• Anna Carolina

5 quarterbacks com o emprego ameaçado em 2022

Ser quarterback na NFL é receber todos os holofotes, ao mesmo tempo que significa também receber uma enxurrada de críticas quando as coisas dão errado. Qualquer erro pode custar o emprego, e as oportunidades são cada vez mais escassas. Nas vésperas dos training camps, separamos alguns nomes que entram com a batata assando para 2022.


Antes, um adendo: alguns nomes com o futuro incerto, como Baker Mayfield e Jimmy Garoppolo, ficarão de fora dessa lista, Quarterbacks indo para seu segundo ano na liga também ficarão de fora: sobre eles falaremos em uma ocasião futura. Por fim, outros com mais anos em campo, como Tua Tagovailoa, receberam um texto só dele – você pode conferir mais aqui, na ótima matéria do Lucas Ventura. Dito isso, vamos à lista.


5) Daniel Jones – New York Giants


O rei dos tropeços e nosso querido boca de siri [como bem escreveu o Marcos aqui], Daniel Jones pode perder a titularidade ainda no training camp. Isso porque, dentre as várias novidades nos Giants para essa temporada, está a adição de Tyrod Taylor, claramente para gerar uma disputa na posição. Se ele não entregar o mínimo para permanecer como titular (o que é difícil), Brian Daboll não irá pensar duas vezes em colocá-lo no banco. Por falar no atual treinador, esta é a outra mudança: os fiadores de Jones na franquia, Dave Gettelman e Joe Judge, se encontram bem longe de Nova York. E tanto Daboll quanto o novo general manager, Joe Schoen, não hesitarão em recomeçar um plano sem o quarterback. Mais do que nunca, a escolha de Daniel Jones, na sexta escolha geral em 2019, está em xeque.


USA TODAY Sports

4) Sam Darnold – Carolina Panthers

A ida para Carolina ano passado era a chance perfeita para Darnold reerguer sua carreira e afastar de vez toda a maré de azar nos tempos de Jets e Adam Gase. Porém, tudo foi por água abaixo: Darnold teve performances terríveis, com interceptações bizarras, ficou de fora em alguns jogos e ainda viu Cam Newton retornar à franquia (e jogar tão mal quanto ele). No final da balança, os Panthers de 2021 tinham três quarterbacks que juntos não davam um titular. A sorte de Sam Darnold consiste em dois fatores: 1) ele foi uma escolha top-10 em 2018 e 2) o draft de 2022 não foi um dos mais badalados na posição. No entanto, os Panthers selecionaram Matt Corral na terceira rodada: um ótimo valor para o jogador. Se Corral mostrar serviço, seja nos training camps ou durante a temporada regular, Sam Darnold vai virar bancário bem cedo.


3) Mitchell Trubisky – Pittsburgh Steelers


GOAT do entretenimento de caráter duvidoso, Mitchell Trubisky passou um ano no banco em Buffalo e, de quebra, ganhou mais uma oportunidade na NFL, ao assinar com os Steelers. Contudo, a franquia pegou Kenny Pickett na vigésima escolha do draft deste ano. É um prospecto badalado e de confiança imediata? Não, assim como todos os quarterbacks dessa classe. No entanto, se Trubisky começar a semana 1 e mostrar lampejos do porquê é o GOAT do entretenimento de caráter duvidoso, o calouro pode ganhar a titularidade logo.


USA TODAY Sports (Hurts)/Getty Images (Goff)

2) Jalen Hurts – Philadelphia Eagles/Jared Goff – Detroit Lions


Apesar de realidades distintas, existe algo que os interliga: 2022 é o ano do “vai ou racha”. No caso de Goff, não é em quesito talento, pois Detroit sabe muito bem quais são os limites dele. Sem contar que, para esta temporada, o quarterback não tem concorrência dentro do elenco. Porém, não é porque a franquia está ainda em reconstrução que Goff não precisa mostrar serviço. Pelo contrário: com um boa linha ofensiva e nomes promissores no corpo de recebedores, como o calouro Jameson Williams e o agora segundanista Amon-Ra St. Brown, este ano é crucial para Jared Goff provar que merece seu emprego. Se isso não acontecer, os Lions estarão com certeza em uma posição boa para ir atrás de um substituto para ele.


Jalen Hurts também se encontra em uma situação parecida, mas com a adição de um pequeno detalhe: os Eagles fizeram ótimos free agency e draft nessa pré-temporada. Como se não bastasse reforçar o interior da sua linha defensiva com Jordan Davis e a barganha do draft em Nakobe Dean, Philadelphia ainda conseguiu uma troca espetacular por A.J. Brown – uma escolha de primeira rodada já provada na NFL, literalmente. O elenco recebeu reforços e a franquia deu as chaves para Hurts neste ano. Se ele evoluir bem seus passes, o time irá confiar a titularidade a ele. Se não, os Eagles possuem jogadores e capital de draft bons o suficiente para ir atrás de um próximo nome.


1) Ryan Tannehill – Tennessee Titans


Na coletiva de imprensa dias após o draft deste ano, Ryan Tannehill deu uma declaração honesta sobre a derrota para o Cincinnati Bengals nos playoffs ano passado e como ela impactou sua saúde mental. No entanto, o que chamou mais a atenção foi o comentário seguinte: que ele não seria um “mentor” para Malik Willis, quarterback escolhido no draft deste ano. Por mais cru que seja o calouro, Willis tem um teto imenso e caso seja bem lapidado nos próximos anos, pode brigar pela titularidade. O contrato de Tannehill vai até 2023 e até lá, ele certamente deverá ser o titular. Porém, o futuro para além disso parece incerto.


Bônus: Kirk Cousins – Minnesota Vikings


Confesso: não sou a maior fã de Kirk Cousins na Terra, então talvez esteja forçando a barra um pouco. Mas assim como o caso de Tannehill em Tennessee, a história de Cousins em Minnesota pode se desenhar de uma maneira parecida: irá depender de 2022. Novo general manager, novo treinador: Kevin O’Connell veio dos Rams e tem a missão de colocar no passado de vez os anos de fracassos com Mike Zimmer. Com a exceção de Za’Darius Smith adicionando na defesa, os Vikings de 2022 são bem parecidos com o do ano anterior. O ponto de interrogação é como Cousins irá se mostrar sob o novo comando. Ele estendeu um ano no seu contrato – esta temporada em vigor, para ser específica – e, se tudo correr bem, ele deve continuar por alguns anos. Porém, se a carruagem desandar e Cousins entregar jogos, não será uma grande surpresa se Minnesota começar a procurar um novo quarterback a partir de 2023.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png