• Bernardo Bohm

Agora vai? O Draft do Chicago Bears

2021 será o ano do “tudo ou nada” para Matt Nagy no comando técnico de Chicago, e muitas de suas pretensões para a temporada que se aproxima passam pelo Draft. Com uma defesa boa, mas com um dos piores ataques da Liga, os Bears terminaram com apenas 8 vitórias no ano passado. A saída de Trubisky, aliada à falta de confiança em Nick Foles, obrigaram a franquia de Illinois a buscar Quarterbacks no mercado. Andy Dalton foi contratado, mas está longe de ser a solução para os problemas de lá. Além disso, a insegurança a respeito da permanência de Allen Robinson II fez com que a busca por um Wide Receiver também se iniciasse. Ainda no ataque, os Bears tiveram muitas dificuldades com bloqueios nas trincheiras, evidenciando a falta de bons jogadores de linha ofensiva. No lado defensivo dos snaps, o Cornerback Kyle Fuller também saiu do time, deixando um vazio na função.


Principais carências: QB, WR, OL, CB


DRAFT



ANÁLISE DA CLASSE


Os Bears começaram o Draft com muito estilo, subindo para a 11ª escolha geral e selecionando o excelente QB de Ohio State, Justin Fields. Com certeza irá elevar o patamar da franquia de Chicago. Teven Jenkins foi o segundo jogador selecionado pelos Bears, outro steal. Imaginava-se que seria selecionado ainda na 1ª rodada, mas ficou para o segundo dia. Com muita força e solidez, vem para ser titular e ajudar a linha ofensiva.


[T.C. Brewster/OSU Athletics]

A escolha de Larry Borom é a mais questionável dos Bears. Já foi escalado no College como Offensive Tackle e como Guard, mas levanta dúvidas sobre sua adaptação para a NFL. O RB Khalil Herbert é outro jogador que poderia ter sido selecionado antes no Draft, mais uma escolha confiável. Sólido e com bons cortes, agrega muito valor ao ataque de Chicago.


Poucas picks depois, foi a vez do esperado WR. Dazz Newsome é veloz e pode jogar como retornador, contudo é um jogador que sofre com drops. Por ser de 6ª rodada, talvez não possua todos os atributos exigidos de um WR titular da NFL, mas isso só o tempo dirá. Escolha mais do que necessária, visto que o setor precisava de apoio.


Para reforçar a defesa, os Bears utilizaram suas duas últimas escolhas e selecionaram o CB Graham Jr., bom em coberturas em zona, mas com alguns problemas de movimentação, irá buscar uma vaga na equipe principal e o DT Khyiris Tonga, de BYU, de bom atleticismo e força nos tackles, escolha regular para uma 7ª rodada.


MELHOR ESCOLHA


Round 1, escolha geral nº 11: Justin Fields, QB, Ohio State


Excelente escolha dos Bears. A franquia de Chicago selecionou o QB que, até poucos dias antes do evento ser realizado, era visto como o segundo melhor prospecto disponível no Draft. Fields foi caindo na 1ª rodada, e os Bears não pensaram duas vezes. Com muita força no braço, eficiência e capacidade de liderança, o jogador vindo de Ohio State tem um enorme potencial na Liga, e é visto pelos torcedores dos Bears como seu possível franchise Quarterback.


PIOR ESCOLHA


Round 5, escolha geral nº 151: Larry Borom, OT, Missouri


Borom seria o típico prospecto de 6ª rodada. Saiu antes, na 5ª. Pesado, possui muita força, mas vem cometendo erros de posicionamento e na realização de bloqueios. Por também ter jogado como Guard, pode vir a ser uma peça versátil no elenco dos Bears, mas, por outro lado, tal “indecisão” acerca de sua posição oficial pode atrapalhá-lo. Deve ser reserva em seus primeiros anos de contrato, para ser melhor lapidado caso queira uma vaga no elenco fixo.


NOTA DO DRAFT: 9


JUSTIFICATIVA DA NOTA


Grande draft dos Bears, com potencial para se mostrar o melhor Draft da franquia em vários anos, principalmente pela seleção de Justin Fields. Eficiente e ao mesmo tempo ousada, a franquia campeã de 1985 soube selecionar grandes prospectos para posições de que tanto precisava, de maneira a dar confiança aos seus torcedores como não faziam há tempos.


LISTA DE FREE AGENTS NÃO DRAFTADOS SELECIONADOS PELO CHICAGO BEARS ATÉ AGORA, DE ACORDO COM A CBS SPORTS


EDGE, Charles Snowden, Virginia; DL Thomas Schaffer, Stanford; DT Sam Kamara, Stony Brook; LB Caleb Johnson, Houston Baptist; OT Gunnar Vogel, Northwestern; OL Gage Cervenka, Clemson; RB CJ Marable, Coastal Carolina.

1 comentário
BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png