• Mateus Bertuol

Browns vencem Vikings por 14-7 e colam na liderança da AFC North

No reencontro de Kevin Stefanski com Minnesota, o jogo terrestre e a defesa garantiram a terceira vitória seguida e o empate na liderança da divisão para os Browns, enquanto os Vikings se complicam dentro da NFC North.



Nick Chubb e Kareem Hunt


Baker Mayfield não estava no seu melhor dia e terminou a partida com 15/33 passes para apenas 155 jardas, com alguns lançamentos ruins e outras decisões bem questionáveis. Por isso, o jogo corrido seria importante, e conseguiu garantir o único touchdown da equipe na partida, com Kareem Hunt.


Hunt terminou o jogo com 14 carregadas para 69 jardas e 1 TD, além de 2 recepções para 17 jardas. Ele foi mais acionado em jogadas onde o ganho de jardas seria pequeno, mas teve uma grande corrida para 33 jardas. Já Nick Chubb finalizou o jogo com 21 tentativas para 100 jardas e mais 5 jardas aéreas, fazendo o grupo de RBs de Cleveland aterrorizar a defesa de Minnesota.





Kirk Cousins pressionado não funciona


A linha ofensiva dos Vikings vinha fazendo um bom trabalho nesse início de temporada para deixar Cousins o mais tranquilo possível no pocket. Com boa proteção e ótimas chamadas ofensivas, o QB teve bons jogos e fez com que seu nome pipocasse em debates para MVP.


Contudo, nesse domingo o pocket de Minnesota não estava como nas outras semanas, e Cousins sofreu com a pressão de Cleveland. Os Vikings começaram o jogo com um drive perfeito, gastando relógio, percorrendo o campo inteiro e terminando com um touchdown de Cousins para Justin Jefferson, mas dali para frente o ataque só caiu de produção. Após os Browns virarem o confronto com o TD de Kareem Hunt e uma conversão de 2 pontos, Minnesota não achou mais soluções para fazer seu ataque chegar em zonas de pontuação novamente.


Kirk terminou o confronto com 20/38 passes para 203 jardas, 1 TD e 1 interceptação em um passe muito arriscado do QB. Já a OL, que por um lado cedeu apenas 2 sacks, por outro cedeu muitas pressões que fizeram Cousins ter muitas dificuldades para ler jogadas e, consequentemente, seu ritmo caiu muito comparado às 3 primeiras semanas.


Adam Bettcher/Getty Images

No jogo corrido, Dalvin Cook passou a impressão de que não estava 100%, terminando o jogo com 9 carregadas para apenas 34 jardas e Alexander Mattison fechou o jogo com 10 tentativas para somente 20 jardas. Com o jogo terrestre mal e o QB sendo muito pressionado, os tight ends são peças essenciais para o jogo, e como os Vikings não têm grandes nomes na posição, eles ficam muito reféns dos seus WRs.


As duas defesas foram bem


Mesmo perdendo, a defesa dos Vikings mostrou pontos positivos que não vinham acontecendo em outros jogos. A linha defensiva também conseguiu pressionar Baker Mayfield, e Everson Griffen – com 1 sack em uma quarta descida – mostrou que ainda tem lenha para queimar na NFL.


Os problemas na secundária também diminuíram, e com a ajuda da pressão, a equipe cedeu apenas 155 jardas aéreas. Já no lado dos Browns, os ajustes após o primeiro drive terrível fizeram com que a equipe não sofresse mais nenhuma pontuação na partida. Myles Garrett, principal pass rush da franquia, não precisou aparecer no jogo, pois Jadeveon Clowney e Takkarist McKinley deram muito trabalho à OL adversária.





A secundária do Cleveland Browns também teve um grande jogo. Denzel Ward foi muito bem marcando as laterais do campo e principalmente quando foi utilizado em blitz. O calouro Jeremiah Owusu-Koramoah mais uma vez foi bem cobrindo o meio do campo e o CB Greedy Williams conseguiu sua primeira interceptação na NFL.


Com o resultado desse domingo, o Cleveland Browns se iguala com Bengals e Ravens na ponta da AFC North, e volta a campo no próximo domingo para encarar o Los Angeles Chargers. Já o Minnesota Vikings ficou para trás com a vitória do Chicago Bears, mas encara o Detroit Lions semana que vem para voltar a brigar pelos playoffs.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png