• Mateus Bertuol

5 importantes free agents dos Packers para 2022

Após um decepcionante final de temporada para o Green Bay Packers, o futuro da franquia parece ser uma incógnita. Além da volta - ou não - de Aaron Rodgers para a próxima temporada, a equipe possui uma grande lista de agentes livres e boa parte pode não ter seus contratos renovados.



Entrando na off-season acima do limite do teto salarial, a saída de jogadores de Green Bay será eminente. Por isso, destaco 5 jogadores que estão sem contrato para essa temporada, podendo renovar com os Packers ou achar um novo destino na off-season.


Davante Adams (WR)


Um dos melhores - se não o melhor - wide receiver da NFL é free agent para esse ano. Seu futuro vai depender muito da decisão de Aaron Rodgers, se o QB volta ou não para Green Bay. Contudo, uma renovação para Adams não seria nada barata e como mencionado, a franquia está com problemas no salary cap.


Porém seu talento é indiscutível. Nas últimas 4 temporadas, Adams não passou de 1300 jardas e de 10 TDs recebidos apenas em 2019 e terminou a última temporada com uma média de 97,1 jardas por jogo e sendo o melhor WR da liga ranqueado pelo PFF. Adams tem uma grande habilidade em correr rotas e bater marcações individuais e conseguiria facilmente um contrato na casa dos US$ 20 milhões por ano. Para manter o WR no elenco, Green Bay precisaria fazer malabarismos financeiros e perderia talento em outras posições, mas manteria um grande recebedor.


Dylan Buell/Getty Images

De'Vondre Campbell (LB)


Campbell talvez tenha sido a melhor aquisição dos Packers para a última temporada. Precisando de LBs, a equipe assinou com Campbell por 1 ano e apenas US$ 2 milhões, basicamente como uma aposta.


O linebacker teve sua melhor temporada na liga, tendo 2 INTs, 2 fumbles forçados, 2 sacks e um total de 146 tackles. Campbell foi essencial para a defesa contra o jogo terrestre e mais do que isso, se tornou um dos pilares da defesa dos Packers, resolvendo os problemas na posição de LB da franquia e garantindo vaga no First-Team All Pro. Uma renovação seria mais cara do que seu último contrato, mas não estaria na casa dos maiores salários do elenco.


Robert Tonyan (TE)


Na NFL desde 2018, Tonyan teve um crescimento de produção com o decorrer dos anos, e conseguiu sua melhor temporada em 2020, se consolidando como o principal TE da equipe. Contudo, as lesões foram um fator e Tonyan conseguiu atuar em apenas 8 jogos na última temporada, após romper o ligamento cruzado anterior contra os Cardinals.


Seu contrato anterior era de 1 ano e mais ou menos US$ 3 milhões, e por conta da forte lesão, um novo acordo não deve sair muito dessa casa. Caso consiga voltar ao nível de antes da lesão, Tonyan seria um bom reforço para equipes que tenham problemas na posição de TE, tanto nós bloqueios como recebendo passes. Em 2020, ele terminou com 586 jardas recebidas e incríveis 11 touchdowns, sendo um dos alvos preferidos de Aaron Rodgers na parte final do campo.


Rasul Douglas (CB)


Douglas é outro que teve sua melhor temporada na carreira em 2021. O cornerback chegou do practice squad do Arizona Cardinals em um acordo de 1 ano valendo menos de US$ 1 milhão, e se consolidou na defesa de Green Bay.


Em 12 partidas, Douglas assumiu o papel de Jaire Alexander após o camisa 23 se lesionar, e garantiu 5 interceptações, sendo 2 pic sixes, se tornando o primeiro defensor dos Packers com pelo menos 5 INTs em uma temporada desde Charles Woodson, em 2009.


AP Photo/Jeff Lewis

Além disso, o CB acumulou mais 13 passes defendidos, 1 fumble forçado, 57 tackles e foi alvo de 64 passes, permitindo 33 serem completados. Para este ano, Douglas deve receber uma grande valorização no mercado e provavelmente outras franquias estarão dispostas a pagarem mais do que os Packers por ele.


Marquez Valdes-Scantling (WR)


Valdes-Scantling não é um wide receiver no nível de Davante Adams, mas é um bom papel para WR2 da equipe. Na última temporada as lesões atrapalharam e ele conseguiu atuar em apenas 11 jogos, acumulando 430 jardas e 3 TDs recebidos.


Scantling foi uma escolha de quinta rodada do Draft de 2018 e durante seus anos sob contrato de calouro, oscilou entre grandes jogadas e drops horríveis. No geral, ele foi usado em jogadas longas, tanto que em 2020 terminou a temporada com uma média de 20,9 jardas por recepção. Além de Valdes-Scantling e Davante Adams, Equanimeous St. Brown também é agente livre e com isso a franquia pode entrar mais uma vez no dilema da falta de wide receivers, que serão muito importantes caso o QB titular dos Packers em 2022 seja Jordan Love.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png