• Lucas Rocha

A (até então) incrível offseason do Los Angeles Chargers

O Los Angeles Chargers pode estar fazendo a melhor offseason da temporada e se tornam um dos grandes favoritos ao título. A equipe comandada por Justin Herbert ficou de fora dos playoffs na temporada passada, após perder para o Las Vegas Raiders na semana 18 no que foi um dos - se não o - melhor jogo da temporada. A equipe sabia que precisava se reforçar, em especial a defesa, e usou a offseason para isso. Até o momento de escrita deste texto, foram 3 movimentações feitas pela equipe e 2 ainda sendo finalizadas.



Chargers renovam com o WR Mike Williams por 3 anos e $60 milhões


Jevone Moore/Icon Sportswire via Getty Images

Principal WR da equipe, o Chargers renovou o contrato com Mike Williams por três anos, no valor total de $60 milhões de dólares, sendo $40 milhões garantidos nos primeiros dois anos. Draftado na sétima escolha geral de 2017, Williams teve sua melhor temporada na carreira, com 76 recepções e 1.146 jardas, além de 9 TDs. Desde 2018, Williams é o sexto WR com mais recepções em bolas longas (20+ jardas), com 1.270. O Chargers teve o quinto melhor ataque geral da liga na temporada passada, e mantém a principal arma de Herbert dentro da equipe.


Chargers trocam por Khalil Mack


Chris Unger/Getty Images

Um dos melhores LBs dos últimos anos, Khalil Mack foi trocado para o Chargers. O Bears recebeu uma pick de 2ª rodada de 2022 e uma de 6ª rodada de 2023. O veterano de 31 anos teve um ótimo rendimento em todas as suas temporadas, menos na passada em que sofreu uma lesão no pé e jogou apenas 7 jogos. Mack volta à AFC West, desta vez para se juntar a Joey Bosa e reforçar a (provável) maior fraqueza do Chargers. Nas últimas 4 temporadas, foram incríveis 36 sacks.


Chargers assinam com o CB J.C. Jackson por 5 anos e $82.5 milhões


Barry Chin/The Boston Globe via Getty Images

Talvez o melhor CB na free agency, o Chargers assinou com J.C. Jackson, ex-Patriots, por 5 anos e $82.5 milhões de dólares, sendo $40 milhões garantidos. O “Sr. Interceptação” troca de time na AFC e cria uma poderosa secundária com Chris Harris Jr. e Derwin James Jr., já de olho nos passes de Mahomes, Carr e Wilson. Desde que entrou na liga como undrafted free agent, em 2018, ninguém tem mais interceptações que Jackson, e ninguém na história da liga tem mais interceptações em seus quatro primeiros anos na liga do que ele.


Chargers tentam a contratação de dois jogadores da DL


Mike Stobe/Getty Images

Além das três contratações já oficializadas, outros dois jogadores estão na mira do Chargers e, segundo Ian Rapoport, já estão praticamente oficializados. São eles: Austin Johnson, DT do Giants, e Sebastian Joseph-Day, DL do Rams. A equipe busca a contratação dos dois jogadores para reforçar ainda mais o front seven da equipe. A oferta feita para Johnson não foi revelada, diferente da de Joseph-Day. Segundo Rapoport, o Chargers planeja contratar o jogador em um contrato de 3 anos e $24 milhões de dólares, com $15 milhões garantidos. Até o momento da escrita deste texto, não houve oficialização da contratação.


Rich Schultz/Getty Images

Com uma AFC cada vez mais disputada, os Chargers saem na frente reforçando a equipe com jogadores de peso em posições de extrema necessidade.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png