• Lucas Rocha

Cardinals esperam conseguir manter Chandler Jones

Após o pedido de troca feito por Chandler Jones na última offseason, pouco se falou sobre o veterano continuar na equipe ou não. Faltando um mês para o início da free agency, o assunto volta à tona e fica a dúvida: qual será o destino de Chandler Jones?



Em entrevista na última sexta-feira [25/02], o dono do Cardinals, Michael Bidwill, foi perguntado sobre a situação de Jones, e se ele irá continuar no clube. Bidwill foi sincero, dizendo o quanto ama Jones e que quer que ele fique.


Norm Hall/Getty Images

“O que eu posso dizer é que amamos Chandler, e amaríamos que ele voltasse,” disse Bidwill durante participação do programa Arizona Sports’ Bickley & Marotta. “O diabo se encontra nos detalhes. Vou deixar isso com nosso general manager Steve Keim e os representantes de Chandler para que eles resolvam isso. Mas amamos Chandler e tudo que ele fez pra nós no passado e, se tudo der certo, no futuro.”

Os detalhes ditos por Bidwill são a grande complicação para uma renovação. Jones tem 32 anos, idade considerada avançada para um jogador da sua posição. Além disso, Jones recebeu a franchise tag no ano passado, e a procura que deve receber de outras equipes pode afetar bastante o desejo do veterano ficar no deserto. Segundo o portal Spotrac, o valor de mercado de Jones é de $14.5 milhões de dólares anuais, e o Cardinals tem cerca de $2.7 milhões de dólares no salary cap.


Norm Hall/Getty Images

Sobre os comentários de Bidwell, Jones não deu entrevistas respondendo o dono da equipe, mas expressou seu pensamento no seu Twitter, postando um tweet com emojis rindo após a entrevista de Bidwell. O jogador havia solicitado a troca ao final da temporada 2019, após o Cardinals não aceitar reformular o contrato de Jones como pedido pelo jogador, que solicitou a troca e não participou dos training camps. Jones voltou para a temporada regular, porém, terminando com 10.5 sacks e 6 fumbles forçados em 15 jogos e sendo o principal jogador do front seven da equipe. Caso Jones saia, o Cardinals toma um duro golpe. Haason Reddick foi dispensado ao final do seu contrato em 2020, JJ Watt continua sofrendo com lesões e Markus Golden, o outro OLB titular, entra em seu último ano de contrato.



Draftado em 2012 pelo Patriots, Jones chegou no Cardinals em 2016 via troca. Nos 10 anos de carreira, Jones tem 107.5 sacks, 331 tackles solo e 33 fumbles forçados, além de 4 seleções para o Pro-Bowl (3 pelo Cardinals) e 2 vezes eleito para o All Pro (2017 e 2019).

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png