• Nathan Bizotto

Carolina Panthers vencem os Steelers com facilidade

Atropelo em Carolina. Panthers jogam bem e vencem o confronto contra os reservas de Pittsburgh por 34x9. Na última sexta-feira à noite, às 20:30h, os Steelers visitaram a equipe de Carolina em jogo válido pela última semana da pré temporada. Após vencer duas partidas consecutivas, o time de Mike Tomlin saiu com resultado negativo do Bank Of America Stadium. Enquanto a equipe de Joe Brady apresentou bom desempenho, com destaque para Sam Darnold, que fez sólida partida diante o adversário.



Não houve disputa na Carolina do Norte. A franquia da casa não tomou conhecimento e venceu os visitantes com autoridade. Ambos os times pouparam grande parte dos principais atletas — principalmente Pittsburgh. A maior história do jogo esteve atrelada a Sam Darnold. Após três temporadas desastrosas em Nova Iorque sob o comando de Adam Gase, o Quarterback parece estar confortável com o plano de jogo de Joe Brady, e o panorama do confronto deu bons indicativos da parceria entre os dois.


steelerswire.usatoday.com

O desempenho de Carolina foi aquém comparado aos dois primeiros jogos. A equipe fez 13 pontos a mais nesta partida do que nos dois primeiros confrontos somados. Além disso, ficou sem ceder pontuação para o adversário no primeiro tempo. Pittsburgh também se diferenciou das partidas anteriores, porém, negativamente. A pontuação sofrida ficou próxima da soma das duas primeiras semanas, e no ataque, a franquia acumulou míseros nove pontos.


A primeira etapa foi amplamente dominada por Carolina. O placar de 17x0 reflete a dominância do time da casa. O primeiro first down dos Steelers ocorreu somente após nove jogadas da equipe. Outrora, os Panthers ficaram com a posse sete minutos no primeiro drive. A soma total de jardas de Pittsburgh nos dois primeiros quartos é igual ao número conquistado por Carolina na primeira campanha. Ou seja, houve uma ampla autoridade por parte do time mandante.


steelerswire.usatoday.com

O panorama do segundo tempo teve nuances da primeira etapa. O placar foi 17x9, porém, Sam Darnold deu lugar aos reservas da posição — PJ Walker e Will Grier. Do lado de Pitsburgh, Haskins teve desempenho superior na segunda etapa e se redimiu com um touchdown passado para Ray-Ray McCloud. Embora o placar do tempo final tenha sido equilibrado, os Steelers seguiram abaixo do nível das duas primeiras partidas, todavia, a falta de titulares esteve ligada ao mau desempenho. Carolina se acomodou com o resultado e utilizou bastante do jogo terrestre — Spencer Brown e Chuba Hubbard foram destaques no quesito.


A partida terminou com o placar de 34x9 para os Panthers. Carolina acumulou 404 jardas contra 221 dos Steelers. Além disso, o time mandante teve mais do dobro de First Downs — 25x9. O tempo de posse ilustra ainda mais a superioridade do resultado — 36,14 x 23,46 — o time de Joe Brady ficou com cerca de 60% do tempo da posse.


steelerswire.usatoday.com

Apesar da disparidade da partida, Pittsburgh entra para a temporada com perspectivas melhores que Carolina. Embora tenha feito bom jogo, Sam Darnold ainda é uma incógnita, e o sucesso da equipe na temporada passará por sua evolução. Do lado amarelo, o time de Mike Tomlin entra com questionamentos acerca do jogo terrestre e da durabilidade de Big Ben, todavia, ainda sim é um time mais competitivo do que Carolina atualmente.


steelerswire.usatoday.com

As equipes terão duas semanas de intervalo para oficializar os 53 jogadores presentes no elenco, após isso, inicia a temporada regular. Carolina enfrenta um adversário imprevisível na estreia, o time jogará contra o New York Jets, em casa, no domingo dia 12/09, às 14h, no horário de Brasília. Enquanto isso, Pittsburgh enfrenta um dos favoritos à AFC. A franquia viaja para enfrentar o Buffalo Bills no domingo dia 12/09, às 14h, no Bills Stadium.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png