• Anna Carolina

Bills enfrentam Jaguars em busca do primeiro lugar na AFC

Um dos grandes candidatos ao Super Bowl nesta temporada, o Buffalo Bills irá até a Flórida no domingo [07/11] enfrentar o Jacksonville Jaguars. Por mais que o confronto possa parecer desigual, o jogo vale bastante para ambas as equipes: para os Bills, manter-se vivo na caça da primeira seed da AFC. Para os Jags, tentar peneirar as peças valiosas no meio do lamaçal atual.



A seed 1 da AFC é a meta agora para Buffalo


Que o Buffalo Bills é um forte candidato ao Super Bowl neste ano, isso todo mundo já sabe. Que, com o péssimo começo de temporada de Kansas City e Cleveland –até então os grandes concorrentes diretos -, a caminhada ficou mais “fácil”, isso também é verdade. No entanto, não é porque enfrentará um Jaguars totalmente esfacelado que a vitória já está garantida. Entrar de salto alto antes do jogo nunca dá certo, vide o que ocorreu com o Cincinnati Bengals semana passada. Logo, a questão aqui não é apenas entrar para vencer. É entrar para vencer, amassando o adversário.


No último jogo contra Miami, o ataque não conseguiu engrenar no primeiro tempo, porém depois que se encontrou, não teve como para-los. O time marcou os 3 touchdowns da vitória no segundo tempo, e apesar do placar não ter sido tão elástico, o 26x11 em cima dos Dolphins reforçou o que já era óbvio: os Bills são um time a ser temido e que vão brigar para estar em fevereiro no SoFi Stadium.


Reprodução: USA TODAY Sports

Um ponto que vale ser destacado é a volta de Josh Allen na briga pelo título de MVP. O quarterback era um dos candidatos mais fortes antes da temporada iniciar, mas devido à derrota para Pittsburgh na semana 1 e outras atuações abaixo do esperado, ele saiu momentaneamente da briga. Porém, as últimas aparições mostraram que Allen reencontrou a consistência e ainda é um favorito pelo MVP. Diferente do início da temporada, é provável que o QB tenha mais chances, já que os outros concorrentes – Patrick Mahomes, Kyler Murray, por exemplo – estão sofrendo com oscilações. O confronto contra os Jaguars pode reforçar ainda mais o nome de Josh Allen na briga.


O plano em Jacksonville é não ter plano


Sim, leitor, é isso mesmo: o plano aqui é não ter plano. Se o Jacksonville Jaguars era uma bagunça em 2020, o time se tornou uma bagunça ainda maior neste ano. No papel, o elenco é melhor que no ano anterior, porém o que se viu foi um time inconsistente, apático, fraco e sem rumo. Existem buracos no elenco? Certamente, mas o primeiro ano de Trevor Lawrence na liga é um trem desgovernado.


Por falar nele, não é porque ele coleciona 9 interceptações que ele é um bust, longe disso. Deste número, 7 vieram dos três primeiros jogos, quando ele enfrentou defesas fortes como Arizona e (até então uma defesa forte) Denver. Depois disso, o QB está bem mais confortável em campo: desde a semana 4, Lawrence tem 2 interceptações apenas e a média de passes completos é de 65,2%. Números bem mais animadores do que dois meses atrás.



Reprodução: USA TODAY Sports.


Além disso, outras peças vêm se destacando no lamaçal que é Jacksonville, como Josh Allen (o defensive end, não o QB!), Laviska Shenault e a segunda estrela do time, James Robinson. Contudo, não dá para desenvolver nenhum deles e Trevor Lawrence se o entorno é uma areia movediça. A defesa é a menos eficiente da liga, de acordo com o Pro Football Reference. A linha ofensiva é ruim, sem contar com as lesões de D.J. Chark e Travis Etienne, que mal chegou a estrear na liga. Isso tudo é piorado 10 vezes mais com todo o entorno extracampo de polêmicas envolvendo Urban Meyer. Para que a reconstrução seja minimamente feita de maneira consciente, o atual head coach dos Jaguars precisa deixar o cargo ainda em 2021 – algo bem provável de acontecer.


Palpites


É claro que cantar vitória antes da partida em si nunca dá certo, mas existe um abismo de qualidade entre as duas equipes. O match-up é extremamente cruel para a defesa de Jacksonville – e para o ataque também, de certa forma. Não será surpresa se Buffalo vencer por três ou mais posses de diferença, para assim entrar de vez na briga pela seed 1 da AFC.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png