• Rodrigo Menezes

Bridgewater compara novato Javonte Williams com Alvin Kamara

O RB novato, Javonte Williams, está com a moral lá no alto. Uma das novidades do ataque dos Broncos para a temporada 2021, Williams vem sendo apontado como um dos candidatos a surpreender logo em seu ano de estreia na NFL e muitos comentaristas apontam que ele pode ser o RB do futuro de Denver. Entre aqueles que estão otimistas sobre o potencial dele, está o QB titular da equipe, Teddy Bridgewater.



Em entrevista realizada na última semana, Bridgewater comparou Javonte Williams com ninguém menos que Alvin Kamara, que jogou com o QB em 2019 quando Drew Brees fraturou um dedo da mão e perdeu vários jogos. O camisa 2 dos Broncos se disse impressionado com as habilidades físicas e técnicas demonstrada por Williams, mesmo sendo apenas um novato, além de elogiar o trabalho que a comissão técnica faz com o garoto.


Javonte Williams teve boa participação nos jogos de pré-temporada. Há expectativa de que ele evolua seu jogo durante a temporada regular e ganhe importância no ataque dos Broncos. (Bruce Kluckhohn – AP Photo)

“Já fui questionado algumas vezes sobre o Javonte, e eu acho que ele possui algumas qualidades que você vê no Alvin Kamara. Ele é extremamente inteligente, sabe receber passes e corre boas rotas. Além disso, ele tem um centro de gravidade mais baixo e é forte fisicamente, e sabe usar isso para fazer bloqueios quando precisa. E ele é apenas um novato. O teto dele é alto, e a nossa comissão técnica está fazendo um ótimo trabalho para prepará-lo para a temporada”, afirmou Bridgewater.

O QB tem propriedade para fazer essa comparação com Alvin Kamara. Em 2019, após Drew Brees se lesionar na segunda partida contra os Rams, Bridgewater assume a titularidade do Saints, e teve no RB uma das suas principais armas para conseguir suprir a ausência do titular a altura. Em 5 partidas que eles fizeram juntos, Kamara foi um dos alvos mais acionados por Bridgewater no jogo aéreo, e no terrestre foi essencial para tirar a pressão de cima de seu QB. Os resultados apareceram e o time obteve vitórias que ajudaram a conquistar a divisão.


Bridgewater entrega bola para Williams durante os treinamentos dos Broncos. (Bem Swanson – DenverBroncos.com)

Vendo características e habilidades parecidas em Javonte Williams, Bridgewater certamente tentará envolver não só ele como também Melvin Gordon, RB1 da equipe, em seu jogo. A chave para o tão questionado ataque dos Broncos pode estar nessa dupla de RBs, que pode vir a ser uma das mais interessantes da liga nessa temporada. Não é à toa que Bridgewater faz essas comparações: ele enxerga realmente a possibilidade de repetir as partidas seguras e as vitórias que obteve a frente dos Saints com esses jogadores.


Javonte Williams foi draftado na posição 35, logo no começo da segunda rodada do draft desse ano. Para selecioná-lo, os Broncos fizeram um investimento, fazendo uma troca com os Falcons, dando uma escolha de segunda e quarta rodada para Atlanta e recebendo, além da posição 35, uma escolha de sexta rodada. Uma boa troca considerando que Denver selecionou um dos jogadores com mais potencial da posição nessa classe, e que vem com excelentes números em sua carreira por North Carolina. Em 3 anos, Williams teve uma média de 6.3 jardas por tentativa, número melhor do que Najee Harris, por exemplo, ainda que o calouro dos Broncos tenha enfrentado adversários um pouco mais fáceis do que o novo RB dos Steelers.


Javonte Williams (33) e Melvin Gordon (25) deverão dividir os snaps do ataque de Denver, com o veterano provavelmente aparecendo mais vezes que o novato. (David Zalubowski – AP Photo)

Em Denver, Williams começará a carreira como RB2, já que Melvin Gordon será o principal RB da equipe, não só pela experiência, mas também pelo que demonstrou no final de 2020 e durante os treinamentos para esta temporada. Sem ter a pressão de ser o principal corredor dos Broncos, Williams terá uma excelente oportunidade para se desenvolver tanto no jogo corrido como no jogo aéreo e se tornar uma das grandes armas desse ataque dos Broncos nos próximos anos. Ao que tudo indica, a torcida pode acabar esquecendo Phillip Lindsay mais rápido do que imagina.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png