• Bernardo Bohm

A novela Aaron Rodgers – o que tem de novo nessa história?

Os dias de Aaron Charles Rodgers como Quarterback do Green Bay Packers podem estar chegando ao fim. O jogador nascido na Califórnia foi draftado pelos Cheeseheads no famoso Draft de 2005, herdando a posição de Brett Favre. Tendo conquistado um Super Bowl, em 2010, e três prêmios de MVP – Jogador Mais Valioso – da temporada, não há dúvidas de que é um jogador para ir ao Hall da Fama da Liga. Porém, mostra-se descontente com os atuais métodos e tratativas dos bastidores dos Packers, principalmente em relação ao General Manager do time, Brian Gutekunst. Essa insatisfação estourou no dia 29 de abril de 2021, primeiro dia do Draft, quando o insider da NFL, Adam Schefter, fez uma postagem nas redes sociais afirmando que o camisa 12 teria dito a pessoas de dentro da franquia que não voltaria à equipe. A partir daí, as tramas vivenciadas entre os personagens da novela ficariam cada vez mais intensas.


CAPÍTULO A CAPÍTULO...


23 de abril de 2020



O Green Bay Packers sobe no Draft e seleciona o QB Jordan Love, na 1ª rodada, sem avisar Rodgers da escolha. Aaron já havia concedido entrevistas dizendo que gostaria de jogar na NFL, pelo menos, até seus 40 anos – tinha 36 na época do Draft, indicando que ainda teria mais alguns anos pela frente antes de pensar em sair dos campos. Além disso, Rodgers havia falado muito sobre a necessidade de selecionar um Wide Receiver no Draft, o que não foi feito.


15 de maio de 2020


Aaron volta a público e diz que entendia a escolha por Love, mas que não estava feliz com ela. Além disso, ressalta que seu sonho de permanecer em Green Bay até o fim de sua carreira poderia não se tornar realidade.


Setembro de 2020 a janeiro de 2021


gif

A temporada começa, e Rodgers tem desempenhos fantásticos. O QB lançou para 48 Touchdowns, tendo 70,7% de passes completos e apenas 5 interceptações, levando a equipe até a Final de Conferência da NFC pelo segundo ano consecutivo. Foi eleito o MVP da temporada.


29 de abril de 2021


Horas antes do início do Draft 2021 da NFL, o insider e analista Adam Schefter realizou um tweet afirmando que Aaron Rodgers teria comunicado que não gostaria de voltar ao time a membros da franquia.


Mais tarde, Gutekunst diz a repórteres que “Aaron é o nosso Quarterback para o futuro próximo”.

Segundo Schefter, os Packers teriam oferecido uma reestruturação do atual contrato ao QB, mas essa teria sido rejeitada, pois o camisa 12 somente trataria a respeito de uma extensão contratual longa. Durante dias foram feitas reuniões para acertar essa extensão, mas não chegaram a um acordo. Seu contrato atual termina após a temporada de 2023.


30 de abril de 2021


Surgem informações de que já haviam sido feitas sondagens por Rodgers, realizadas pelo San Francisco 49ers, time para qual Aaron torcia quando criança, na noite anterior ao Draft, e pelos Rams, ainda em janeiro. Las Vegas Raiders, New Orleans Saints, Denver Broncos e Washington Football Team também seriam franquias dispostas a trocar pelo QB.


1º de maio de 2021


O repórter da “Yahoo! Sports”, Charles Robinson, informou que uma fonte confiável dos Packers teria dito que Rodgers só voltaria a atuar pela franquia se Brian Gutekunst saísse do cargo de General Manager. Caso o atual GM se mantivesse no cargo, Rodgers exigiria uma troca ou pensaria até mesmo em aposentadoria da NFL.


5 de maio de 2021


gif

As complicações entre Aaron e o GM só aumentam. Bob McGinn, jornalista do grande jornal esportivo The Athletic, informa que Rodgers teria comparado o executivo dos Packers a Jerry Krause, polêmico General Manager do Chicago Bulls, da NBA, de 1985 até 2003. Krause ficou famoso por sempre “mostrar quem manda” a seus jogadores e comissão técnica, tomando as decisões da franquia ele próprio, independentemente das opiniões do elenco.


6 de maio de 2021


Ainda de acordo com o The Athletic, os Packers teriam oferecido a Rodgers o contrato mais caro da NFL, ultrapassando até mesmo Patrick Mahomes em termos salariais. Aaron também não teria aceitado. Porém, não se sabe mais a respeito desse possível contrato.


10 de maio de 2021


O também insider da NFL, Ian Rapoport, afirma que os Packers ofereceram ao QB um contrato longo considerável, mas que as negociações continuam.


...A SINOPSE DOS PRÓXIMOS


Aaron Rodgers recentemente anunciou seu noivado com Shailene Woodley, atriz de cinema. Woodley trabalha em Los Angeles, e Rodgers deve tentar se aproximar ao buscar uma mudança de ares. Além disso, o QB virou host convidado de “Jeopardy!”, game show de televisão também gravado na Califórnia.


Na temporada de 2021, Aaron afeta $37,2 milhões de dólares do salary cap de Green Bay. Caso uma troca realmente venha a acontecer, deve se concretizar a partir do dia 2 de junho. Se uma troca viesse a acontecer antes dessa data, somente $5,64 milhões desses $37,2 milhões poderiam ser redistribuídos ao elenco. O restante – aproximadamente $35,56 milhões de dólares – ficaria “bloqueado” como dead cap. A partir do dia 2 de junho, no entanto, o valor de dead cap cairia para $14,35 milhões de dólares, resultando em $22,85 milhões que poderiam ser utilizados e redistribuídos pelos Packers.


Uma possível saída mexe não só com os torcedores, mas também com os demais jogadores de Green Bay. Davante Adams, principal Wide Receiver do elenco, disse em entrevistas que a saída do QB o faria pensar se permaneceria em Wisconsin, dada a gigantesca importância do camisa 12 para o time.


Se Rodgers vai ficar ou sair dos Packers, não sabemos exatamente. Enquanto isso, nós do Golim Sports seguimos acompanhando. A novela continua. Logo, logo saem os próximos capítulos.


BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png