• Geovani Gross

Brasileiros na NFL: Cairo Santos

Cairo Fernandes Santos, natural de Limeira, cidade do interior paulista, é o primeiro brasileiro nato a jogar na principal liga de futebol americano do mundo! É também o primeiro a jogar e pontuar em Playoffs! Pode não parecer muito agora, mas Cairo será lembrado para sempre por esses feitos e outros mais que conquistou. Seu nome está marcado na história do esporte!


Tudo começou com um intercâmbio, aos 15 anos de idade, para aprender inglês e talvez tentar uma carreira como jogador de futebol, mas não o americano, o da bola redonda mesmo. Porém, por acaso do destino, um amigo americano o apresentou a bola oval e mudou a sua história! Logo no primeiro chute, mandou a bola oval por 50 jardas em linha reta. Cairo fez um teste para o time de futebol americano da escola local e logo se tornou o kicker da equipe.


Foto reprodução: globoplay.globo.com

Destaque no high school, Cairo recebeu uma bolsa de estudos na Universidade de Tulane, em New Orleans. Por lá, teve a maior porcentagem de acertos de field goals da história da universidade. Em 2012, o Cairão da massa acertou todos os 21 field goals tentados - isso mesmo, T-O-D-O-S -, recebendo o prêmio de melhor kicker do futebol americano universitário! Em 2013, infelizmente Cairo perdeu o seu maior fã e apoiador: seu pai. Foi um ano muito difícil para o jogador, porém, com muita força e superação, Cairo conseguiu seguir em frente e continuou a trilhar sua linda história.


Foto reprodução: http://collegefootballperformance.com/

Em 2014, Cairo Santos se torna jogador profissional da NFL! Cairo recebeu proposta de três franquias: Jets, Cowboys e Chiefs. Analisando as propostas, nosso canhão tupiniquim escolheu o time que teria chances de disputar uma vaga como titular, o Kansas City Chiefs. E aconteceu! Depois de uma disputa acirrada pela vaga no time com o grande kickerRyan Succop, Cairo conquistou a vaga e iniciou sua trajetória em Kansas City.


O começo da temporada, porém, não foi como o planejado. Cairo errou alguns chutes que são fáceis para um jogador como ele, mas logo recuperou sua confiança e acertou 13 field goals seguidos, incluindo o chute que deu a vitória para os Chiefs diante dos Chargers por 23-20.


No seu primeiro ano na liga, foi o jogador dos Chiefs que mais anotou pontos 113 e, com 25 field goals, marcou seu nome na história da franquia como o kicker que mais converteu field goals na temporada de calouro.


Na temporada de 2015, Cairo continuou a atuando muito bem, acertando 30 de 37 chutes e marcando 129 pontos. Ainda nessa temporada, Cairo igualou a marca da franquia de 7 field goals convertidos na mesma partida. Mais um recorde na conta do brasuca.


Em 2016, seguiu com ótimas atuações, aumentando sua porcentagem de acertos de fieldgoals de 81% para 88%. Foi nesse ano que ele ganhou também o prêmio EMMY de melhor documentário de esportes. O documentário fala sobre a trajetória de Cairo desde sua chegada a Universidade de Tulane até os playoffs da temporada de 2015. Cairão estava com tudo.


DAVID EULITT /A ESTRELA DE KANSAS CITY

Até que, em 2017, uma lesão na virilha o tirou da temporada, levando os Chiefs a dispensarem ele (e ganhar o ódio do redator). No mesmo ano, Cairo chegou a assinar com os Bears, jogou duas partidas e voltou a sentir a lesão na virilha. No final da temporada, o time de Chicago dispensou o jogador brasileiro.


No ano seguinte, assinou com os Jets, mas nem chegou a jogar. Devido à lesão na virilha, foi dispensado pela franquia. Ainda em 2018, jogou pelos Rams por duas partidas, mas logo após assinou com os Buccaneers, jogando o restante da temporada.


Em 2019, Cairo assinou com os Titans, porém foi dispensado após um jogo atípico, em que errou todas as 4 tentativas de field goal. Parecia ser ali o fim da carreira do nosso craque.


Silas Walker/Getty Images

Mas, como sempre fez nosso ídolo da bola oval, Cairão se superou e assinou contrato com o Chicago Bears mais uma vez. Em 2020, Cairo mostrou todo o seu talento: acertou 30 de 32 chutes de fieldgoal, teve 93,7% de aproveitamento, sendo 27 de forma consecutiva, o recorde da franquia. Em 2021, tem mais Zica das Bicudas! Cairo assinou uma extensão contratual de 5 anos, podendo receber até US$ 17,5 milhões, que na conversão atual gira em torno de R$ 97 milhões. Uau! Nosso garoto merece!


Cairo Santos - Saints x Bears playoffs NFL — Foto: Twitter/NFL Brasil

Cairo está na história do esporte! Não só pelos recordes que alcançou pelas equipes que passou, mas por ser um desbravador: um garoto de um país, até então, sem tradição no esporte. Além de ter uma estatura baixa para os padrões, mas com uma força de vontade gigante e um talento digno de um brasileiro! Cairão continuará nos enchendo de orgulho e fazendo nossos corações acelerarem a cada chute e nos fazer vibrar a cada um que acertar, seja lá qual a camisa que defenderá até o fim de sua brilhante e incrível carreira. Como diria Everaldo Marques: Cairo, você é ridículo!

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png