• Daniel Almeida

Clemson merece mesmo estar no Top 25 da AP?

O desempenho do programa de Clemson nos últimos anos tem sido, sem dúvidas, fantástico. Desde 2015, o time de Dabo Swinney participou de um dos 6 principais Bowl Games do College todo ano, e ganhou 2 títulos nacionais. Trevor Lawrence e Deshaun Watson foram estrelas do passado recente da Universidade, e a expectativa para o primeiro ano de DJ Uiagalelei como titular pelos Tigers era alta. No entanto, Clemson, após 4 semanas de College Football, está rendendo muito menos do que o esperado. Com um medíocre recorde de 2-2, será que os Tigers ainda merecem estar no Ranking da Associated Press?



Primeiro, vamos analisar especificamente a performance do signal caller de Clemson até aqui. Uiagalelei tinha ido muito bem quando, na temporada passada, substituiu Trevor Lawrence quando este teve COVID-19. Nos dois jogos dos quais participou como titular, ele teve atuações memoráveis que fizeram o torcedor dos Tigers ficar tranquilo com o futuro do programa. Agora, em 2021, as coisas mudaram bastante. DJ, depois da quarta semana do College, tem 3 TDs aéreos, 3 interceptações e apenas 46.2 de Quarterback Rating.


Mas não podemos culpar apenas o QB de Clemson pelas derrotas que o time sofreu. A defesa e o jogo terrestre não estão ajudando muito, por exemplo. Todos esses fatores levaram os Tigers a uma frustrante campanha parcial de 2-2. Inclusive, uma das derrotas sofridas pelo programa foi contra a aparentemente inofensiva NC State. O que surpreendeu muitos fãs e analistas foi justamente o fato de que, mesmo com tantos problemas e resultados ruins, a equipe permaneceu como um dos 25 melhores times do College Football, conforme o ranking mais recente da Associated Press.



PHOTO | CLEMSON UNIVERSITY SPORTS INFORMATION OFFICE

Seria esse um sinal de que, além de todos os fatores já contemplados pela votação do ranking, o status de história recente do programa também conta como critério pelos votantes? Disso não sabemos, mas o que podemos constatar é que a situação de Clemson é bem singular. Os Tigers são o único time do Top 25 da AP que não tem mais vitórias do que derrotas. E, vale ressaltar, não é como se o time estivesse jogando bem mas entregando jogos no final. O time está jogando mal, mesmo, principalmente ofensivamente.


Claro, temos que dar tempo ao tempo. Não há como saber se Clemson vai se recuperar ainda nessa temporada dessa má fase. Mesmo assim, considerando que o Top 25 da AP busca retratar a realidade atual do College, e não a do futuro, eu não concordo com a posição atual dos Tigers no ranking. E você, o que acha? Conte-me nos comentários, será um prazer para mim saber sua opinião sobre o assunto!


BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png