• Lucas Ventura

Análises dos QBs da AFC North na Semana 10

Passada a semana 10 da temporada 2021 da NFL, disputas por playoffs já vão tomando forma e possíveis resultados das franquias já se mostram previsíveis para grande parte da liga, mas não na AFC North, que continua completamente em aberto. Com apenas uma vitória separando as quatro equipes, cada rodada, e sobretudo, cada vitória importa em uma eventual briga pela pós-temporada, sendo tais resultados, sejam eles bons ou ruins, mérito dos QBs de cada equipe.



Nota: Cincinnati Bengals e consequentemente Joe Burrow estavam em bye week durante a semana 10, e, portanto, não contarão com análise.

Lamar Jackson


Após uma vitória na prorrogação contra o Minnesota Vikings, Lamar Jackson e os Ravens vinham como favoritos absolutos contra o Miami Dolphins no último Thursday Night Football; contudo, o resultado da equipe se mostrou como muito aquém do esperado, e Baltimore tiveram que amargar uma das vitórias mais vexaminosas da era Lamar Jackson.


Assim como nas últimas semanas, o ataque dos Ravens e a produção do QB demorou a engrenar no jogo, apresentando resultados mais sólidos apenas a partir do terceiro quarto, o que desta vez, não foi suficiente para reverter o placar contra Miami.


Mesmo não tendo um dos desempenhos mais brilhantes de sua carreira, apenas parte da culpa pelo resultado negativo pode ser creditado ao quarterback da equipe, que esteve apenas levemente abaixo dos seus números médios de passe e jardas aéreas e corridas. Entretanto, chamadas extremamente duvidosas do coordenador ofensivo da equipe, bem como, a letargia da linha ofensiva se mostrou como os grandes desafios a serem superados pelo jogador nessa partida, que não consegue respirar no pocket ou mesmo ganhar tempo para seus recebedores através dos scrambles que precisa fazer constantemente para fugir da pressão adversária.


USA Today

Lamar atualmente figura como o quinto quarterback a ser mais pressionado em toda a liga, o que o obriga em quase todas as partidas a atuar em seu máximo caso queira sair vitorioso, o que visivelmente não ocorreu com ele no último jogo, onde este teve uma das piores atuações de sua carreira, com apenas 235 jardas e completando 60% de seus passes, sendo tais números conquistados quase que inteiramente no último quarto da partida.


Outro ponto que chama a atenção na atuação do jogador é a ocorrência de turnovers em momentos decisivos da partida. Mesmo tendo evoluído indescritivelmente se comparado as temporadas anteriores no quesito proteção de bola e progressão de passe, a interceptação na redzone adversária no quarto período acabou por selar a derrota dos Ravens na partida, e um problema recorrente do jogador, que já conta com 8 interceptações e 1 fumble na temporada.


Mesmo não atuando com o estrelato de sua temporada de MVP, Lamar Jackson já figura no top 10 tanto em jardas aéreas quanto corridas, o que o coloca na briga pelo MVP desse ano, mesmo que fora do radar. Entretanto, a inconsistência do jogador em certos momentos, como no último jogo contra os Dolphins, que lembrou sua atuação contra os Raiders na semana 1, demonstra que apesar de talentoso, ainda há muito a se evoluir para o QB titular dos Ravens, mas que uma vez que tenha um time que o dê suporte, Lamar Jackson tem tudo para alçar voos ainda mais altos, e quem sabe, rumar o time para um SuperBowl.


Baker Mayfield


Após derrotar os Bengals na semana 9, os Browns vinham embalados para conquistar o protagonismo na AFC North, mas a derrota maiúscula contra o New England Patriots caiu como um balde de água fria na equipe, que passa a questionar se conseguiria de fato conquistar uma vaga nos Playoffs, e sobretudo, até onde Baker Mayfield pode se mostrar como uma opção viável para a equipe.


Mesmo sendo cotado como um dos melhores quarterbacks da liga antes do início da temporada, Baker Mayfield vem apresentando performances inconsistentes durante toda a temporada, o que coloca a equipe atualmente como o último lugar na AFC North e até mesmo levanta questionamentos sobre a permanência do jogador para as próximas temporadas.


Já faz algumas semanas que o jogador vem sofrendo com uma lesão no ombro esquerdo que, mesmo não sendo seu braço dominante, poderia impactar em seu desempenho como um todo. Contudo, sua atuação no domingo contra New England foi totalmente fora da curva, mesmo para as atuações inconsistentes do quarterback. Com apenas 73 jardas aéreas e tendo completado apenas 52% de seus passes, o menor dentre todos os QBs da divisão na semana, ficando atrás até mesmo do reserva Mason Rudolph, o jogador, mesmo possuindo uma das melhores linhas ofensivas da liga, sendo um dos menos pressionados e sofrendo menos sacks, ainda assim não consegue produzir adequadamente no ataque, atingindo menos de 100 jardas na última partida.


WCVB.com

Com a atuação do running back Nick Chubb, que com a lesão de Derrick Henry, é projetado para liderar a liga em jardas corridas, o desempenho aquém do quarterback vem sendo maquiado. Contudo, atuações como a do último domingo já levantam questões acerca da permanência de Baker na franquia, fazendo torcida e comissão técnica se questionarem se este de fato, seria valioso o suficiente para valer os 40 milhões de dólares anuais que haviam sido cotados inicialmente para sua extensão contratual, o que coloca Baker em um hot-seat para as próximas semanas, visto que uma campanha para playoffs era tida quase como certa na pré-temporada.


Mason Rudolph


Cotado como a principal escolha para ser o quarterback titular do Pittsburgh Steelers na próxima temporada, Mason Rudolph ganhou no domingo uma grande chance para demonstrar seu talento contra o já enfraquecido time do Detroit Lions, após o afastamento de Ben Roethlisberger, por este ter sido diagnosticado com COVID-19 no sábado.


Entretanto, o quarterback ex-Oklahoma, selecionado na terceira rodada do draft de 2018, acabou por ter um jogo morno, sem grandes feitos. Sofrendo com a marcação em área da secundária dos Lions, Mason teve problemas para alcançar seus recebedores, completando apenas 60% de seus passes, e sendo quase todos os completos, passes de curta distância. Além disso, o jogador se mostrou ineficiente em lidar com a pressão adversária nos momentos em que sofreu blitz, sendo incapaz de conduzir os Steelers para campanhas ofensivas até a endzone adversária. Rudolph acabou sendo um dos protagonistas de um jogo cheio de punts e com um dos resultados mais decepcionantes da franquia nos últimos tempos.


Com rating de 70,6 na partida, Rudolph, que se encontra atualmente em seu quarto ano como profissional na NFL, não conseguiu convencer se de fato, tem nível técnico para assumir a franquia no próximo ano, mesmo assim, também não saiu do campo completamente desacreditado, visto que conseguiu uma atuação melhor do que Baker Mayfield e Jordan Love, do Green Bay Packers, na última semana.



USA Today


O sinal de alerta está aceso em Pittsburgh, que vendo uma aposentadoria de Ben Roethlisberger como cada vez mais certa, passa a ter que buscar opções para o cargo de quarterback nos anos futuros. Mason se coloca como favorito na briga no momento, mas nomes como Dwayne Haskins, que já emprega o Practice Squad da equipe, e até uma possível troca com Green Bay por Aaron Rodgers, ameaçam o emprego e o futuro do jogador na NFL, que desperdiçou aquela que pode ser uma de suas poucas chances para mostrar a que veio.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png