• Mateus Bertuol

Cardinals recebem Packers em duelo direto pela melhor campanha da NFC

O invicto Arizona Cardinals se prepara para mais um grande desafio na temporada. Para chegar ao tão esperado 8-0, a equipe encara o embalado Green Bay Packers, que vem de seis vitórias seguidas, nesta Thursday Night Football.


A quinta-feira promete um duelo bem interessante entre dois dos melhores times da NFL atualmente. Os Cardinals são os únicos invictos no momento, dominando seus adversários cada vez mais, enquanto os Packers – após o apagão na primeira semana – não perderam mais e têm crescido semana após semana, mas contam com alguns desfalques importantes para o duelo.


Sem contar Jaire Alexander e Za’Darius Smith, que estão na IR, Davante Adams testou positivo para Covid-19 e foi colocado na lista de Covid, juntamente com o coordenador defensivo Joe Barry, conforme anuncio da franquia nesta semana. Por ter tido contato próximo com Adams e não estar vacinado Allen Lazard também é outro desfalque – como reportou Ian Rapoport - e complica ainda mais o ataque dos Packers. Para o corpo de recebedores, o head coach Matt LaFleur revelou em entrevista coletiva que Marquez Valdes-Scantling pode voltar aos gramados nesta quinta, juntamente com o LB Preston Smith e o CB Kevin King.


No lado de Arizona, a equipe lida com uma pequena preocupação com seu WR1, DeAndre Hopkins, com um problema na coxa. Outro que está questionável é o DE JJ Watt, com problema no ombro. Contudo, os dois devem estar aptos para o jogo e se juntar a Chandler Jones e Zach Allen, que voltam da lista de Covid-19.


Mark J. Rebilas/USA TODAY Sports


Histórico


Cardinals e Packers já se enfrentaram 75 vezes na história e Green Bay leva grande vantagem, com 45 vitórias contra 26 de Arizona e ainda 4 empates. O primeiro jogo entre as duas franquias ocorreu em 1921, quando a franquia da NFC West ainda era o Chicago Cardinals, e o jogo acabou empatado em 3 a 3.


Desde 2000, tivemos 10 jogos entre os dois e cada um venceu 5 vezes. Porém, os últimos 3 jogos foram vencidos por Arizona, contando também aquele jogo maluco nos playoffs em 2016. Falando em playoffs, as franquias já se encontraram 3 vezes na pós-temporada. Na primeira vez, em 1983, os Packers venceram por 41 a 16, mas nas últimas duas, em 2010 e 2016, os Cardinals bateram o rival em dois jogos com prorrogação.


Ataque de Arizona está encaixado

A chegada de Zach Ertz trouxe à Arizona a peça que faltava para completar o lado ofensivo da franquia. O jogo terrestre com Chase Edmonds e James Conner está engrenando e possui uma média de 4,2 jardas por tentativa, chegando à marca de 956 totais até o momento.


No jogo aéreo, Kyler Murray tem jogado em nível de MVP e já tem quase 2000 jardas passadas na temporada. Especialmente em 2021, Murray tem distribuído mais a bola entre seus recebedores, sem ficar tão dependente de DeAndre Hopkins, que já acumula 33 recepções para 420 jardas e 7 touchdowns. Com as carências na secundária de Green Bay, além de Hopkins, AJ Green (com 406 jardas recebidas), Christian Kirk (com 408) e Rondale Moore (com 303) devem ser muito explorados no fundo do campo.


Wesley Hitt/Getty Images


O treinador Kliff Kingsbury fez os ajustes necessários muito pedidos ainda no ano passado e tem feito boas chamadas, permitindo a equipe marcar mais de 30 pontos em 6 dos 7 jogos nesse início de temporada.


Ataque de Green Bay sem jogo terrestre


O ataque dos Packers está com dificuldades de correr com a bola e ficou muito dependente do jogo aéreo. Porém, a equipe conta com o desfalque dos dois principais recebedores, o que vai atrapalhar quando Aaron Rodgers estiver pressionado. Por isso, podemos ver o quarterback se aventurando e correndo com a bola contra Arizona.


Aaron Jones e AJ Dillon não vêm tendo bons jogos, conseguindo 714 jardas até o momento e isso dificulta a rotação das engrenagens do ataque. Por enquanto, o jogo aéreo vai tapando os buracos da pouca produtividade do corrido, que chegou a apenas 57 jardas contra Washington.

Contudo, os running backs, principalmente Aaron Jones, têm sido muito importantes recebendo passes, o que pode ser uma grande ajuda para Rodgers nessa quinta-feira. Jones já possui 26 recepções para 176 jardas e 4 touchdowns.


Defesa terrestre de Arizona tem sido o pior ponto do time


Que Arizona está muito bem e dominando seus oponentes, isso não tem como discutir, mas toda franquia possui um ponto fraco, e o dos Cardinals é a defesa contra o jogo corrido. Por ter um ataque muito explosivo, o time faz com que o adversário tenha que passar mais a bola para encostar no placar, e por muitas vezes abandone o jogo terrestre, o que faz essa unidade se sobressair defendendo o passe.


Green Bay não vem tendo boas atuações correndo com a bola, mas essa é a chance de ouro para que os RBs da franquia se destaquem. Correr bem com a bola sempre foi a chave do sucesso contra times com ataques muito explosivos, e aqui não é diferente. Se o jogo terrestre encaixar, Green Bay pode castigar, além do play action, deixando o ataque de Arizona por muito tempo fora de campo.


Todavia, a unidade defensiva dos Cardinals recebe o reforço principalmente de Chandler Jones, que quando entrou em campo foi muito eficiente no pass rush. A DL é um dos principais setores na contenção da corrida e vai enfrentar uma linha ofensiva desfalcada dos Packers. O OT David Bakhtiari ainda não conseguiu ficar saudável e o calouro Josh Myers também tem lutado contra lesões na temporada.


Defesa Packers com desfalques


Green Bay apresenta muitos problemas em relação à disponibilidade dos jogadores para este jogo. Na parte defensiva, os principais são o CB Jaire Alexander e agora o coordenador defensivo Joe Barry, que também entrou na lista de Covid-19.


Stacy Revere/Getty Images


Mesmo com a perda de jogadores importantes, a unidade defensiva comandada por Joe Barry vinha fazendo um excelente trabalho, tanto contra o jogo aéreo, como contra o jogo terrestre, que foi o principal problema da unidade em 2020. Contudo, o coordenador defensivo não vai poder estar presente na sideline nesse Thursday Night e os ajustes defensivos deverão ser feitos por outra pessoa.


Com problemas no comando e também na secundária, o pass rush deve ser a principal carta dessa defesa, que espera com que o grupo de DLs consiga pressionar Kyler Murray para que o quarterback não explore tanto o fundo do campo. Murray tem um passe em profundidade muito bom e é o principal desafio que Green Bay enfrentará nessas 8 primeiras semanas.


Palpite


Com certeza esse Thursday Night Football será um dos melhores jogos da rodada e promete grandes emoções nessa quinta-feira. Frente a frente um quarterback com tantos anos na liga, como Aaron Rodgers, e uma estrela que vai surgindo, como Kyler Murray, estão jogando muito bem em 2021 e prometem uma grande disputa pela ponta da conferência. Mesmo com desfalques, a experiência do QB conta, e muito, em jogos como esse, por isso aposto na vitória do Green Bay Packers.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png