• Rodrigo Menezes

Chiefs vencem Broncos em jogo bastante disputado e interessante de assistir

Na prévia de Broncos e Chiefs, eu afirmei que esperava um jogo fácil para Kansas, com uma possibilidade do time abrir uma boa vantagem logo de cara e só ir administrando a partida a partir de então, poupando inclusive titulares importantes. Porém, eu não podia estar mais errado. E que bom que isso aconteceu. O jogo foi muito equilibrado, bom de assistir, e disputado até os minutos finais da partida. E quase que vimos uma zebra acontecer na cidade de Denver.



A partida começou com os Chiefs pontuando e abrindo 7 a 0, mas os Broncos logo assumiram um certo controle da partida. Com boas corridas de Melvin Gordon e Javonte Williams, Denver conseguiu vencer aos poucos a boa defesa dos Chiefs, e com Drew Lock não comprometendo, os Broncos se mostraram um adversário formidável para o campeão da AFC Oeste. Tanto que a equipe consegue responder imediatamente e empatar a partida ainda no primeiro quarto de partida.


Drew Lock teve uma partida decente, com dois bons touchdowns terrestres que ajudaram os Broncos a irem para o intervalo vencendo a partida. (Jerilee Bennett, The Gazette)

Com a defesa também atuando bem, mesmo que muito desfalcada, os Broncos conseguiram controlar o ataque dos Chiefs também no segundo quarto. Mahomes até tentava fazer suas jogadas, mas com Tyreek Hill pouco utilizado devido a uma lesão no calcanhar, o ataque de Kansas pouco andava em campo. Já Denver conseguiu mais um bom drive, e nem mesmo o FG anotado pelos Chiefs no final do quarto assustaram a equipe dos Broncos, que foi para o intervalo vencendo por 14 a 10 e jogando melhor que seu rival.


Defendendo uma invencibilidade de 12 partidas jogando como visitante dentro da divisão, os Chiefs voltaram para o terceiro quarto dispostos a mudarem os rumos da partida e se imporem diante do adversário mais fraco da AFC Oeste, e com isso anotaram um TD logo no início. Porém os Broncos mantiveram a calma, o bom nível e a qualidade no jogo terrestre, e com isso novamente voltaram a frente, terminando o período com uma vantagem de 21 a 17 e deixando os torcedores de Kansas preocupados com o cenário da equipe na luta pela first seed da AFC.


Mecole Hardman foi o grande destaque do ataque dos Chiefs, com 8 recepções para 103 jardas. Jogador não vinha fazendo uma temporada tão boa, mas apareceu para a equipe na hora certa e pode ser uma excelente alternativa para os playoffs. (Jamie Schwaberow – Getty Images)

Sabendo disso, os Chiefs até tentaram emplacar no começo do quarto período uma campanha boa, mas foram parados após passar o meio de campo e tiveram que chutar apenas um FG. Na sequência, Denver fez um drive quase perfeito, um daqueles de manual para ensinar equipes como avançar em campo vencendo as batalhas das trincheiras, controlando relógio e não dando qualquer chance para o adversário. Porém na hora de finalizar, os velhos problemas dos Broncos apareceram, e Melvin Gordon, que é um RB muito bom mas que sofre demais com turnovers, sofreu um fumble retornado para TD. Os Chiefs viravam a partida no momento em que esta estava fugindo de qualquer controle da equipe de Kansas, e os Broncos novamente viam todo um grande trabalho ser perdido por um turnover.


Com o placar de 28 a 21, Denver volta a campo, consegue avançar, mas acaba tendo que chutar apenas um FG, reduzindo a diferença para 4 pontos. Era um verdadeiro anticlímax para uma equipe que esteve a poucas jardas de abrir 8 pontos de vantagem e colocar os Chiefs contra a parede. No entanto, o que aconteceu foi o oposto. Kansas, com a vantagem no placar, soube conquistar first downs, avançar em campo e queimar tempo até o relógio zerar para garantir a vitória por 28 a 24, mantendo a invencibilidade como visitante dentro da divisão e o tabu de não perder para os Broncos desde 2015.


Melvin Gordon sofre um fumble forçado por Melvin Ingram, seu ex-companheiro de Chargers no quarto período. Turnover mudou a partida e deu a vitória para os Chiefs. (Jack Dempsey – AP Photo)

A vitória garantiu a segunda colocação na AFC para os Chiefs, já que os Titans venceram a sua partida no domingo e conquistaram a first round bye. Com isso, Kansas irá enfrentar os Steelers no próximo domingo em casa, podendo encerrar a carreira de Big Ben. Os Chiefs certamente foram surpreendidos com a competitividade dos Broncos nesse jogo, mas é verdade também que a equipe estava desfalcada e certamente não atuou com potência total se preservando também para os playoffs que a equipe irá jogar. Kansas segue sendo um dos favoritos a vencer a AFC pela terceira vez seguida.


No lado dos Broncos, a derrota apenas representa o que foi a temporada 2021 da equipe. Denver tem uma equipe muito boa, mas sem um QB mais confiável e com muitos erros cometidos em momentos decisivos, não tem como competir por vaga nos playoffs de igual para igual com os demais times bons da AFC. Mudanças devem acontecer para a equipe ter chance de brigar em 2022, e a primeira já aconteceu, com a demissão de Vic Fangio e parte da sua comissão técnica. Contratar um novo Head Coach que seja mais competente no ataque e trazer um QB confiável devem ser as prioridades dos Broncos nessa offseason, para que a equipe possa voltar a brigar por coisas importantes na próxima temporada.


Próximo jogo


Steelers x Chiefs, Wild Card Weekend, domingo (16/01) às 22:15, em Kansas.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png