• Vinicius Kafka

Cardinals acreditam no breakout year de Kyler Murray

Primeira escolha do Draft de 2019, Kyle Murray teve grandes feitos em seus dois primeiros anos na liga, porém o Quarterback ainda pode evoluir e subir de patamar nas prateleiras da posição, caso consiga as chances de colocar os Cardinals de volta aos playoffs é muito grande. E a franquia está empolgada para o terceiro ano de seu jovem quarterback e quem garante isso é o General Manager Steve Keim:



“São pequenas coisas (respondeu sobre o que vê diferente de Murray para este ano). Seja vendo o campo ou jogando com um pouco mais de consistência. Sabemos que temos um cara que pode mudar o jogo e que é muito especial, ele é um competidor raro. Não tenho dúvidas de que ele voltará a crescer e se desenvolver em todas essas áreas. “Eu diria que minha confiança em Murray está em alta”.


Crédito: Christian Petersen/Getty Images

Em seguida comentou sobre a importância de montar uma equipe para Murray competir ainda como calouro:

“Com um jogador como Kyler Murray, uma coisa bem legal é poder montar uma equipe ao redor dele. É um atleta com quem você pode crescer como franquia e como equipe. Há muitas coisas que você pode fazer, principalmente durante o contrato de calouro comparado com um veterano que ocupa boa parte do nosso salary cap”.

Keim também fez questão de comparar Murray com o ex-quarterback da franquia Carson Palmer:

“Carson Palmer era um cara que nos empolgava e fazia todas as coisas certas. E depois havia algumas coisas do ponto de vista de sua durabilidade, você ficava preocupado se ele conseguia se manter saudável. Mas ele jogou em alto nível e fez muitas coisas, foi um grande líder. Agora com um cara como Kyler Murray, o que é tão empolgante para mim é ter a oportunidade de construir em torno de um jovem jogador”.

Considerando que o “tempo de corte” para um quarterback são três anos, este deve ser o ano mais importante para Murray. E a expectativa é alta devido a seus bons desempenhos que o garantiram por exemplo o prêmio de Offensive rookie of the year, em 2019. Em dois anos Murray acumulou 46 touchdowns,7.693 jardas aéreas e 24 interceptações. Números que podem ser melhorados neste terceiro ano de Liga e terceiro ano com a mesma comissão técnica.


E Murray também comentou sobre não ter ido aos playoffs.


Crédito: Photo by Christian Petersen/Getty Images

“Emocionalmente na última temporada foi frustrante, especialmente para mim. Eu quero ganhar. Não ir aos playoffs é estranho para mim. Sempre joguei além da temporada regular em todos os esportes que atuei, sei que é a NFL e não quero me acostumar em não ir aos playoffs. É definitivamente perturbador e frustrante quando você está perdendo aqueles jogos em que deveria ganhar. Ao mesmo tempo sou um cara motivado e considero tudo isso como motivação”.

Para a nova temporada a franquia de Arizona terá muitos jogos difíceis, mas a equipe se reforçou bem e pode sonhar com uma vaga nos playoffs.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png