• Anna Carolina

Briga de foice: Colts e Jaguars se enfrentam em duelo decisivo

Mesmo que a qualidade do jogo seja duvidosa, duelos de divisão sempre garantem boas histórias. É este o caso do primeiro duelo entre Indianapolis Colts e Jacksonville Jaguars, no próximo domingo [12/11]. Um jogo não tão comentado, mas que vale muito para ambas as equipes. Para os Jaguars, uma vitória traria mais respeito à reconstrução da franquia. Para os Colts, é a primeira batalha da guerra pelos playoffs.



Colts no modo 007: Live and Let Die


Torcedores dos Colts, apertem os cintos: as próximas semanas serão adrenalina pura misturada com desespero. Assim como o filme do James Bond, terá muitos obstáculos, vilões maquiavélicos, explosões e lutas. Porém, diferente do título do filme (e da música do Paul McCartney), os Colts não podem morrer na praia, se quiserem sonhar com pós-temporada em janeiro.


A segunda metade do calendário começa agora. Bem, é certo que começou com os Jets, porém uma vitória em cima do rival de divisão é fundamental para Indianapolis. Depois do primeiro confronto com os Jaguars, a equipe pegará duas pedreiras em sequência: Bills e Buccaneers. Com a exceção do jogo contra os Texans e o segundo jogo contra Jacksonville na semana 18, os outros adversários são para lá de complicados: Patriots, Cardinals e Raiders (apesar dos problemas). Em outras palavras: os Colts terão que capinar o calendário com foice. A questão é: tem time para isso?



Reprodução: Getty Images


Após um começo tenebroso, a defesa do Indianapolis Colts finalmente vem dando sinais de melhora. DeForest Buckner vem melhorando aos poucos, bem como Darius Leonard e Matt Eberflus. Apesar do desempenho anêmico, a defesa dos Colts é a líder na NFL em forçar turnovers: são 20 no total. No entanto, o setor tem um desfalque importante: o cornerback Xavier Rhodes, de fora com uma lesão na panturrilha.


Já no ataque, outro desfalque: T.Y. Hilton continua de fora, após ter sofrido uma concussão três semanas atrás. Porém, as outras peças do ataque irão para a partida: os running backs Jonathan Taylor e Nyheim Hines, o WR Michael Pittman Jr... Tem tudo para os Colts conseguirem a vitória, ainda mais se Carson Wentz não espalhar a farofa e entregar de bandeja a partida (o que, convenhamos, não é impossível de acontecer).


Engatar sequência é questão de honra para os Jaguars


Vamos ser honestos: a inacreditável vitória em cima do Buffalo Bills não fará com que o Jacksonville Jaguars seja candidato à pós-temporada. Pelo contrário, o ano para a equipe já tem data marcada para terminar: 9 de janeiro, semana 18, o segundo duelo contra o mesmo Indianapolis Colts. Todo mundo sabe que o foco dos Jags é o draft de 2022. No entanto, é preciso jogar os 18 jogos para ver o que se pode aproveitar para o ano 2 do rebuild.



Bob Self/Florida Times-Union.


O jogo contra os Bills jogou holofotes na defesa de Jacksonville. Apesar de ter mais buracos do que uma peneira, a defesa conseguiu frear muito bem Josh Allen e seus amigos. É verdade que o ataque de Buffalo estava empacado? Sim, é bem verdade, porém não dá para desmerecer a atuação da defesa. Josh Allen, o EDGE, fez uma excelente partida: 8 tackles (2 tackles para perda de jardas), 1 sack, 1 fumble forçado e 1 interceptação para cima de seu xará mais famoso. E mesmo com a carência de talento, a defesa dos Jags é a 12° da liga contra o jogo corrido. Qual é o time cujo o motor do ataque é o jogo terrestre com Jonathan Taylor? Isso mesmo, Indianapolis Colts. O placar pode não ser tão favorável para os Jaguars, porém a expectativa é que o time dê trabalho ao ataque do rival.


Já no campo ofensivo, a notícia boa é que James Robinson irá para a partida. O running back foi colocado como “questionável” durante a última semana, porém na sexta-feira [12/11] os Jaguars confirmaram o jogador para domingo. Altas chances de ele terminar o jogo com mais de 100 jardas corridas.


Palpites


Algo já é certo: será um jogo sofrível de assistir. Isso não impede, no entanto, que faltará emoção. Ambos os times precisam da vitória, principalmente os Colts. Por questão de elenco e momento do time, o favoritismo fica com Indianapolis – mas depois da vitória inacreditável na semana anterior, eu não ficaria surpresa se os Jaguars aprontarem mais uma.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png