• Lucas Rocha

A lineup de respeito do show do Super Bowl

A NFL revelou quem serão os artistas do show do intervalo do Super Bowl LVI. São eles: Dr. Dre, Eminem, Snoop Dogg, Mary J. Blige e Kendrick Lamar. A lineup de peso será uma das mais estreladas da história do evento.



Fechando o primeiro mês de temporada, a NFL usou seu twitter para revelar a lineup. Somados, os cinco artistas têm 43 Grammys e 19 álbuns em 1º nas paradas da Billboard. Visto que todos são artistas solo, é provavelmente uma das - se não a - maior concentração de talentos em um só show. Todos os 5 estão dentre os maiores nomes da música e do gênero musical, em especial o grande tutor deles, Dr. Dre.





Dr. Dre - rapper, produtor e descobridor de talentos


Christopher Polk/Getty Images for Coachella

Andre Romelle Young nasceu em 1965 e estourou na carreira musical na década de 1980. Dre nasceu em Los Angeles e fez sucesso com o “gangsta rap” (músicas com letras mais violentas, retratando a vida das ruas). Dre foi um dos fundadores da banda N.W.A. (Niggaz With Attitudes, ou Negros Com Atitude), de grande sucesso nos anos 80/90. Porém, sua maior qualidade no mundo musical é como produtor musical e “descobridor de talentos”. Dre produziu parte da carreira de rappers como Tupac Shakur e Snoop Dogg, e fundou a Aftermath Entertainment, de onde surgiram nomes como 50 Cent e Eminem.





Snoop Dogg, o grande pupilo de Dre



Bennett Raglin/Getty Images for BET

Como falei antes, o maior talento de Dr. Dre é sendo produtor e descobridor de talentos. E Snoop Dogg é um desses. Calvin Cordozar Broadus Jr. nasceu em 1971 em Long Beach, Califórnia. Snoop estourou em 1990, quando foi descoberto por Dr. Dre, que o chamou para participar do single Deep Cover, além de participar de quase todas as faixas do álbum The Chronic. Grande fã de esporte, em especial do Los Angeles Lakers, Dogg é muito conhecido pelo consumo de drogas como maconha (e nunca escondeu), e pelas suas músicas com pegada mais sensual. Snoop Dogg ganhou o Grammy de Melhor Álbum de Reggae em 2012, após se converter ao movimento Rastafari e lançar o álbum Reincarnated. Em 2018, Dogg lançou um álbum gospel, chamado Bible of Love.





Eminem – o rapper branco no cenário



Kevin Winter/Getty Images for iHeartMedia

Você provavelmente já ouviu falar de Eminem. Mesmo se você não goste do estilo, o rapper ultrapassou as barreiras do cenário e se transformou em uma figura pop (embora suas músicas não sejam nem de perto comparadas ao pop). Marshall Bruce Mathers III nasceu em Detroit (quem disse que os Lions não chegariam ao Super Bowl?) em 1972, e iniciou sua carreira no início dos anos 1990. Em um cenário majoritariamente negro, Eminem sofreu muita rechaça do público e da mídia por ser branco, mas seu trabalho e sua qualidade falou mais alto, e o rapper se tornou um dos mais populares do mundo. Eminem foi o primeiro rapper a vencer o Grammy de melhor álbum de rap por três anos seguidos, e venceu o Oscar de Melhor Música Original com o filme 8 Mile, que conta a história do cantor. Uma de suas músicas mais famosas é Rap God, que chamou a atenção pela velocidade que Eminem canta na parte final da música.





Mary J. Blige, a maior cantora de R&B e Hip-Hop



Neilson Barnard/Getty Images

Mary Jane Blige nasceu em 1971 em Nova York, e cresceu em uma realidade diferente do hip-hop. Como a principal raiz do hip-hop é em NY (mais precisamente, no Brooklyn), Blige cresceu nessas raízes, com músicas mais melódicas e menos gangsta, mas ainda falando sobre a vida na rua. Blige já ganhou 9 Grammys, em diversas categorias (Pop, Rap, R&B e Gospel), e foi considerada a maior cantora de R&B e Hip-Hop dos últimos 25 anos, ficando na frente de nomes como Whitney Houston e Mariah Carey. A cantora tem fortes raízes no R&B e no Souls, evidenciado nas suas músicas mais melódicas e na sua voz mais “limpa”.





Kendrick Lamar, o grande rapper do cenário atual


Noam Galai/Getty Images


Considerado um dos maiores nomes no cenário atual, Kendrick Lamar Duckworth nasceu em 1987 na Califórnia. Kendrick atuou por muito tempo na área até começar uma carreira de sucesso, alcançando no seu segundo álbum (álbum produzido pela gravadora Aftermath, de Dr. Dre). Porém, foi em Damn que Kendrick atingiu o sucesso mundial, com os singles ‘DNA.’ e ‘HUMBLE.’, chegando a ganhar um prêmio Pulitzer - se tornando o primeiro músico não clássico ou de música jazz a ganhar o prêmio. Em 2018, Lamar foi o principal cantor e compositor do álbum do sucesso da Marvel, Pantera Negra. Em entrevistas, Kendrick cita que Eminem, Dre, Snoop Dogg, Notorious BIG, Tupac Shakur e Jay Z são algumas das suas principais influências para suas músicas e seu estilo de vida. Kendrick fala bastante sobre preconceito e a vida da comunidade negra nos EUA.





Amizade e o show



Al Pereira/Michael Ochs Archives/Getty Images


Os cinco rappers são muito conhecidos e tem parceria entre si há tempos. É comum vermos um citando o outro quando são perguntados sobre as influências e os grandes nomes do estilo, e teremos a chance de vermos os cinco em ação juntos dia 13/02/2022, no SoFi Stadium, casa do Los Angeles Rams.

1 comentário
BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png