• Artur Guimarães

As melhores escolhas de cada divisão da NFC no Draft de 2021

A Conferência Nacional, onde está o atual Campeão do Super Bowl – Tampa Bay Buccaneers – está recheada de times dos mais variados tipos, amados, odiados, assim como os que estão passando por reestruturação, e os que tentam manter uma hegemonia de vitórias. Enquanto alguns tentam adicionar títulos à sua história e outros que querem retomar o prestígio de tempos atrás, e todo o trabalho se inicia na offseason, então veremos agora a melhor escolha de cada uma das 4 divisões da NFC fizeram no Draft de 2021.


NFC SOUTH ATLANTA FALCONS – KYLE PITTS (TE) – FLORIDA GATORS 4ª escolha – 1ª rodada


Fonte: Pro Football Network website

Considerado por muitos o segundo melhor prospecto de toda a classe de 2021, Kyle Pitts está na curta lista de jogadores que estão prontos para sair do College, entrar na NFL e terem um impacto imediato no time que o selecionou, no caso o Atlanta Falcons. A equipe foi a última da divisão em 2020, com uma série de jogos onde time começava bem e em certo ponto da partida tinha erros no ataque ou cometia turnovers, e acabava entregando o ouro. Kylle Pitts chega para integrar um ataque recheado de talentos da qualidade de Julio Jones e Calvin Ridley, comandados pelo veterano e eficiente QB Matt Ryan e do novo Head Coach Arthur Smith. Pitts com seu atleticismo, velocidade e capacidade de agarrar a bola, pode ter um começo impressionante na liga e ser peça complementar no ataque dos Falcons, principalmente na red zone.


NFC EAST DALLAS COWBOYS – MICAH PARSONS (LB) – PENN STATE 12ª escolha – 1ª rodada


Fonte: Penn State website – Créditos: Craig Houtz

Velocidade de elite, tamanho e força para se livrar de bloqueios, e instinto para caçar quem está com a bola são algumas das características que se busca em um linebacker, e são exatamente estes os atributos vistos em Micah Parsons, LB selecionado pelo Dallas Cowboys na 12ª escolha do Draft de 2021. Não bastasse terem selecionado o melhor prospecto de linebacker da classe, os Cowboys, que tinham a pick 10, fizeram um trade down com os Eagles, passando da 10ª para a 12ª escolha na primeira rodada e ganhando a 84ª escolha. Além do capital de Draft, Dallas agora tem no roster um jogador que pode ter impacto imediato no time, podendo ajudar na defesa de jogadas corridas, apressando os QBs adversários em blitzes e fazendo um ótimo trabalho na cobertura do passe, aspectos que foram uma dificuldade da equipe em 2020.


NFC WEST SAN FRANCISCO 49ERS – TREY LANCE (QB) – NORTH DAKOTA STATE 3ª escolha – 1ª rodada


Fonte: North Dakota State website – Créditos: Zachary Lucy

Pode até ter custado a escolha de terceira rodada de 2022 e as de primeira rodada de 2022 e 2023, mas quando se tem a chance de selecionar um possível franchise quarterback para sua equipe, o preço é justo. E foi isso que o San Francisco 49ers fez no Draft de 2021 para sair da 12ª escolha para a 3ª escolha geral, trocando com o Miami Dolphins. Com a escolha, a equipe selecionou Trey Lance, QB de North Dakota State. Invicto desde 2017, Lance é considerado por muito o prospecto com mais força no braço da classe de quarterbacks de 2021, além disso, tem o tipo físico que se busca em QB e também se apresenta como uma arma no jogo corrido. Apesar da pouca idade e da inexperiência, o jogador agrada ao Head Coach dos 49ers, Kyle Shanahan, que já tem prática em lapidar quarterbacks na NFL.


NFC NORTH DETROIT LIONS – PENEI SEWELL (OT) – OREGON 7ª escolha – 1ª rodada


Fontes: Oregon website

Com exceção ao Green Bay Packers, que teve escolhas questionáveis, os demais times da NFC North, fizeram boas escolhas, e duas dessas escolhas dividiram os holofotes, assim como terão de dividir o espaço nesse artigo.


Uma das escolhas de destaque é a do Detroit Lions, que selecionou Penei Sewell, offensive tackle de Oregon, na 7ª escolha geral do Draft. Sewell foi o jogador de linha ofensiva melhor ranqueado de uma profunda classe de 2021, um líder, ele consegue fazer bloqueios dignos de jogadores veteranos da liga e explosão para chegar no segundo nível ajudando nas jogadas de corrida. Detroit terá um jogador jovem e com grande potencial para crescer e se tornar um atleta de elite, além disso, o fato dele ter caído até a escolha 7 foi uma surpresa, pois Sewell era muito cotado na pick 5 pelos Bengals que preferiram selecionar um WR. Conseguir pegar um jogador com tamanho talento sem precisar se mexer no Draft foi um acontecimento muito comemorado pela coach staff em sua war room na hora de anunciarem a escolha.


CHICAGO BEARS – JUSTIN FIELDS (QB) – OHIO STATE 11ª escolha – 1ª rodada


Fonte: CBS Sports website – Crédito: Robin Alam/Getty Images

Não poderíamos deixar de falar sobre a 11ª escolha do Draft, quando o Chicago Bears selecionou Justin Fields, QB de Ohio State. Pela projeção de vários analistas, Fields não passaria da escolha 9, que era dos Broncos time que muito provavelmente estaria de olho um quarterback neste draft. No entanto isso não aconteceu, e os Bears começaram a se movimentar trocando a 20ª esoclha pela escolha 11ª dos Giants, que além das trocas de posição receberam a 164ª escolha de 2021, uma escolha de primeira e uma de quarta rodada de 2022. Com isso o Chicago conseguiu um atleta com boa leitura de jogo, muito móvel e extremamente resiliente, que se nega deixar o time na mão, como por exemplo, quando continuou jogando mesmo com uma lesão sofrida durante o Sugar Bowl contra Clemson.


GOSTOU DO TEXTO? QUAIS FORAM PARA VOCÊ AS MELHORES ESCOLHAS DE CADA DIVISÃO? DEIXE AQUI NOS COMENTÁRIOS

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png