro. Eu amo meus companheiros de equipe e me divirto jogando futebol porque tudo de fora é esquecido nesses momentos. Eu só quero ganhar um Super Bowl e manter os relacionamentos que eu criei ao longo do tempo”, disse o jogador.


Créditos: USA TODAY Sports

Beasley falou bastante sobre seus sacrifícios e sua vivência pessoal, e explicou o motivo de não tomar a vacina:


“Não vou tomar remédios para uma perna que não está quebrada. Prefiro arriscar contrair Covid e criar minha imunidade dessa maneira. Comer bem. Beber água. Se exercitar e fazer o que for necessário para minha saúde individual. Essa é a MINHA ESCOLHA baseada nas MINHAS experiências de vida e o que eu acho que é melhor. Eu jogo sem receber nada se for para viver da maneira que eu sempre vivi. Se eu for forçado a me aposentar, então que seja. Eu aproveitei o tempo que eu tive. Poderei viver livre com minha esposa, meus filhos e minha família para sempre. Poderemos aproveitar o tempo que perdemos dos sacrifícios que fizemos para que eu pudesse jogar esse maravilhoso jogo. O que quer que seja é uma vitória”.

Ao que tudo indica, Beasley irá contra as medidas na NFL para jogadores não vacinados. Caso ele se mantenha, há grande chance dele desistir do seu salário de $4.7 milhões de dólares e, provavelmente, se aposentar.


Criador: Dustin Bradford. Créditos: Icon Sportswire via Getty Images

“É aqui que eu fico. Obrigado a todos que me apoiaram durante esse processo. Muitos outros jogadores da NFL me apoiaram e estão comigo, mas não tem a carreira consolidada o suficiente para poder falar nesse momento. Sinto muito por vocês e espero que eu esteja os representando bem, rapazes”.

Diferente do que Beasley parece acreditar, a pandemia ainda não acabou e a NFL vai continuar com os protocolos de saúde e segurança. Beasley não conseguiu, também, dar bons motivos para não se vacinar. Mas, em outro tweet, Beasley se mostrou não só anti-vacina, como anti-ciência. “Todos estão acreditando mais na ciência do que eu jamais vi. O que aconteceu com a vontade de Deus?”, exclamou o jogador.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png