• Lucas Rocha

As 9 melhores classes da história do Draft na NFL

Um bom time começa com um bom draft. É no draft que são escolhidos os jogadores do futuro da equipe e a fundação do elenco. Seja pelo número de jogadores escolhidos para o Hall da Fama, seja pelo número de All-Pros ou Pro-Bowls, seja pelo impacto imediato. Eis aqui algumas das melhores classes de draft da história.



Draft de 2016


Jon Durr/Getty Images

Com as sete primeiras escolhas tendo sido selecionados para pelo menos um Pro-Bowl, a classe de 2016 tem nomes que figuram entre os melhores de suas posições. Jared Goff e Carson Wentz foram as duas primeiras escolhas e, embora não estejam mais nos times que o draftaram, causaram um impacto imediato. Na primeira rodada, ainda tivemos Joey Bosa, Zeke Elliott, Jalen Ramsey e Kenny Clark entre os escolhidos. Nas escolhas seguintes, ainda tivemos nomes como Derrick Henry, Chris Jones, Xavien Howard e Michael Thomas saindo no segundo dia, além de Dak Prescott e Tyreek Hill saindo no último dia do draft.


Draft de 1956


Focus on Sport/Getty Images

A classe de 1956 não só foi a responsável pelos grandes nomes pós-junção entre AFL e NFL, mas também a que deu as principais armas treinadas pelo lendário treinador Vince Lombardi, vencedor dos dois primeiros Super Bowls junto do Packers. Contando com 30 rodadas totais, alguns dos nomes mais clássicos da NFL foram draftados neste ano, entre eles o lendário QB Bart Starr e o OT Forrest Gregg, chamado por Lombardi como o jogador mais habilidoso que ele já treinou.


Draft de 2004


Chris Trotman/Getty Images

Alguns dos QBs mais lendários da última década foram escolhidos neste ano. Na primeira escolha geral, o Chargers escolheu Eli Manning, mas o jogador se recusou a jogar pela equipe e foi trocado ainda no dia do draft pela quarta escolha geral, Philip Rivers. Na terceira geral, um dos melhores WRs da história, Larry Fitzgerald foi selecionado pelo Cardinals. Na 11ª, Ben Roethlisberger teve seu nome chamado pelo Steelers. Embora a classe de QBs tenha sido fantástica (5 idas ao Super Bowl e 4 títulos), as rodadas seguintes não conseguiram trazer muitos nomes de peso para a história da liga.


Draft de 2012


Al Bello/Getty Images

A classe de 2012 é, indiscutivelmente, uma das melhores da história. A primeira rodada teve 14 jogadores selecionados para pelo menos um Pro-Bowl, e alguns dos melhores jogadores da década passada saíram neste ano. Entre a primeira e a terceira rodada saíram 5 dos mais icônicos QBs da década: Andrew Luck (pick #1), Robert Griffin III (pick #2), Ryan Tannehill (pick #8), Kirk Cousins (pick #102) e o top 3 QBs da última década, Russell Wilson (pick #75). Além da talentosa classe de QBs, tivemos quatro dos melhores LBs da última década (Luke Kuechly do Panthers, Melvin Ingram do Chargers, Dont’a Hightower do Patriots e Bobby Wagner do Seahawks), três CBs icônicos (Stephon Gilmore, Janoris Jenkins e Casey Hayward) e os dois melhores DTs não chamados Aaron Donald (Dontari Poe do Chiefs e Fletcher Cox do Eagles). Simplesmente incrível.


Draft de 1985


Al Tielemans/Sports Illustrated via Getty Images

Cinco jogadores eleitos para o Hall da Fama, e alguns dos melhores jogadores da história. Bruce Smith, DE draftado na #1 pelo Bills, é um dos grandes responsáveis pela forte defesa que chegou a quatro Super Bowls consecutivos e é o líder em sacks na história da liga; Chris Doleman, DE draftado na #4 pelo Vikings, se tornou um dos maiores terrores para os QBs da NFC North; Kevin Greene, LB selecionado pelo Rams na 5ª rodada, é o terceiro com mais sacks na história da liga. Além dos três defensores, outros dois nomes foram selecionados para o Hall da Fama: o WR Andre Reed, do Bills, e o lendário Jerry Rice, considerado por muitos o melhor WR da história da liga.


Draft de 2010


Jeff Zelevansky/Getty Images

O início da Legion of Boom, lendária defesa do Seahawks, iniciou neste draft, com os Seahawks selecionando Earl Thomas e Kam Chancellor. Já o Broncos escolheu dois importantes jogadores para a passagem de Peyton Manning na equipe: Demaryius Thomas e Eric Decker. Antonio Brown pelo Steelers, Jason Pierre-Paul e Gerald McCoy pelo Buccaneers, Ndamukong Suh pelo Dolphins, Geno Atkins pelo Bengals e Rob Gronkowski pelo Patriots foram alguns dos outros grandes nomes a serem escolhidos neste draft lendário.


Draft de 1989


George Rose/Getty Images

Entre os cinco primeiros escolhidos deste draft, quatro são considerados lendários em sua carreira e estão no Hall da Fama da NFL. Na pick #1, o Cowboys escolheu Troy Aikman, um dos - se não o - melhor QB da história da equipe; Na #2, o Packers draftou o OT Tony Mandarich, que nunca chegou a ser o que se esperava. Depois, Barry Sanders na #3 pelo Lions, Derrick Thomas na #4 pelo Chiefs e Deion Sanders na #5 pelo Falcons. Para complementar, Steve Atwater, S draftado pelo Broncos na pick #20, foi outro jogador a ser eleito para o Hall da Fama devido à força defensiva que levou dois Super Bowls.


Draft de 2011


Streeter Lecka/Getty Images

A melhor classe de não-QBs da história da NFL. 16 das 32 escolhas de primeira rodada foram para o Pro-Bowl, e é a classe definitiva dos EDGEs da última década. As duas primeiras escolhas, Cam Newton e Von Miller, travaram o duelo definitivo no Super Bowl 4 anos após o draft. A.J. Green (pick #4 do Bengals), Julio Jones (pick #6 do Falcons) e Randall Cobb (pick #64 do Packers) foram os principais WRs draftados, além do RB Mark Ingram Jr., draftado na pick #28 pelo Saints. Além do “Super Cam”, nenhum dos outros 3 QBs escolhidos na primeira rodada fizeram muito na liga, com o destaque ficando para os dois selecionados na segunda rodada: Andy Dalton e Colin Kaepernick. Já entre os EDGEs, além de Von Miller, tivemos alguns dos melhores da década (e talvez da história): Marcell Dareus (pick #3 do Bills), J.J. Watt (pick #11 do Texans), Robert Quinn (pick #14 do Rams), Cameron Jordan (pick #24 do Saints) e Cameron Heyward (pick #31 do Steelers). Ainda tivemos Richard Sherman saindo na quinta rodada para o Seahawks e fortificando o que viria a ser a Legion of Boom. Sem dúvidas, o melhor draft do século e a melhor classe não-QB da história.


Draft de 1983


Disney General Entertainment Content via Getty Images

Se a de 2011 foi a melhor classe de não-QBs, a de 1983 é a melhor classe de QBs. Afinal, não é todo ano que são escolhidos John Elway, Jim Kelly e Dan Marino no mesmo ano. Dos 28 escolhidos na primeira rodada, sete foram eleitos para o Hall da Fama após aposentadoria, entre eles os QBs citados. São cinco jogadores totais eleitos para a seleção do século da NFL. Eric Dickerson, a segunda escolha geral, é um dos melhores RBs da história e o recordista em jardas corridas em apenas uma temporada, com 2.105. Sem dúvidas, o melhor draft da história da NFL.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png