• Rodrigo Menezes

Browns mostram sua força ao vencer duelo contra os Bengals

Demorou 9 semanas, mas finalmente o Cleveland Browns favorito a conquistar o título da AFC Norte estreou na temporada 2021 da NFL. Com uma excelente atuação de sua defesa e uma apresentação sólida e confiável do seu ataque, os Browns mostraram a sua força e não deram chances para os Bengals. Já a equipe de Cincinnati pode ligar o sinal de alerta, já que amargou a segunda derrota seguida, com mais uma partida apagada de Ja’Marr Chase e de sua defesa.



Para vencer na NFL, um dos fatores é vencer a batalha dos turnovers. E os Bengals começaram a se complicar logo no primeiro drive da partida. Após chegar à beira de endzone e flertar com um touchdown, Joe Burrow acabou sendo interceptado por Denzel Ward na linha de 1 jarda e viu o cornerback retornar para um TD dos Browns. Apesar do revés, o QB dos Bengals mostrou resiliência e conduziu sua equipe novamente para a redzone. Dessa vez, Joe Mixon garantiu os 6 pontos para Cincinnati com uma boa corrida de 11 jardas. O jogo começava quente, e o ataque dos Browns nem tinha entrado em campo com mais de 10 minutos jogados.


Denzel Ward celebra seu pick six no começo da partida. Cornerback foi um dos destaques da equipe nesse domingo. (Joshua Gunter – cleveland.com)

E quando entrou, mostrou o que tem de melhor: Nick Chubb. O RB lidou com lesões nas últimas semanas, mas mostrou que está recuperado e pronto para ser o jogador mais decisivo dos Browns. Com boa participação dele, o primeiro drive de ataque de Cleveland avançou bem pelo campo e terminou com um TD do próprio Chubb, colocando o time a frente do placar novamente e jogando pressão para o lado dos Bengals.


O segundo quarto da partida foi decisivo para definir o rumo da partida. A defesa dos Browns vinha de 2 boas partidas e estava confiante. E Cincinnati não conseguiu encontrar respostas para vencê-la e evitar os problemas. Um turnover on downs e um fumble sofrido pelo calouro Ja'Marr Chase foram os resultados dos dois primeiros drives da equipe nesse período. Para piorar, os Browns anotaram 10 pontos a partir desses erros. Primeiro com um touchdown de 60 jardas após a conexão de Baker Mayfield com Donovan People-Jones, substituto de Odell Beckham Jr., em um drive de apenas 1 jogada, e depois com um FG. Os Bengals ainda conseguiram anotar um field goal no final do primeiro tempo, mas os desenhos da partida estavam claro: os Bengals até dominavam o relógio, mas a defesa dos Browns dominava a partida e o ataque era mortal quando tinha a posse da bola. O placar de 24 x 10 era justo.


Joe Burrow novamente sofreu com os turnovers, lançando duas interceptações nessa partida. O QB foi novamente muito pressionado e com isso cometeu erros decisivos. (Bryan Woolston – AP Photo)

O segundo tempo começou com as defesas se sobressaindo, com 2 punts nos primeiros drives. Porém, o domínio dos Browns ficou evidente quando Nick Chubb correu para 70 jardas e seu segundo TD na partida. Mais uma campanha de apenas 1 jogada que terminava com 7 pontos anotados para Cleveland. Com 21 pontos de déficit, Burrow entrou em campo precisando pontuar. Mas, pressionado, o QB acabou na verdade lançando sua segunda interceptação, novamente em um passe na direção de Ja'Marr Chase. O ataque dos Browns entrou em campo e anotou mais 3 pontos no placar.


Mais uma vez apagado, Ja'Marr Chase esteve presente nos três turnovers da partida. As duas interceptações de Burrow foram em passes lançados em sua direção, e o WR ainda sofreu um fumble. (Emilee Chinn – AP Photo)

Após mais esse turnover contabilizado por Cleveland, a partida parecia definida. Os Bengals até tiveram um momento em que o momento da partida parecia ter mudado no final do terceiro e começo do último quarto, quando Joe Mixon anotou seu segundo TD no jogo e os Browns perderam um FG na sequência. Porém foi apenas uma breve ilusão, já que os Bengals tiveram um turnover on downs no drive seguinte, e Cleveland anotou mais um touchdown, com Mayfield conectando Njoku para 18 jardas. O placar de 41 x 16 definia a partida, e o final de jogo foi apenas protocolar.


Nick Chubb corre 70 jardas para anotar seu segundo TD na partida. O RB foi o grande destaque dos Browns e mostra estar bem recuperado de lesão. (Aaron Doster – AP Photo)

A vitória dos Browns recoloca a equipe em condições de brigar por uma das vagas de Wild Card e até a sonhar com o título da divisão, já que está 1,5 jogos atrás do líder Ravens e ainda tem 2 jogos contra Baltimore para serem realizados. A defesa continua atuando muito bem e o ataque parece ter melhorado após a saída de OBJ. Se conseguir manter esse nível de atuação contra os Patriots na próxima semana e os Lions na rodada seguinte, Cleveland chegará preparado e embalado para os duelos contra os Ravens nas semanas 12 e 14. Ainda é possível sonhar.


Já Cincinnati parece ter perdido o embalo do começo da temporada. Após dominar os Ravens duas rodadas atrás, a equipe sofreu mais de 30 pontos em duas semanas seguidas, e ainda por cima viu o ataque perder o ímpeto. Coincidência ou não, foram nesses dois jogos que Ja'Marr Chase esteve abaixo do nível demonstrado no começo da temporada, e isso indica o quanto Burrow precisa do seu WR para conseguir levar esse ataque adiante. Chase ainda é um calouro, mas se os Bengals quiserem ir aos playoffs, ele vai precisar amadurecer rápido e encontrar seu bom futebol novamente. E a bye week chegou no melhor momento possível para isso.


Destaques


Bengals: Joe Burrow (28/40, 282 jardas, 0 TD, 1 INT); Joe Mixon (13 corridas, 64 jardas, 2 TDs); Sam Hubbard (1 sack, 2 tackle for loss); Trey Hendrickson (1 sack, 1 tackle for loss).


Browns: Baker Mayfield (14/21, 218 jardas, 2 TDs); Nick Chubb (14 corridas, 137 jardas, 2 TDs); Troy Hill (2 sacks, 2 tackle for loss); Denzel Ward (1 pick six).


Próximos jogos


Browns x Patriots, domingo (14/11) as 15:00, em Foxborough.

Bengals x Raiders, domingo (21/11) as 18:05, em Las Vegas.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png