• Rodrigo Menezes

3 fatos empolgantes e preocupantes dos Browns em 2021

Depois de muito tempo sendo considerado o patinho feio de sua divisão, o Cleveland Browns finalmente está conseguindo dar esperança de conquistas para seus torcedores. Após ter as duas piores temporadas de sua história em 2015 e 2016, quando teve apenas 1 vitória e 31 derrotas, a equipe se reestruturou e montou um time forte e competitivo. Em 2020, eles colheram os frutos desse processo, com os Browns indo para os playoffs depois de 18 anos. Além disso, a campanha de 11-5 significou a melhor temporada do time desde o seu ressurgimento em 1999.


Para a temporada 2021, o otimismo é grande em Cleveland. A equipe se reforçou bem e viu seus principais rivais perderem jogadores importantes. Para muitos analistas, o saco de pancadas de 5 anos atrás agora é o principal candidato para conquistar a AFC Norte. Será que os Browns vão conseguir entregar o que se espera deles?


Baker Mayfield e Jarvis Landry são duas peças importantes para Cleveland conseguir vencer a AFC Norte. (Jamie Squire – Getty Images)

Como forma de tentar responder essa pergunta, preparei a lista de 3 motivos para os torcedores dos Browns se empolgarem e se preocuparem na temporada que se inicia em setembro.


3 Fatos empolgantes


Myles Garrett e Jadeveon Clowney: Garrett é um verdadeiro monstro. O defensive end foi um dos melhores da sua posição em 2020, conseguindo 12 sacks em 14 partidas disputadas. A ele agora se junta Jadeveon Clowney, outro DE com muito potencial e que se estiver saudável, pode encarar essa oportunidade nos Browns como a grande chance da sua carreira. Se essa dupla estiver bem física e tecnicamente, coitado do QB que tiver que enfrentá-los e não tiver uma boa OL para lhe proteger. Vai ser um massacre.


Garret e Clowney durante os treinamentos. (David Dermer – AP Photo)

Dupla Chubb – Hunt: potencialmente a melhor dupla de RB da liga vem empolgada para esta temporada. Em 2020, Chubb passou das 1.000 jardas apesar de perder 4 jogos por lesão, e Kareem Hunt o substituiu muito bem nessas partidas, terminando a temporada com quase 900 jardas terrestres. Para 2021, a expectativa é que a dupla consiga números muito melhores. É o que promete Hunt, que em entrevista recente disse que acredita que tanto ele quanto Chubb podem passar das 1.000 jardas de scrimmage. Com esses dois jogadores confiantes e em forma, Cleveland ganha muito em poder de fogo e capacidade de pontuar. Os Browns podem ir muito longe com Chubb e Hunt jogando bem.


Nick Chubb e Kareem Hunt pode ser considerada discutivelmente a melhor dupla de RB da NFL. (Rob Schwane – AP Photo)

Calendário menos complicado: se comparado aos seus três rivais de divisão, os Browns possuem um calendário mais acessível. Isso representa uma excelente oportunidade para a equipe capitalizar vitórias em jogos mais fáceis, enquanto seus rivais terão fortes adversários pela frente. Chegar com uma campanha melhor nos confrontos contra Ravens e Steelers na segunda metade da temporada pode ser muito importante para jogar a pressão para o lado adversário. Somando o time forte que tem com essa vantagem no calendário, o resultado pode ser o primeiro título de divisão dos Browns desde 1989.


Calendário acessível por fazer essa comemoração por vaga nos playoffs se repetir em 2021. (Nic Antaya – Getty Images)

3 fatos preocupantes


Defesa: em 2020, a defesa dos Browns foi o ponto fraco desse time. Em jogos onde o ataque brilhou, como no segundo confronto contra os Ravens, a defesa acabou não conseguindo atuar no mesmo nível. Para essa temporada, Cleveland fez boas aquisições, como Jadeveon Clowney, Malik Jackson, Greg Newsome II e Jeremiah Owusu-Koramoah. Ainda assim, há muita pressão em cima do coordenador defensivo Joe Woods para que ele faça a defesa render mais. Se quiser ter chances de Super Bowl, o time precisará ter mais eficácia defensiva.


Defesa dos Browns não foi bem em 2020, principalmente em jogos decisivos. (Nick Wass – AP Photo)

Histórico de lesões de Clowney: que o defensive end tem muito talento e potencial, poucos discordam. Mas o histórico de lesões de Clowney (além de sua pedida salarial) foi o grande fator que manteve o jogador mais tempo no free agency do que se esperava. Cleveland resolveu aceitar o risco de lesão do jogador e dar um bom contrato para ele jogar a temporada 2021. Se Clowney não se lesionar, será certamente um grande acréscimo. Mas caso o jogador volte a sofrer com problemas físicos, os Browns não têm, a princípio, que o substitua a altura. A defesa pode ficar desfalcada e comprometida, e isso pode custar caro para Cleveland.


Problemas físicos acompanham Clowney desde os tempos de Texans. (Mark Zaleski – AP Photo)

Jogos decisivos fora de casa: apesar de ter um calendário mais acessível que os adversários, há um detalhe nele que pode ser uma grande dor de cabeça para os Browns. Quase todos os jogos mais complicados serão disputados na casa do adversário (Chiefs, Chargers, Patriots e Packers, além dos confrontos diretos na divisão). Somente as partidas contra Bears e Cardinals serão disputadas em Cleveland. Para conseguir vencer a divisão, os Browns terão que ter boas atuações fora de casa. Perder esses jogos pode minar a vantagem que Cleveland tem por ter um calendário mais acessível que seus rivais.

BANNERLATERAL_TRAKTOR.png
BANNERLATERAL_FANATICA.png