• Aloisio Junior

3 jogadores aposentados que salvariam os Eagles

Com um novo técnico no comando da equipe, um quarterback que entra em seu segundo ano após muita turbulência e um elenco que não está entre os melhores da liga, podemos dizer que as expectativas para o torcedor de Philadelphia são baixas. Os melhores jogadores do time ainda são os veteranos que participaram da campanha vitoriosa de 2017; nomes como Fletcher Cox, Brandon Graham, Jason Kelce e Lane Johnson são os pilares da equipe.



Os recebedores ainda são novos e inexperientes. Embora devam melhorar e evoluir com o passar do tempo, ainda falta a consistência para elevar a equipe a outro nível. O QB Jalen Hurts também faz parte do pacote de jogadores que precisam evoluir para que os Eagles tenham alguma chance.


Com desempenho ruim dos membros da secundária, a equipe ficou somente no meio do pelotão em jardas cedidas apesar de ser um dos times que mais pressionava o quarterback adversário em 2020. A defesa também esteve entre os piores no jogo terrestre. A defesa dos Eagles ainda precisa de vários jogadores de alto nível para serem mais competitivos.


Com tantas lacunas na montagem do elenco, vamos ver quais jogadores que brilharam usando essa camisa poderiam ajudar o time a subir de patamar. Confira a lista com os 3 jogadores aposentados que salvariam o Philadelphia Eagles.


S Brian Dawkins



O futebol americano moderno está cada vez mais privilegiando o jogo aéreo. Sem uma boa secundária, dificilmente uma defesa tem chance de sucesso na NFL. No último ano, esse setor dos Eagles foi muito abaixo da média.


Se fosse possível, a chegada do Hall of Famer Brian Dawkins poderia mudar esse cenário. Durante os seus dezesseis anos na liga, ele era conhecido por ser o dono do meio do campo, evitando que qualquer jogador recebesse passes nesta região. Nesse período, ele foi eleito ao Pro-Bowl em nove ocasiões e teve a honra de entrar para o melhor time da NFL quatro vezes.


Dawkins foi escolhido pelos Eagles na segunda rodada do draft de 1996, onde ficou por treze temporadas, até 2008. A defesa virou rapidamente o melhor conjunto do time com participação crucial do safety, que era o capitão e melhor jogador da unidade. Atualmente, ele é o detentor do recorde da franquia em interceptações e fumbles forçados, além de fazer parte do Hall of Fame da NFL.


Com a presença de Brian Dawkins no meio dessa defesa de Philadelphia, a secundária poderia recuperar os tempos áureos. Somada a muito talentosa linha defensiva, a defesa talvez se tornaria uma força a ser temida na liga inteira.


WR Harold Carmichael



Enquanto alguns comentaristas e torcedores tem dúvidas se o WR DeVonta Smith será um bom recebedor principal devido a sua baixa estatura, Harold Carmichael já chegou a ser considerado “grande demais” para ser um Wide Receiver. Isso fez com que fosse selecionado pelos Eagles somente na sétima rodada do draft de 1971.


Do alto dos seus 203 cm de altura, Carmichael foi colocado na posição de Tight End nas suas duas primeiras temporadas. Foi somente em sua terceira temporada que conseguiu ter impacto na liga, quando foi convertido para Wide Receiver. Em seu primeiro ano na posição, ele foi o líder da NFL em recepções e jardas recebidas, além de ser eleito para o Pro-Bowl pela primeira vez em sua carreira. A partir de então, Carmichael se tornou o principal recebedor de Philadelphia, onde jogou por mais 10 temporadas. Nesse período, ele foi eleito ao Pro-Bowl mais três vezes e, em 2020, foi induzido ao Hall of Fame da NFL. Atualmente, detém o recorde da história da franquia de recepções, jardas recebidas e touchdowns.


No time atual dos Eagles, Carmichael poderia complementar as características de seus companheiros. Enquanto DeVonta Smith apresenta incrível habilidade fazendo rotas e Reagor tem bastante velocidade, Harold Carmichael utilizaria a sua força para vencer os defensores. Com todo o seu tamanho, ele seria crucial em terceiras descidas e dentro da Red Zone, tornando o corpo de recebedores de Philadelphia extremamente perigoso.


QB Donovan McNabb



O maior ponto de interrogação do ataque dos Eagles está na posição mais importante do esporte, o Quarterback. Jalen Hurts teve um ano de rookie de altos e baixos, mas foi o suficiente para garantir a titularidade no final da temporada. Contudo, para que a equipe tenha chances de sucesso, ele precisa evoluir drasticamente no seu segundo ano, o que, neste momento, parece bastante improvável.


A chegada de um QB experiente e com forte identificação com a franquia certamente mudaria a forma como a torcida enxerga a atual situação do time. Dentre todos os principais jogadores que já jogaram nos Eagles, Donovan McNabb seria a escolha da maioria. Entre 2001 e 2008, ele liderou os Philadelphia para cinco finais de conferência com uma aparição no Super Bowl, o que não acontecia desde 1980.


Antes da atual era dos QB’s móveis, McNabb já impressionava com a sua capacidade de estender jogadas com as pernas. Contra Dallas, em 2004, ele conseguiu fazer um passe após 14,1 segundos que o snap tinha sido realizado, feito que nem mesmo Mahomes conseguiu repetir. Em sua primeira temporada completa como titular, em 2000, ele teve 629 jardas terrestres, quase o dobro do principal RB da equipe que teve somente 344 jardas. Donovan McNabb não se destacava por ser um lançador preciso, nunca obtendo uma temporada com mais de 65% de acerto nos passes, mas sempre fazia o suficiente para que o time pudesse vencer.


Em seus onze anos com a camisa dos Eagles, Donovan McNabb foi eleito ao Pro-Bowl seis vezes, sendo que cinco delas foram consecutivas entre 2000 e 2004. Se a sua carreira entrará para o Hall of Fame, ainda não sabemos, já que ele está elegível desde 2017 e não conquistou a honra, mas, com certeza, ele poderia salvar o time caso voltasse aos campos.


E você, torcedor dos Eagles, concorda com a lista? Tem algum outro jogador que você escolheria no lugar desses? Conta para a gente nos comentários.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png