• Lucas Rocha

Aaron Rodgers é eleito o melhor quarterback da liga por técnicos e executivos

O debate sobre quem é o melhor quarterback na liga ganhou mais um polêmico capítulo. No último dia 25 de julho, Mike Sando, jornalista do The Athletic, divulgou seu ranking anual de quarterbacks, feito usando a opinião de 50 técnicos e executivos da liga. O ranking utiliza posição e separa os jogadores por “rankings”. E, no último ranking, o eleito melhor quarterback da liga foi o atual back-to-back MVP, Aaron Rodgers.


Que Rodgers é um dos QBs mais talentosos da história do esporte, não há dúvidas. Sua qualidade como passador e a maneira como ele extrai o melhor de seus alvos ano após ano são a prova disso. E isso é referenciado até dentro da NFL, com a consagração do QB por parte dos “engravatados” da liga.


Dylan Buell/Getty Images

“O sorriso sarcástico, o dar de ombros, sua habilidade nos dois minutos finais, ele tem tudo isso,” disse um dos técnicos para Sando. “O head coach [Matt LaFleur] quer chegar em alcance de field goal e Rodgers acena para ele, chama outra jogada, completa, deixa o field goal mais fácil e esgota o relógio de forma que o adversário não tenha tempo para reagir. Esse cara é a representação de elite em formas que outros quarterbacks apenas podem sonhar.”

Porém, as eliminações em playoffs e a única ida ao Super Bowl (e em 2010) fazem com que Rodgers cause certo despontamento, e muito por parte da torcida do Packers. Conforme os anos foram passando, as questões extra campo (desde as eliminações até a recente polêmica das vacinas contra a COVID-19) foram causando uma certa rusga entre os fãs e o jogador. Mas, dentro de campo, Rodgers ainda é um dos melhores QBs da história, um dos jogadores mais seguros e um dos passadores mais inteligentes da liga (você pode conferir um texto sobre os números de Rodgers aqui.)


Dylan Buell/Getty Images

Para 2022, porém, Rodgers tem uma baixa enorme. Seu melhor recebedor e talvez melhor WR da liga, Davante Adams foi trocado para o Las Vegas Raiders, e o grupo de recebedores do Packers passou a ser composto por Randall Cobb, Allen Lazard, Sammy Watkins, os calouros Christian Watson e Romeu Doubs, além do TE Robert Tonyan e os RBs Aaron Jones e A.J. Dillon.


Porém, mesmo sem um WR elite, Rodgers continua a inspirar medo nas defesas adversárias. Somando as últimas três temporadas, Aaron Rodgers e os Packers estão 7-0 em partidas sem Davante Adams. Isso se deve a outra marcante característica de seu jogo: seu processamento mental.


Hannah Foslien/Getty Images

“Não é o bastante fazer uma boa leitura, observar a cobertura e lançar exatamente no local que precisa,” disse um coordenador defensivo. “Ele quer que você saiba que ele tem você na palma da mão, ele quer olhar para o banco adversário com aquele sorriso sarcástico. Ele quer se provar mais inteligente que você... queimar a blitz que mandam nele e lançar como uma bomba de fumaça. Ele é um tremendo desafio de se jogar contra, mais que qualquer outro jogador.”

Ataque ideal da NFC North


Além do ranking de melhor quarterback, a matéria de Mike Sando fez o ataque ideal de cada uma das 8 divisões. Como o foco aqui é Aaron Rodgers e o Packers, iremos falar apenas da “seleção” da NFC North. Ela ficou assim:


  • Quarterback: Aaron Rodgers, Packers (unânime)

  • Running Back: Dalvin Cook, Vikings (unânime)

  • Wide Receiver 1: Justin Jefferson, Vikings (unânime)

  • Wide Receiver 2: Adam Thielen, Vikings

  • Wide Receiver Slot: Amon-Ra St Brown, Lions (unânime)

  • Tight End: T.J. Hockenson, Lions

  • Left Tackle: David Bakhtiari, Packers (unânime)

  • Left Guard: Elgton Jenkins, Packers (unânime)

  • Center: Frank Ragnow, Lions (unânime)

  • Right Guard: Cody Whitehair, Bears / Jonah Jackson, Lions (empate)

  • Right Tackle: Brian O’Neill, Vikings (unânime)

  • Kicker: Cairo Santos, Bears


Justin Jefferson #18 e Adam Thielen #19 comemorando touchdown. Créditos: Adam Bettcher/Getty Images

Além de Rodgers como QB, temos o trio do Vikings fazendo sua participação. Embora Kirk Cousins não seja um QB elite (mas seja um bom QB), o trio comandado por Cook, Jefferson e Thielen é o grande motivo para o Vikings ser elencado como aspirante a vencedor da NFC North. Embora Cook venha sofrendo com lesões, ainda é o melhor RB da divisão, e a dupla de recebedores do Vikings é explosiva e letal. No slot, temos o segundanista Amon-Ra St Brown, que surpreendeu todos ao jogar melhor do que o esperado em 2021 e já ser considerado unanimidade entre os jogadores da posição na divisão. Completando os skill players, temos o TE Hockenson, que se prova um jogador seguro recebendo a bola e auxilia bastante o fraco ataque do Lions com os bloqueios e atraindo a defesa.


Já na OL, temos a dupla unânime do Packers na esquerda com Bakhtiari e Jenkins, que figuram entre os melhores em sua posição. No meio da linha, Ragnow torna a OL do Lions melhor e deixa a vida de Jared Goff um pouco melhor. Jó no lado direito, temos um empate entre Whitehair (talvez o único jogador bom na OL do Bears) e Jackson, outro bom jogador da OL do Lions. Na ponta direita, O’Neill é responsável por segurar os adversários de chegar em Cousins.


Cairo Santos. Créditos: Amy Lemus/NurPhoto via Getty Images

É DO BRASIL! Cairo Santos, o “Zika das Bicudas”, completa o ataque ideal da divisão como o melhor Kicker. Santos teve um ótimo 2021, com 40 field goals seguidos sem errar, encostando no recorde de Adam Vinatieri, com 44.


Rodgers é o real motivo pelo qual o Packers é considerado favorito ao título ano sim, ano também. Um dos mais habilidosos da história da liga e back-to-back MVP, Rodgers terá mais uma chance de chegar à terra prometida e conquistar mais um Super Bowl.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png