• Anna Carolina

Bills fazem a lição de casa e passam o trator nos Texans

O título não mente: não foi um carro, nem um caminhão. Foi um trator com um rolo compressor embutido. O Buffalo Bills recebeu o Houston Texans e aplicou um sonoro 40x0, daqueles para o torcedor da casa ficar feliz e o adversário sofrer ainda mais com o futuro do time.



Na prévia do jogo, esta que vos escreve já tinha previsto a surra que os Bills dariam nos Texans, porém não da forma em que foi. Um 40 a 0, com direito à touchdown até do Trubisky (sim, até isso aconteceu), foi algo bastante incomum – mas não surpreendente, dado ao abismo de qualidade entre os dois times.


Rich Barnes/USA TODAY Sports

O jogo


Quem apostou em uma sapatada do Buffalo Bills desde o início da partida, acabou se enganando. Logo nos primeiros snaps, Josh Allen foi interceptado por Lonnie Johnson Jr. e as coisas pareciam sorrir (mesmo que levemente) para os Texans. No entanto, não demorou muito para a realidade bater na porta. Em outras palavras: Davis Mills lançou a primeira de suas 4 interceptações.



A partir de então, o ataque de Buffalo começou a virar um rolo compressor. Gastando o relógio nas campanhas e chegando aos poucos na red zone, os Bills abriram o placar com um belo passe de Allen para Dawson Knox fazer o touchdown.



A defesa de Houston até conseguiu frear em alguns momentos Buffalo, forçando o time da casa a chutar dois field goals. Mas no que a defesa conseguia fazer algo, o ataque não respondia em absolutamente nada. Deu tempo de Davis Mills ser interceptado de novo e, a partir daquele ponto, o jogo estava mais do que controlado pelos Bills.


Se o jogo terminasse 19x0 – o placar até o começo do último quarto -, seria um bom resultado para os Bills, mas ainda faltaria algo: mostrar poder de fogo. Em partidas como essa, é essencial provar por que seu time é um dos favoritos ao Super Bowl. Ou seja, é preciso mais do que vencer: tem que passar o carro, dinamitar o campo todo e não dar uma chance sequer ao adversário. Sean McDermott entendeu isso e pôs em prática.



O último quarto foi um verdadeiro massacre de Buffalo. Além do segundo TD de Dawson Knox no tweet acima, ainda deu tempo de uma bela recepção de Stefon Diggs e um TD terrestre com Zack Moss. Os Texans não fizeram nada em nenhum lado da bola, e as duas interceptações do calouro Mills ajudaram nisso. O jogo já estava tanto nas mãos dos Bills que até Mitchell Trubisky entrou em campo – e anotou seu próprio touchdown. Final de jogo: Bills 40x0 Texans.



Com essa vitória acachapante, o Buffalo Bills fica mais isolado do que nunca na liderança da AFC Leste e mostra por que é um favorito à Conferência Americana e a bater o Kansas City Chiefs. Aliás, será no Arrowhead o próximo compromisso dos Bills: teremos uma reedição da final da AFC passada no Sunday Night Football. Bills e Chiefs se enfrentam em um jogo que valerá muito para ambas as equipes. A partida será no próximo domingo, 10/10, às 21:20 pelo horário de Brasília. Certamente este será um dos melhores confrontos – se não for o melhor – da semana 5. Imperdível.


Já o Houston Texans continua em segundo na AFC Sul, apesar da campanha negativa e da vitória do Indianapolis Colts. Os Texans estão 1-1 em casa, enquanto os Colts têm duas derrotas e nenhuma vitória. O time volta a se reencontrar com sua torcida na semana 5, mas enfrentará outro oponente indigesto: o New England Patriots. O jogo também será no domingo do dia 10, porém mais cedo: às 14 horas pelo horário de Brasília.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png