• Rodrigo Menezes

Bengals recebem o pressionado Browns em duelo importante para a AFC Norte

O confronto entre Cincinnati Bengals e Cleveland Browns nesse domingo promete ser tenso. Ambas as equipes sabem o valor de uma vitória nesse confronto para a sequência da temporada. Se para os Bengals uma derrota pode complicar os sonhos de ganhar a divisão, para os Browns pode significar ficar ainda mais longe na disputa pela vaga nos playoffs, que parece ser o real objetivo de Cleveland nesse momento. E para piorar, o time vem de uma semana em que acabou dispensando Odell Beckham Jr., na teoria seu principal WR. Só uma vitória vai fazer o ambiente da equipe melhorar, e no caminho, tem uma das principais surpresas desse ano.



Quando começou a temporada, dificilmente alguém que não fosse torcedor dos Bengals os colocaria como candidatos a levar a divisão. E após 8 semanas, a equipe encontra-se na segunda colocação, meia vitória atrás dos Ravens e com a vantagem temporária no confronto direto contra Baltimore. A moral da equipe está em alta, mas certamente estaria melhor se Cincinnati não tivesse perdido de forma até inexplicável para os Jets no último domingo. Seria só um caso de excesso de confiança ou acabou a magia da equipe? Para este humilde redator, foi apenas um acidente de percurso, uma relaxada de certa forma natural que a equipe deu após ganhar de Baltimore com propriedade. Esse time continua sendo forte e tem condições de ganhar essa partida contra Cleveland.


Ja'Marr Chase tem sido o maior destaque do ataque dos Bengals, e vindo de uma partida ruim, espera-se que ele faça um grande jogo contra os Browns para provar o seu talento. (Joe Sargent – Getty Images)

A expectativa nesse jogo é que Ja’Marr Chase volte a render bem. É evidente que a defesa dos Bengals tem sido o maior trunfo do time na temporada, com excelentes partidas, mas as vitórias têm vindo em grandes atuações do WR calouro. E foi exatamente isso o que não aconteceu no domingo. Chase foi muito bem anulado pela defesa dos Jets, recebendo apenas 3 dos 8 passes lançado em sua direção. É verdade que ele anotou um touchdown na partida, mas isso não foi suficiente. Nessa partida, enfrentando uma defesa que vem em alta, Chase terá que trabalhar mais arduamente para conseguir ser um fator decisivo, e eu acredito que isso vai acontecer. Estamos diante de um grande talento, e é nessas horas que o jogador diferenciado se destaca. A torcida dos Bengals espera muito que isso aconteça nessa rodada.


Joe Mixon só teve uma partida acima de 100 jardas em 2021. O RB vem de duas partidas para menos de 60 jardas e precisa mostrar mais serviço para ajudar na produção do ataque dos Bengals. (Andy Lions – Getty Images)

Por outro lado, a preocupação de Cincinnati está do outro lado desse ataque: o jogo terrestre. Os Bengals têm uma média de jardas corridas por partida abaixo de 100, e isso pode ser um problema para esse jogo. Na primeira temporada sem Giovani Bernard, a equipe vem tendo números abaixo do esperado, principalmente se considerarmos que Joe Mixon é um dos bons RBs da NFL. Na partida contra os Jets, a equipe correu para apenas 41 jardas em 16 tentativas, uma média abaixo de 3 jardas por corrida. Sem jogo terrestre, a pressão fica toda em cima de Burrow, que ainda está em evolução e precisa de mais ajuda. Mixon enfrentará uma das melhores defesas contra o jogo corrido, e vai precisar mostrar mais do que fez no último domingo para ajudar seu time a vencer essa partida.


Já em Cleveland, o clima não é dos melhores. A equipe era apontada como a favorita para levar a AFC Norte, e depois de 8 rodadas, a equipe tem um aproveitamento de apenas 50% e amarga a lanterna da divisão. A pressão já seria normal diante disso, mas a equipe continua sendo uma das que mais se envolve em polêmicas desnecessárias. A da vez é a dispensa de Odell Beckham Jr., que estava muito insatisfeito por ser pouco aproveitado nesse ataque. O WR chegou com status de grande contratação, mas vem sendo uma grande decepção desde sua primeira partida. Poucos foram os bons momentos dele no time, e a culpa disso recai mais em cima da sua evidente falta de dedicação do que na equipe. Ainda assim, não é bom para nenhuma equipe ter que abrir mão de um WR que a princípio era um dos seus melhores, e isso joga ainda mais pressão em cima dos Browns.


Jarvis Landry já era o principal alvo de Baker Mayfield, mas agora com a saída de OBJ, ele será oficialmente o WR1 da equipe. Se estiver saudável, tem tudo para desequilibrar a favor dos Browns. (Jamie Sabau – Getty Images)

Para essa partida, aponto dois pontos chave para vencer: tentar estabelecer um bom jogo corrido (Browns tem o melhor ataque terrestre da liga) com Nick Chubb e D’Ernest Johnson (Kareem Hunt segue na IR), e contar com a qualidade de Jarvis Landry. Em especial, acredito que o WR é quem mais pode contribuir para uma eventual vitória dos Bengals. Landry é um jogador muito inteligente e versátil, que trabalha bem em todos os tipos de rota, e enfrentando uma secundária que vem cometendo as suas gafes, certamente será um dos principais alvos buscados por Baker Mayfield. O camisa 80 já era na prática o recebedor mais importante dos Browns, mas com a saída de seu grande amigo OBJ, agora ele é oficialmente o WR1 de Cleveland. Se estiver 100% fisicamente, ele certamente vai mostrar porque é apontado como tal.


Baker Mayfield treinou normalmente nessa semana, indicando que está 100% recuperado de lesão. O QB precisa mostrar um nível de jogo melhor para que o ataque dos Browns consiga funcionar como se espera. (Dale Zanine – USA TODAY Sports)

Mas também é nesse ataque que está o maior problema dos Browns. A defesa vem funcionando, o jogo corrido é o melhor da NFL, mas ainda assim Cleveland não é o time que todos esperavam que fosse. E boa parte disso está nos ombros de Baker Mayfield. O QB vem atuando abaixo do que se espera dele, ainda que existam atenuantes. Listado apenas em 25º no número de jardas aéreas, Mayfield é um dos que menos lança a bola, já que os Browns são um time muito forte no jogo terrestre. Mas quando os RBs travam, ou tem dificuldades, o QB nem sempre consegue se sobressair, como vimos domingo passado contra os Steelers. Aliás, ficou muito claro naquele jogo que Mayfield ainda não estava 100% recuperado da lesão, e novamente será pressionado nessa rodada. Já passou da hora dele começar a desequilibrar jogos a favor do seu time.

Palpites


Apesar de Cincinnati ter feito melhores partidas do que Cleveland nessa temporada, acho que veremos um jogo bastante equilibrado. A defesa dos Browns vem de duas boas partidas, e será um grande desafio para Burrow, Chase e companhia. E com Nick Chubb melhor fisicamente, podemos esperar um ataque mais perigoso dos Browns. Ainda assim, acompanho o leve favoritismo das bolsas de apostas nos Bengals, e acredito em uma vitória de Cincinnati.


Injury Report


Bengals: Nenhum dos principais jogadores ativos de Cincinnati estão com designação de lesão, apenas jogadores reservas. Os Bengals virão com sua força máxima saudável para essa partida.


Browns: Jack Conklin (RT) está fora da partida, uma baixa importante para a OL dos Browns. Além disso, Jadeveon Clowney (DE), Donovan People-Jones (WR) e Denzel Ward (CB) são alguns dos jogadores que estão listados como Questionable. Espera-se que todos eles atuem, mas pode ser que não tenham o número de snaps que costumam ter.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png