• Rodrigo Menezes

Browns e Cardinals fazem um dos confrontos mais promissores dessa rodada

Alerta de jogo imperdível!!! O invicto Arizona Cardinals irá viajar para Cleveland tentando manter sua campanha perfeita e se consolidar de vez como o melhor time da NFL. Já o Browns vem mordido depois de ser a primeira equipe na história a perder uma partida em que fez mais de 40 pontos e não sofreu nenhum turnover. Foi uma derrota dolorosa, mas nada melhor do curar o coração do torcedor de Cleveland vencendo o último invicto da temporada 2021. Você não vai ser louco de perder esse jogo, vai?



Os Bronws vêm para essa partida com um número de jogadores com problemas físicos muito grande. A derrota para os Chargers não foi dolorosa apenas pelas circunstâncias, mas também pela exigência física da partida em si, que 16 jogadores não conseguissem participar de forma integral dos treinamentos da equipe durante a semana. Além disso, a notícia de que Nick Chubb está fora da partida e que Kareem Hunt tem dores no joelho impacta a equipe de forma importante, já que essa dupla é responsável por fazer de Cleveland o melhor ataque terrestre da NFL.


Ausência de Nick Chubb aumenta a importância de Kareem Hunt nessa partida. (Ross D. Franklin – AP Photo)


Apesar dos problemas, o matchup entre os RBs dos Browns com a defesa adversária é a ser explorado. Arizona tem uma das piores defesas contra o jogo terrestre, e mesmo baleado, Hunt pode colocar bons números nas suas estatísticas e no placar. E ainda tem Demetric Felton, um novato que foi draftado na sexta rodada e que terá pela primeira vez a chance de mostrar sua qualidade. Nada melhor do que estrear contra uma defesa mais permissiva. Se Cleveland conseguir manter o bom nível do seu ataque terrestre, Baker Mayfield terá menos pressão e poderá ter mais uma boa atuação, algo fundamental para os Browns voltarem a vencer.


Por outro lado, a defesa dos Browns preocupa para essa partida. Apesar dos bons números da equipe (2ª contra corridas, 10ª contra passes), a equipe vem com muitos jogadores sem estar 100%, entre eles Jadeveon Clowney e Myles Garrett, que podem jogar, mas estão nesse momento como dúvida para a partida. Esses problemas físicos podem atrapalhar a equipe a pressionar Kyler Murray, e facilitar a vida do QB adversário. Além disso, Denzel Ward e Greg Newsome também perderam tempo por lesão durante a semana, e enfrentar DeAndre Hopkins é uma tarefa muito difícil quando não se está inteiro fisicamente. Se os Cardinals souberem aproveitar a questão física de Cleveland, os Browns terão sérios problemas na partida.



Myles Garrett lidou a semana toda com problemas no tornozelo e no joelho, e não deve estar 100% nessa partida. Apesar disso, ele é a maior esperança de fazer boas jogadas nessa defesa. (David Richard – AP Photo)


Já Arizona vem para esse jogo confiante para esse jogo. Apesar de também ter muitos jogadores no departamento médico, entre eles Kyler Murray e DeAndre Hopkins, os problemas da equipe parecem ser menores do que o de seu adversário. Além disso, a moral da equipe está muito alta, já que a equipe vem vencendo mesmo em jogos em que o time não atua tão bem. É interessante de ver que quando o ataque não vai tão bem, a defesa compensa, e o mesmo acontecesse no caso contrário. Isso faz de Arizona uma das equipes mais fortes da liga, e vencê-los não é para qualquer adversário. É necessário fazer uma partida quase perfeita para isso.



DeAndre Hopkins quebrou o recorde de número de recepções antes 30 anos na semana passada. Apesar de estar menos participativo nos jogos de Arizona, ainda é a maior ameaça desse ataque. (Kirby Lee – USA TODAY Sports)


Nesse jogo, a equipe vai precisar muito do seu jogo aéreo. A secundária dos Browns tem bons nomes, mas vários não irão estar bem fisicamente nessa partida. Com isso, é uma grande oportunidade para DeAndre Hopkins voltar a ter uma atuação digna de melhor WR da liga, algo que não vem acontecendo com frequência nessa rodada. Muito bem marcado, o camisa 10 vem aparecendo em poucos momentos na partida, e ainda que isso abra espaço para outros WRs aparecerem, como Green, Kirk e Isabella, espera-se mais do jogador que vem sendo um dos melhores jogadores da posição nos últimos anos. E nada melhor do que uma partida desse tamanho para voltar a brilhar e levar os Cardinals a sexta vitória na temporada.



Chase Edmonds precisará repetir a partida que fez com o LA Rams para que os Cardinals fiquem mais parte da vitória. (Christian Petersen – Getty Images)


Por outro lado, o jogo corrido deve ser um problema para Arizona, tanto no ataque como a defesa. Primeiro porque a equipe enfrenta a segunda melhor defesa contra o jogo terrestre da liga, e nem Edmonds nem Conner são RBs que estão entre os melhores da NFL. Para ajudar, Edmonds tem um problema no ombro e está listado como questionável para a partida. Além disso, Cleveland tem o melhor ataque terrestre da NFL, e Arizona uma das defesas que mais cede jardas para os RBs adversários. Mesmo com a ausência de Nick Chubb, os Cardinals precisarão se superar para conseguir parar Kareem Hunt e fazer com que Mayfield tenha que lançar mais bolas. Arizona terá que estar muito focado nessas questões para não acabar perdendo a primeira na temporada.


Palpite


Essa partida tem potencial de ser a mais disputada e equilibrada da rodada. Com as duas equipes completas, eu acredito que os Browns tenham mais de onde tirar, mas nessa rodada o número de lesões, principalmente a ausência de Nick Chubb, fará a balança mudar de direção. Acredito em uma vitória apertada dos Cardinals, 31 a 27.


Injury Report


Browns: Nick Chubb (RB) e Malcolm Smith (LB) estão fora da partida. Além deles, outros 10 jogadores estão listados como Questionable para esse jogo, entre eles Jadeveon Clowney (DE), Myles Garrett (DE), Kareem Hunt (RB) e Denzel Ward (CB).


Cardinals: Rodney Hudson (C) é uma baixa importante para essa partida, além de Tanner Vallejo (ILB). Outros 6 jogadores estão como Questionable, entre eles Byron Murphy Jr. (CB), Kelvin Beachum (RT) e Chase Edmonds (RB).

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png