• Gustavo Silva

3 fatos para se empolgar e para se preocupar: Baltimore Ravens

As expectativas para os Ravens na temporada de 20/21 eram enormes, vinham da melhor campanha da história da franquia na temporada regular (recorde 14-2) em 2020 e contavam com o até então atual MVP da liga, o quarterback Lamar Jackson. E após uma campanha abaixo do esperado durante boa parte da temporada passada, o time cresceu de produção na reta final e conseguiu uma classificação para as semi finais de conferência, que em certo momento da temporada parecia distante, porém a franquia de Baltimore acabou sendo eliminada para o Buffalo Bills.


Os Ravens chegam para a temporada dentro de uma divisão bem competitiva e uma AFC com grandes times brigando por uma vaga no Super Bowl, por isso traremos 3 fatos para se empolgar e 3 para se preocupar sobre os Ravens nessa temporada. Confiram:


Fatos para se empolgar


Novos recebedores: Um dos grandes problemas dos Ravens que vem desde a temporada de 2019 são os drops. Na temporada passada, 7,5% dos passes de Lamar Jackson foram dropados pelos recebedores a equipe, maior marca da NFL (em segundo vem Aaron Rodgers, com 6,9%) . Para tentar resolver esse problema, os Ravens trabalharam nessa off season, e trouxeram o veterano WR Sammy Watkins, ex Kansas City Chiefs além da escolha do WR de Minnesota, Rashod Bateman, um dos melhores da safra de wide receivers do draft, na primeira rodada. Com a chegada dos novos recebedores, o jogo aéreo da franquia pode crescer muito de produção e fazer também Lamar Jackson evoluir bastante nesse quesito.


créditos David Berding/Getty Images

Defesa: Um dos principais fatores pelo sucesso recente dos Ravens vem sendo a defesa. Na temporada passada, o setor foi dominante e como resultado da agressividade que é a principal característica dessa defesa, os Ravens foram o time que mais mandaram blitz contra o quarterback adversário (44%) e também foi a segunda defesa que menos cedeu pontos durante a temporada regular, sofrendo apenas 18,9 pontos por jogo. Com a adição de Calais Campbell na temporada passada e a seleção do EDGE Jayson Oweh na primeira rodada do draft desse ano, a defesa do Ravens tem tudo para continuar como uma das mais fortes da liga.


créditos divulgação Baltimore Ravens

Jogo terrestre: O jogo terrestre é a principal arma ofensiva dos Ravens, tanto com seus running backs quanto com Lamar Jackson que é um ótimo corredor também. Na temporada passada a franquia teve uma média de 5.5 jardas por tentativa e 191,9 jardas terrestres por partida, com Lamar Jackson liderando o time com incríveis 1005 jardas corridas durante a temporada regular. Mesmo com a saída do veterano Mark Ingram, os Ravens ainda contam com J.K Dobbins, e também renovaram com o RB Gus Edwdards, que chegou na NFL como um free agent não draftado e em todas suas 3 temporadas na liga obteve mais de 700 jardas e 5 jardas de média por corrida, marcas que apenas Nick Chubb conseguiu alcançar nos primeiros anos de carreira.


créditos Derik Hamilton/ AP Photo

Fatos para se preocupar


Linha ofensiva: Algumas ausências na linha ofensiva do time foram sentidas na temporada passada, como a aposentadoria do guard Marshal Yanda. Na posição de center haviam dúvidas em cima de Matt Skura que vinha de uma lesão no joelho. Já na melhor parte de sua OL, os Ravens contavam muito com seus bons tackles, porém Ronnie Stanley acabou se machucando também. Por conta de todos esses fatores a linha ofensiva de Baltimore oscilou muito durante a temporada, e para completar os Ravens trocaram Orlando Brown para o Kansas City Chiefs nessa offseason.


Para tentar arrumar a linha ofensiva, os Ravens trouxeram nessa offseason o RG Kevin Zeitler e o OT Alejandro Villanueva, além da escolha do OG Ben Cleveland no draft desse ano. Com tantas mudanças na linha ofensiva, e sem saber se ela conseguirá se manter saudável essa temporada, é um dos setores em que os Ravens precisam ter um cuidado maior em 2021.


créditos: Nick Cammett/Diamond Images/Getty Images

Lamar Jackson: A queda de rendimento do MVP de 2019 foi clara na temporada passada, porém isso não é apenas culpa do quarterback. As defesas estão mais atentas ao jogo corrido do quarterback e isso acabou afetando demais seu jogo. Lamar pode não ser um dos grandes passadores da liga porém se encaixar seu jogo corrido pode fazer um grande estrago contra os adversários.


Na temporada passada, as médias do quarterback caíram consideravelmente se compararmos com sua temporada de MVP em 2019. Ao fim da temporada regular, Lamar teve 10 touchdowns a menos,370 jardas passadas a menos e apesar de ser o líder em jardas terrestres da equipe com 1005 jardas corridas, teve 201 jardas terrestres a menos que na temporada de mvp, além de um QB Rating com 14 pontos a menos. Fatores como a oscilação da linha ofensiva e os drops no ataque também colaboraram muito para o desempenho abaixo do quarterback durante a temporada. Com uma linha ofensiva rejuvenescida e novos recebedores, Lamar tem que provar que é um dos melhores quarterbacks da liga. A principal preocupação com Lamar Jackson durante a temporada será sua evolução como passador, já que no jogo corrido já se provou como um dos melhores se não o melhor da liga no quesito. Lamar pode não ser um dos grandes passadores da liga porém se encaixar seu jogo corrido pode fazer um grande estrago contra os adversários.


créditos: Todd Olszewski/Getty Images

Greg Roman: O coordenador ofensivo dos Ravens que foi um dos principais responsáveis pelo ataque arrasador de 2019, não conseguiu repetir o mesmo feito em 2020, os coordenadores defensivos das franquias já estavam preparados para as jogadas dos Ravens, muitas vezes fazendo com que o jogo ofensivo da franquia acabasse sendo previsível durante a temporada.




Ravens ganhou bons nomes para o ataque durante a off season, e a preocupação aqui é se Greg Roman conseguirá extrair o melhor de todos e inovar o ataque da franquia para a próxima temporada. Roman continua nos Ravens e com os reforços, não terá motivos para não tentar algo diferente, não utilizar de jogadas previsíveis e terá muito para se provar como um dos bons OC’s da NFL.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png