• Mateus Bertuol

49ers e Seahawks fazem duelo decisivo dentro da NFC West

Uma das maiores rivalidades da NFL promete mais um grande duelo neste domingo. Os Seahawks precisam vencer para voltar à briga pelos playoffs na NFC West, enquanto os 49ers querem encostar nos líderes e afundar seu rival na divisão.



San Francisco levou um duro golpe ao final do jogo contra os Packers. Mesmo com um desempenho ruim de Jimmy Garoppolo na maior parte do jogo, o time conseguiu um drive no final do jogo para virar o placar, mas deixou 37 segundos no relógio. Deixar o mínimo de tempo possível contra quarterbacks como Aaron Rodgers vai custar o seu jogo, e o QB adversário de domingo também é desse calibre.


Mesmo com uma vitória e duas derrotas, Russell Wilson não é o maior culpado pelo desempenho dos Seahawks e se a bola vier para suas mãos mesmo com pouco tempo no relógio, a defesa dos 49ers deve se preocupar. Wilson é o quinto QB com mais game-winning drives atualmente na NFL, à frente de Rodgers, e tem infernizado a vida da defesa de San Francisco nos últimos confrontos.


Com dificuldades na secundária, os 49ers devem ir a campo com seus cornerbacks reservas. Josh Norman, que vinha fazendo um bom jogo contra os Packers, se lesionou e foi levado ao hospital, mas não teve nada grave. Porém, o CB ainda é dúvida para a partida e se não poder atuar, a equipe deve ir a campo com Emmanuel Moseley e Deommondore Lenoir. Os cornerbacks não são ruins, mas para marcar DK Metcalf, que é bastante físico, eles precisarão de um preparo a mais.


Gregory Shamus/Getty Images

Por outro lado, para aliviar a secundária, a linha defensiva vem fazendo um bom trabalho na temporada e tem um histórico de incomodar muito Russell Wilson. Desde 2019 a unidade já sackou Wilson 10 vezes e pretende melhorar esse número no domingo, quando enfrentará uma OL de Seattle que tem dificuldades. A linha ofensiva dos Seahawks vem melhorando nos últimos anos, mas ainda está longe de jogar o esperado pela torcida. A dificuldade para conter jogadas de blitz ainda é muito notável e deve ser um ponto que o coordenador defensivo, Raheem Morris, irá usar.


Já no ataque as coisas não estão muito boas para Jimmy Garoppolo. Sem contar a última campanha do jogo no domingo, o QB vem lidando com muitos problemas quando pressionado, mas com a ajuda do técnico Kyle Shanahan, Jimmy G ainda tem bons momentos nos jogos e acumula 4 TDs e 1 interceptação na temporada. No jogo terrestre, Trey Sermon deve ser mais uma vez o titular, com Elijah Mitchell se recuperando de lesão. Sermon correu para 30 jardas contra os Packers, mas se tiver bons bloqueios pode ser um dos destaques ofensivos.


Já o lado ofensivo de Seattle vem sofrendo apagões na parte final dos jogos e é o pior ataque da NFL em termos de pontuação no segundo tempo. Wilson tem bons números, 895 jardas, 7 TDs e nenhuma interceptação. O ataque vem fazendo um bom trabalho quando chega na Red Zone, conseguindo marcar o touchdown em 83% das vezes, mas convive ainda com um problema de conversão de terceiras descidas, onde conseguiu o first down em apenas 11 de 29 tentativas.


Otto Greule Jr/Getty Images

O ataque produz pouco no segundo tempo, mas a pior parte dos Seahawks é a sua defesa. A marcação contra o passe tem sido muito ruim e foi duramente punida contra os Vikings, quando o esquema de Minnesota fez a unidade deixar buracos imensos no meio do campo para os recebedores. Agora Kyle Shanahan deve explorar ainda mais essa dificuldade de Seattle.


A linha defensiva não está fazendo um trabalho ruim, mas nos últimos dois jogos piorou juntamente com toda a unidade. Embora a equipe não tenha um grande pass rush, o ponto mais fraco da defesa ainda é a secundária. DJ Reed e Tre Flowers tem deixado a torcida muito brava com suas atuações e marcações ruins. Flowers já vinha de um ano péssimo e na semana passada levou um baile de Justin Jefferson.


Juntamente com o CB, o mais criticado é o coordenador defensivo Ken Norton Jr, que não tem um esquema que aproveite os bons nomes que tem na defesa. Bobby Wagner, um dos melhores LBs da última década, não começou a temporada bem nas coberturas de passe, muito pelo esquema do coordenador.


Histórico e palpites


Em toda a história, Seattle e San Francisco já se enfrentaram 41 vezes, e os Seahawks levam vantagem com 28 vitórias contra 17 dos 49ers. Na última década o domínio foi amplo da equipe de Seattle, que também venceu os dois jogos da temporada passada.


Contudo, nesse início da temporada de 2021, San Francisco além de ter um recorde melhor, tem feito partidas bem mais consistentes, e mostrou ser um time mais equilibrado. Mesmo tendo um ataque melhor, Seattle mostrou problemas graves na defesa e a comissão técnica não tem feito os ajustes necessários durante os jogos. Por isso, aposto na vitória do San Francisco 49ers nesse domingo.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png