• Rodrigo Menezes

Big Ben anuncia sua aposentadoria após 18 temporadas.

Agora é oficial. Após uma temporada inteira com muitas especulações e várias entrevistas que indicavam que Big Ben Roethlisberger iria se aposentar, o QB anunciou oficialmente a sua aposentadoria nesta quinta-feira. Em um discurso publicado em suas redes sociais, Big Ben falou da emoção de ser jogador dos Steelers por 18 temporadas e agradeceu a sua família, aos técnicos, aos seus companheiros de equipe e amigos, e principalmente aos torcedores do Pittsburgh Steelers, que, nas palavras dele, “o aceitaram como QB do time deles e que sempre o incentivaram”.



Big Ben foi a 11ª escolha da primeira rodada do draft de 2004, e logo mostrou sua qualidade. Após o titular da equipe, Tommy Maddox, se lesionar durante a partida da segunda rodada contra os Ravens, Big Ben entrou e logo mostrou sua qualidade. A equipe saiu derrotada daquele confronto, mas o camisa 7 conseguiu bons passes e conduziu a equipe a 13 pontos no último quarto após estar perdendo por 20 a 0. Na rodada seguinte, contra Miami, Big Ben fez sua primeira partida como titular, e deu início a uma arrancada espetacular dos Steelers, que venceram os 14 jogos seguintes e foram para os playoffs com a first seed da AFC.



Apesar de ser derrotado pelos Patriots na final da AFC naquela temporada, Big Ben mostrou para o mundo que era apenas questão de tempo para que Pittsburgh voltasse a conquistar Super Bowls sob o seu comando. E não foi necessário esperar muito. Já em 2005, Big Ben chegou conquistou o seu primeiro anel ao vencer o Seattle Seahawks, e em 2008 repetiu a dose, derrotando o Arizona Cardinals com um passe na beira da endzone para Santonio Holmes, em uma das jogadas mais incríveis e espetaculares da história do Super Bowl e da NFL.


Big Ben até voltou ao Super Bowl na temporada 2010, mas a derrota para os Packers marcou a última final jogada pelo camisa 7. A partir daí, Ben Roethlisberger passou a sofrer muito com lesões, muitas vezes em decorrência do seu estilo de jogo. O QB nunca foi um jogador que teve medo do contato, e com sua força física, aceitava as pancadas e quebrava muitos tackles até conseguir encontrar um WR livre e fazer o passe. Porém de tanto tomar pancadas, o seu corpo passou a cobrar um preço, e Big Ben passou a ter dificuldades em conseguir jogar uma temporada completa. Com isso, a equipe passou a ter dificuldades para competir contra as melhores equipes da AFC, e Big Ben retornou a final da AFC apenas 1 vez, na temporada 2016, quando foi derrotado pelos Patriots novamente.


Big Ben celebrando a conquista do Super Bowl XLIII, o segundo de sua carreira.

Apesar dessas lesões e do impacto delas na temporada dos Steelers, Big Ben encerra a carreira com dois feitos notáveis. O primeiro é que Big Ben, ao lado de Dan Marino e Andrew Luck, é um dos 3 únicos QBs que chegaram aos playoffs na primeira e na última temporada de suas carreiras. O segundo é nunca ter tido uma temporada negativa em seus 18 anos na NFL, o que mostra a qualidade do seu jogo e da sua influência sobre os Steelers.


Mas nem toda a história de Big Ben na NFL pode ser escrita com letras gloriosas. O jogador se envolveu em polêmicas que fazem muitas torcedoras e fãs do esporte questionarem seu caráter e sua idolatria. A mais importante foi a acusação de estupro em 2008 feita por Andrea McNulty, funcionária do cassino Harrah, em Lake Tahoe. O caso não avançou por falta de provas e por um acordo realizado entre as partes em 2012, mas rendeu uma punição de 6 jogos na temporada 2010 e uma mancha na sua imagem que perdura até hoje.


Big Ben foi muito homenageado pela torcida em seu último jogo no Heinz Field, na vitória sobre o Cleveland Browns. Jogador deixou o campo emocionado.

Se sua imagem fora do campo sofreu um abalo, é inegável que dentro de campo Big Ben se colocou como uma das lendas do esporte. Em 18 anos, foram 249 jogos de temporada regular, com 64.088 jardas aéreas, 418 touchdowns, 2 Super Bowls e 6 nomeações para o Pro Bowl, além de uma garra que motivou vários dos seus companheiros. Você pode amar ou odiar, e isso é um direito legítimo de cada um. Mas todos temos que reconhecer que dentro do campo Big Ben foi um dos maiores QBs que vimos no esporte.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png