• Vinicius Kafka

Bills derrotam Lions em estreia de Jared Goff

O Buffalo Bills bateu o Detroit Lions no Ford Field por 16 a 15, na última sexta-feira (13), o primeiro jogo de ambos nessa pré temporada. Em um jogo bem animado as equipes mostraram muitos pontos positivos, sobretudo alguns calouros e alguns quarterbacks. Mas a grande expectativa estava na estreia de Jared Goff pelos Lions e que foi bem interessante.



O jogo


Com o primeiro quarto e o início do segundo quarto com grande parte dos titulares em campo, tivemos um jogo bem interessante. Jared Goff teve o primeiro drive da partida e que não demorou muito, após um passe quase interceptado e um sack a campanha terminou cedo para os Lions. Em seguida chegou a vez do Buffalo Bills atacar e com Josh Allen de fora tivemos a estreia de Mitchell Trubisky, que foi bem apagada, aliás ofensivamente o running back Devin Singletary foi o nome do jogo.


Crédito: Paul Sancya/AP

Jared Goff conduziu os Lions a uma boa campanha após o primeiro drive frustrante e vimos um ataque bem interessante sendo conduzido, que falaremos a seguir.


Davis Webb no fim do segundo quarto anotou o primeiro touchdown da partida em uma excelente chamada dos Bills. No segundo tempo jogo seguiu bem interessante até o final quando os Lions passaram a frente por 15 a 13, faltando 1:41 para acabar o jogo, mas então o Jake Fromm foi decisivo e levou os Bills para a campanha da vitória quando tudo parecia perdido em uma quarta descida longa, mas uma bela big play com o recebedor Marquez Stevenson a equipe moveu correntes e seguiu campanha para o field goal. Final Bills 16x15 Lions.


Lions foram bem ofensivamente, mas pecam defensivamente


O resultado na pré temporada é o menos importante, mas claro que o torcedor saiu frustrado pela forma como a equipe perdeu, mas boas impressões foram deixadas pela equipe. Com Goff em campo a equipe mostrou uma ataque bem interessante, muitas chamadas com RPO e play action, além de muitas movimentações pré-snap, se a defesa dos Bills não tivessem feito boa leituras provavelmente os Lions teriam vencido o jogo. O ataque tem tudo pra ser um sistema que ajude Goff, porém é preciso destacar que o jogo terrestre e a linha ofensiva deixaram a desejar.


Amon-Ra St.Brown fez boa partida, aliás o corpo de recebedor dos Lions como um todo foi muito bem, executaram rotas muito bem, com muitos cortes e criaram boas separações para que Goff tivesse boa janela de passe.


Crédito: Paul Sancya/AP

Defensivamente a equipe pecou e Aaron Glenn (coordenador defensivo) foi alvo das câmeras diversas vezes, algumas leituras equivocadas e enorme dificuldade contra o jogo terrestre, sobretudo quando singletary estava em campo preocupou. A linha defensiva foi anulada na maior parte do tempo e podemos dizer que Derrick Barnes foi o melhor nome na defesa, o calouro linebacker mostrou bom jogos boia agressividade. Um destaque negativo individual na defesa foi o recém contratado Nickell Robey-Coleman entrou no no decorrer do jogo e cometeu uma interferência de passe, além de ter falhado em algumas marcações.


Entre os quarterbacks, Goff foi bem, Time Boyle teve atuação bem abaixo, com uma interceptação anulada devido a um roughing the passer, enquanto David Blough teve uma boa atuação e pode roubar o posto de QB2 de Boyle.


No geral é um bom começo para a equipe, mas ainda há muito a ser trabalhado e a grande decepção fica pela linha ofensiva que falaremos a seguir.


Gregory Rousseau x Penei Sewell


O grande ponto do jogo no primeiro tempo foi o matchup entre os dois calouros escolhidos na primeira rodada deste Draft, o EDGE Gregory Rousseau e o agora Right Tackle Penei Sewell. E o defensor oriundo de Miami foi muito bem, dando enorme trabalho para Sewell, vencendo algumas batalhas bem importantes que deixaram Goff exposto, mas o QB foi bem sob pressão.


Mas não somente Sewell teve dificuldades, o All Pro Center, Frank Ragnow sofreu muito e cometeu até um holding. Jamal Williams running back ex-Packers sofreu muito e não conseguiu boas jardas.


Ainda sem Josh Allen, Bills dão boa amostra


Se os Lions teve problema com a linha ofensiva e o jogo terrestre, com os Bills não pode ser dito o mesmo, a equipe teve muita tranquilidade nas trincheiras e poderia ter vencido com mais facilidade se Mitchell Trubisky estivesse calibrado, o QB ficou devendo, mas para um início numa nova equipe com novo playbook e para ser QB2 não poderia ser exigido muito.


Crédito: Nic Antaya/Getty Images

Defensivamente a equipe foi muito bem, pressionando bem os quarterbacks dos Lions e impedindo que o jogo terrestre pegasse ritmo, a secundária poderia ter sido um pouco melhor, mas nada demais. Gregory Rousseau mostrou porque foi escolhido na primeira rodada.


Entre os quarterbacks: Trubisky teve atuação nada especial, Davis Webb surpreendeu positivamente e caso mantenha o nível deve conseguir uma vaga no elenco principal e Jake Fromm teve um jogo bem apático, mas conseguiu uma redenção no final do jogo na campanha da vitória e agora ganha motivação. A briga entre quarterbacks está muito boa nos Bills.


Em resumo, Bills e Lions fizeram um jogo bem animado e um dos melhores até aqui nesta pré temporada, agora é hora de voltar ao training e fazer ajustes. O próximo compromisso dos Bills é no próximo sábado (21) diante dos Bears em Chicago às 14 horas, enquanto os Lions viajam a Pittsburgh para enfrentar os Steelers também no sábado às 20:30. Para saber a história de todos os confrontos fique ligado aqui no Golim Sports para não perder nada!

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png