• Mateus Bertuol

Cardinals enfrentam 49ers buscando recuperação após primeira derrota

Pela segunda vez no ano, Cardinals e 49ers se enfrentam em momentos distintos na divisão. Enquanto Arizona não quer perder a primeira posição da divisão, San Francisco não quer ficar para trás e ainda sonha com uma vaga no wild card.



Ataque dos Cardinals mostrou fragilidades


Mesmo contra a boa defesa de Green Bay, o lado ofensivo dos Cardinals pecou em vários momentos do jogo. Kyler Murray – um dos favoritos ao prêmio de MVP - lançou duas interceptações por culpa dos recebedores e mesmo terminando com 274 jardas, sofreu com a pressão da linha defensiva.


Esse ataque vinha tendo mais de 30 pontos em quase todas as partidas antes de enfrentar os Packers e a perda da invencibilidade pode afetar o lado mental dos jogadores. A parte boa para Arizona é que a derrota foi na quinta-feira, assim o time teve mais de uma semana para se recuperar e estudar o rival desde domingo. Porém, mesmo com todo esse tempo de recuperação, Kyler Murray ainda não está 100% devido a um problema no tornozelo esquerdo sofrida no último duelo contra os Packers.


Chris Coduto/USA TODAY Sports

Segundo Jay Glazer, da Fox Sports americana, Murray sofreu uma torção no tornozelo e o head coach Kliff Kingsbury anunciou na segunda-feira que a decisão se o QB vai ou não para o jogo de domingo será tomada “dia após dia”. Sem Murray, o ataque dependerá muito do jogo terrestre, que não funcionou muito bem na última partida. O time correu com a bola muito mais quando esteve na red zone e na primeira partida contra os 49ers, conseguiu apenas 94 jardas em 27 tentativas terrestres.


Jogo para as defesas


Assistir um jogo divisional sempre é bom, ainda mais da NFC West, onde todos os times são muito fortes. Contudo, todas franquias têm um ponto fraco e na defesa dos Cardinals e 49ers não é diferente. Do lado de San Francisco, o excesso de faltas foi um dos principais fatores para a equipe perder o jogo contra os Colts, mas melhorou no jogo contra os Bears. Porém, Justin Fields ainda não é um grande passador em profundidade e se Kyler Murray jogar, domingo será um grande teste para essa secundária.


No lado de Arizona, a defesa terrestre ainda é o ponto mais fraco da unidade e a perda de JJ Watt pode deixar isso ainda mais claro, já que o time tem a segunda pior unidade em jardas por tentativas permitidas, com uma média de 4,9. Agora, a equipe enfrenta uma das surpresas da temporada, Elijah Mitchell, que vem de jogo de 137 jardas na semana 8. Se bem acionado, Mitchell pode causar graves problemas para a defesa dos Cardinals.


A diferença de um Garoppolo eficiente


No seu segundo jogo após voltar de lesão, Jimmy Garoppolo teve uma grande partida, distribuindo bem a bola e até correndo com ela. O quarterback terminou com 322 jardas e 2 TDs corridos, o que fez o ataque de San Francisco anotar mais de 30 pontos.


A diferença foi clara comparando o jogo contra os Colts, e mostra ainda mais o quanto um quarterback é importante para o desempenho do time em um jogo. No primeiro duelo com Arizona, Trey Lance foi o titular, mas o calouro ainda não está pronto para ser o franchise QB dos 49ers, por isso muitas jogadas mais simples foram chamadas. Agora, Jimmy G está no momento certo para mostrar que ainda pode render dentro da NFL.


Jonathan Daniel/Getty Images

Contudo, a culpa do desempenho de Garoppolo não é só do quarterback. O head coach Kyle Shanahan tomou decisões bem questionáveis no segundo tempo contra Indianápolis, deixando de correr com a bola no meio de uma forte chuva. Lógico que Garoppolo também não é um QB de primeira prateleira, mas o treinador deve melhorar suas escolhas de jogadas para que o time consiga bater de frente com o rival no domingo.


Palpite


As duas equipes vêm de momentos distintos: enquanto San Francisco se recuperou e venceu os Bears, Arizona esteve muito perto da vitória, mas falhou nos últimos metros do campo. Todavia, o elenco dos Cardinals ainda é superior e o time não pode perder os Rams de vista na briga pela primeira colocação da divisão, por isso aposto que Kyler Murray vai para o jogo e o Arizona Cardinals vence o duelo.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png