• Mateus Bertuol

Bills leva a melhor contra os Bears na semana 2 da pré-temporada

Em partida que marcou a volta de Mitchell Trubisky para Chicago e um péssimo desempenho ofensivo dos Bears, o Buffalo Bills chegou a uma vitória fácil por 41 a 15 no primeiro jogo deste sábado.



Mitchell Trubisky iniciou a jornada pelos Bills, marcando seu reencontro com o Soldier Field, onde atuou até a última temporada. O camisa 10 de Buffalo começou fazendo o que era pedido nos seus anos de Chicago: play action, passes curtos e leituras fáceis, e logo na sua primeira campanha conseguiu atravessar o campo e fazer com que o time chegasse ao seu primeiro TD, em uma quarta descida que o RB Devin Singletary arrancou e só parou na end zone.


No outro lado, quem iniciou comandando o ataque de Chicago foi Andy Dalton, mas sem fazer estragos. Após três jogadas, o ataque não teve sucesso para chegar ao first down, assim devolvendo a bola para os Bills. Trubisky continuou com a filosofia de muitos passes rápidos, e faltando 3 minutos para o fim do primeiro quarto ele encontrou o WR Jake Kumerrow no fundo da end zone, ampliando a vantagem de Buffalo para 13 a 0 após uma tentativa de conversão de 2 pontos frustrada.


A vida não estava nada fácil para o ataque dos Bears, e na tentativa de chegar ao first down o RB Damien Williams sofreu fumble recuperado pela defesa de Buffalo. Com o jogo terrestre fluindo, os Bills chegaram a outro TD, dessa vez com o FB Reggie Gilliam entrando na end zone, e após conversão anotada pelo TE Jacob Hollister a vantagem subiu para 21 a 0.


AP Photo/David Banks

Andy Dalton não estava nada bem no pocket dos Bears, e com mais uma campanha sem sucesso o QB foi vaiado pela torcida presente no estádio. Com a bola novamente, os Bills estavam imparáveis avançando até a linha de 1 jarda, onde mais uma vez o FB Reggie Gilliam entrou com tudo na end zone para ampliar a vantagem para 28 a 0 e basicamente decidir o jogo.


Para a tristeza da torcida de Chicago, Andy Dalton entrava novamente em campo, mas desta vez o QB fez bonito. Em um passe milimétrico para o lado direito do campo, Dalton conectou o WR Rodney Adams, que venceu o seu marcador e só parou na end zone, conseguindo um TD de 73 jardas e reduzindo a vantagem para 28 a 6 após o erro do extra point.


Isso esfriou o ataque dos Bills e consequentemente o jogo, que só veio ter emoções faltando menos de 1 minuto para o fim do segundo período. Após field goal de Buffalo, Dalton teve a chance de levar Chicago a pelo menos uma posição para garantir mais 3 pontos, mas em um passe arriscado no meio do campo ele foi interceptado pelo CB Nick McCloud. Com 10 segundos no relógio, Mitchell Tubisky fez o impossível, conseguindo um excelente passe para o WR Jake Kumerrow, que garantiu uma boa posição para Tyler Bass aumentar a vantagem da equipe com mais um field goal, levando o jogo 34 a 6 para o intervalo.


AP Photo/David Banks)

O terceiro quarto já começou no famoso “garbage time”, com Justin Fields finalmente em campo. O calouro de Ohio State não conseguiu a mesma produtividade do primeiro jogo, mas de cara mostrou sua grande habilidade correndo com a bola e uma boa conexão com o TE Jesse James.


Chicago estava crescendo no jogo, mas em retorno de punt o WR Marquez Stevenson atravessou o campo até chegar ao TD, dando números finais à equipe de Buffalo. Com muitos reservas em campo, o terceiro quarto terminou sem grandes emoções.


O último período começou elétrico, com uma forte pancada no em Fields, mas nada muito grave. Na sequência, com um bom trabalho do jogo terrestre o RB calouro Khalil Herbert mostrou que pode competir pela vaga de titular, e conseguiu uma boa corrida para chegar ao TD, mas com a falha na conversão de dois pontos a vantagem se estabilizou em 41 a 12.


A defesa dos Bears começou a neutralizar o ataque adversário, que já contava com os QBs Jake Fromm e Davis Webb, e com um field goal do kicker Brian Johnson o jogo teve seus números finais, terminando em 41 a 15 para os Bills que garantiram sua segunda vitória nessa pré-temporada.


Jon Durr/USA TODAY Sports

Os destaques positivos foram o QB Mitchell Trubisky, que fez valer a “lei do ex”, terminando a partida com 20/28 passes certos, 221 jardas e 1 TD, e o ataque em geral dos Bills, que conseguiu ser avassalador no primeiro tempo, com boas chamadas da comissão técnica.


O lado negativo ficou com o QB Andy Dalton, que terminou com 11/17 passes certos, 146 jardas, 1 TD e 1 interceptação. Mais uma vez Dalton não conseguiu ter uma boa atuação e mostrou o quão abaixo está em comparação com Justin Fields.


Os Bears voltam a campo para enfrentar os Titans em Tennessee no próximo sábado, enquanto os Bills recebem os Packers também no próximo sábado (28).

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png